Publicidade

Estado de Minas OPINIÃO SEM MEDO

Bolsonaro esculhamba as Forças Armadas e corrói a democracia

Senhores Generais, Almirantes e Brigadeiros, saiam do governo; voltem para os quartéis


31/03/2021 07:04

'Saiam daí, senhores oficiais. Batam em retirada. Não manchem seus nomes e não misturem suas biografias a este desgoverno tresloucado'(foto: Sergio LIMA / AFP)
'Saiam daí, senhores oficiais. Batam em retirada. Não manchem seus nomes e não misturem suas biografias a este desgoverno tresloucado' (foto: Sergio LIMA / AFP)


O verdugo do Planalto não só humilha oficiais graduados e respeitados, como mancha e desonra o nome e a imagem das Forças Armadas brasileiras. 

O governo Bolsonaro é um fracasso retumbante em todas as áreas. Nada ali se salva. Não há um mísero resultado positivo e que se possa reconhecer como bom.

Não há patriotismo e dever cívico que justifiquem a associação do Exército, Marinha e Aeronáutica a um desgoverno como este. A um presidente da República como este.

Economia em frangalhos, política externa destroçada, saúde colapsada, educação nota zero, segurança pública um caos, política interna entregue ao Centrão.

Um presidente homicida, suicida, desumano, cruel, negacionista, ignorante, cego, surdo, autoritário, golpista, parceiro de miliciano, sociopata, descontrolado e louco.

Não foi um nem foram dois os oficiais humilhados por um capitão desonrado e ex-terrorista (existe ex?) que planejava atentados a bomba, segundo o próprio Exército.

Wassef, Queiroz, rachadinhasmansão de 6 milhões de reais, “micheques”, 315 mil mortes por Covid-19, Brasil isolado. O que mais falta, senhores militares, para a debandada?

“E daí? Não sou coveiro. Se morrer, morreu. Vão chorar até quando? Basta de mimimi. Todo mundo morre um dia. MaricasBundões. Tem de enfrentar o vírus de peito aberto”.

Latas de leite condensado no raboMáscara no raboAglomeraçõesFalta de vacinas. Falta de oxigênio e de medicamentos para intubação… Repito: o que mais falta, senhores?

Arthur Lira, Fernando Collor, Roberto Jefferson, Valdemar Costa Neto, Ciro Nogueira, José Roberto Arruda, Gilberto Kassab. Estes são os atuais grandes parceiros de Jair Bolsonaro.

Militares não são bons de governo; são bons de quartel. Não há lugar melhor para servir ao País que nas Forças Armadas; jamais no Poder Executivo. Isso é inquestionável.

Generais, Almirantes e Brigadeiros não são políticos; não são economistas; não são gestores; não são educadores, médicos ou sanitaristas; são militares. Mi-li-ta-res!!

Saiam daí, senhores oficiais. Batam em retirada. Não manchem seus nomes e não misturem suas biografias a este desgoverno tresloucado e a este verdugo sociopata.

Deixem Bolsonaro, seus filhos e a horda aloprada que lhes cerca destruindo o País sozinhos, batendo as cabeças ocas sozinhos, falando, ou melhor, babando sozinhos.

São um bando de Zé Ninguéns, temporariamente aboletados no Poder. Em mais dois anos, ou quatro ou seis, passarão. Não atirem a imagem das Forças Armadas no lixo bolsonarista.

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade