Conteúdo para Assinantes

Continue lendo ilimitado o conteúdo para assinantes do Estado de Minas Digital no seu computador e smartphone.

price

Estado de Minas Digital

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas digital por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Boas energias e vibrações

* Estagiário sob a supervisão da subeditora Elizabeth Colares


postado em 23/12/2018 05:02

Felipe Marx criou o %u2018Natal do ovão%u2019 para reunir amigos de longa data em torno da festividade e manter vivo o relacionamento (foto: Arquivo pessoal )
Felipe Marx criou o %u2018Natal do ovão%u2019 para reunir amigos de longa data em torno da festividade e manter vivo o relacionamento (foto: Arquivo pessoal )

 

 





O Natal é tempo de compartilhar, seja com a família ou com amigos. A data pode ser o pretexto ideal para se reunir com aqueles com quem as alegrias e decepções são partilhados ao longo do ano. E, claro, com quem não se vê com tanta frequência, mas que ocupa lugar privilegiado na intimidade de cada um.

Em conversa com sua irmã no ano passado, o engenheiro de software Felipe Marx teve a ideia de fazer uma reunião com os amigos para confraternizar e ter um momento único e especial com todos. O clima natalino serviu de fundo e deu tão certo que ele espera repetir a dose este ano. “O momento foi tão especial que criou laços de amizade permanentes em todos nós. Hoje, esse grupo é muito unido, e estamos sempre combinando algo para fazer juntos”, comentou.

Para um dos integrantes, o estudante de economia Matheus Brandão, o “Natal do ovão”, como ficou conhecido o encontro, foi um dos acontecimentos espontâneos mais interessantes da sua vida. “Não imaginava que seriam criados laços tão intensos após esse evento. Algumas semanas depois, começamos a sair juntos e até criamos algumas rotinas que mantivemos nos últimos meses”, revela.

MAGIA

“A reunião que ocorreu na semana de Natal serviu para fortalecer a nossa convivência. Acredito que o próprio Natal se torne uma tradição da nossa galera”, disse Brandão.

Com o sucesso da confraternização entre os amigos, a dose vai ser repetida neste ano com mais integrantes. “Acredito que será um momento ainda mais especial. O Natal realmente tem uma magia que une as pessoas”, finaliza Felipe Marx. (JAR)



Publicidade