Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas

Urgente: Bolsonaro caiu! Mas desta vez, foi só um tombo

Este texto é uma brincadeira com o comportamento neurótico do presidente e sua turma, além das atitudes e fatos que cercam sua família e principais colaboradores. Divirtam-se! (quem tiver bom humor, é claro)


postado em 24/12/2019 12:07

(foto: Fábio Rodrigues Pozzebom/ Agência Brasil)
(foto: Fábio Rodrigues Pozzebom/ Agência Brasil)

Após sofrer nova tentativa de homicídio, quando foi vítima de uma sabotagem que o derrubou no banheiro do Palácio do Planalto, o presidente Jair Bolsonaro se reuniu agora há pouco com seu filho Carlos e ambos promoveram uma video-conferência com Olavo de Carvalho, que mora em Virgínia, nos Estados Unidos.

A família já possui uma lista de suspeitos, que vai de Joice Hasselmann a Gustavo Bebianno, passando pelo maior interessado de todos, o vice-presidente General Mourão, mas não descarta que tenha sido uma ação orquestrada pela KGB, em conluio com Jean Wyllys e Alexandre Frota, financiada pelos descendentes de Che Guevara e Carlos Marighella.

Olavo de Carvalho ficou de usar toda sua influência junto ao governo americano para que o FBI assuma as investigações, já que a PF, o MPF e o Ministério da Justiça, comandado por Sergio Moro, são igualmente suspeitos, mas Eduardo Bolsonaro poderá ser chamado a interceder caso o filósofo não obtenha sucesso, já que ele (Eduardo) conta com ‘passe-livre’ na Casa Branca, pois frita hambúrgueres como ninguém e o genro de Trump é viciado no lanche à moda brasileira (X-Tudo).

Os ministros mais importantes foram chamados com urgência ao Planalto. A ministra Damares ficou encarregada de interrogar os funcionários que cuidam da arrumação do banheiro presidencial, já que possui um jeito cordial e naturalmente empático de ser. Para agilizar o processo, senhas azuis serão distribuídas para os homens e senhas rosas para as mulheres. Os terrivelmente homossexuais não serão interrogados.

Já o ministro Ricardo Salles será o responsável pelo contato com os fornecedores do piso, sabonete, tapete de chão etc. Toda informação técnica obtida será, naturalmente, desprezada, já que manipulada de forma a distorcer a realidade dos fatos e prejudicar o governo, e apenas aquilo que ele (Salles) considerar correto será usado na elucidação do caso, ou melhor da trama criminosa orquestrada pelos comunistas.

O ministro Weintraub apresentará um parecer técnico após a coleta dos dados e demais informações fornecidas por seus assepipes, sendo o chefe do grupo de trabalho um tal Senhor Franz Kafta. Para apresentar o parecer, o empresário Luciano Hang irá gravar um vídeo e divulgá-lo numa live no youtube, já que isso... a Globo não mostra! Hang usará o tradicional terno verde e gravata amarela.

Flávio Bolsonaro decretou luto de três dias em sua loja de chocolates, mas aceitará encomendas para o ano novo, desde que o pagamento seja feito em espécie. Quem precisar de troco poderá solicitar ao amigo da família, Fabrício Queiroz, especialista em saques, depósitos e pagamentos diversos até R$ 2 mil. Porém, é importante lembrar que os panetones acabaram, pois um policial militar guloso levou todos.

Por fim, Dias Toffoli informou que estará no plantão do STF, mas se precisar dar uma saidinha, para dar um abraço de natal em Lula e Zé Dirceu, deixará tudo explicado a Gilmar Mendes, caso não tenha viagem marcada à Portugal. Vocês sabem, né? As festas de fim de ano, na casa do Kakay, na Terrinha, são imperdíveis, e ninguém é de ferro.

Feliz Natal!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade