Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Publicidade

Estado de Minas

Accenture foca na indústria 4.0 e inaugura unidade em Minas Gerais


postado em 06/07/2019 06:00 / atualizado em 12/07/2019 16:33

(foto: Divulgação)
(foto: Divulgação)


Refletindo o seu crescimento em Minas Gerais, a consultoria americana Accenture, uma das maiores agências de serviços digitais do mundo com receita de 40 bilhões de dólares no ano passado, inaugurou nesta semana o seu novo escritório em Belo Horizonte. Agora, reúne cerca de 350 funcionários (e está contratando), em dois andares do prédio do Boulevard Shopping, que vem abrigando cada vez mais gigantes, como Google, ToughtWorks e CI&T.
 
Sua chegada por aqui começou há 10 anos, com a compra da ATAN – a primeira aquisição da Accenture no Brasil. Em entrevista exclusiva ao Estado de Minas, o diretor-executivo e líder da Accenture Digital para a América Latina, o belo-horizontino Flaviano Faleiro (foto), disse que esse passo é uma aposta no desenvolvimento mineiro da indústria 4.0. “As empresas que tiverem os olhares corretos para as tecnologias digitais podem se transformar com um grande salto de competitividade”, afirmou. “Com a redução do custo da tecnologia, veio uma onda gigante de transformação digital e todo o país se beneficiará com esse avanço”.
 
Faleiro anunciou ainda que Belo Horizonte sediará a área da indústria 4.0 da Accenture no Brasil, uma vez que a cidade, com suas universidades e engajamento com o ecossistema digital, formam cientistas de dados e outros talentos “extremamente qualificados” para o setor. Com competências especializadas em mais de 40 indústrias e todas as funções corporativas - e fortalecida pela maior rede de prestação de serviços no mundo - a Accenture conta com 482 mil profissionais atendendo a clientes em mais de 120 países.
 
Destaques da semana

Universidade e mercado – Para aprimorar as áreas de negócios e conexões dos laboratórios de pesquisa da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), foi lançado nesta semana o Programa Outlab – uma parceria entre Fundação de Desenvolvimento da Pesquisa (Fundep) e Pró-Reitoria de Pesquisa da UFMG (PRPq UFMG), com patrocínio do Santander Universidades. O objetivo é tornar pesquisas científicas em produtos comercializáveis, gerando expressivo impacto para a sociedade. Nessa primeira rodada, que terá duração de nove semanas, foram selecionados 25 laboratórios.

Conexão para inovar – O Órbi Conecta – aceleradora de conexões formada por empreendedores da comunidade de startups (empresas de base tecnológica) San Pedro Valley, MRV Engenharia, Banco Inter e Localiza – anunciou nesta semana uma nova vertical, a de saúde, junto à Rede Mater Dei, se consolidando como um dos principais espaços de inovação do país. "Demos mais um passo em direção ao futuro para se adaptar às transformações, integrar pessoas em prol do desenvolvimento do setor e da experiência do cliente, incorporar novos saberes e trocar experiências", disse Henrique Salvador, presidente da Rede Mater Dei de Saúde.
 
Pesquisas

Indústria de semicondutores – A Internet das Coisas (IoT), incluindo casas conectadas e cidades inteligentes, é a aplicação que mais impulsionará a receita da indústria mundial de semicondutores no próximo ano. Além disso, o futuro das empresas desse segmento dependerá da evolução das seguintes tecnologias: rede 5G (componentes sem fio e de infraestrutura), Inteligência Artificial (por exigirem poder computacional, centros de dados e infraestrutura de nuvem) e transformações no setor automotivo (diante da evolução dos veículos para sistemas de entretenimento sobre rodas). Essas são algumas das conclusões da nova edição da pesquisa Global Industry Semiconductor Outlook, conduzida pela KPMG, rede global de firmas independentes que prestam serviços de auditoria, tributária e consultoria.
 
Consumo mais consciente – As vendas de produtos saudáveis cresceram 12,7% no último ano e indústria e varejo se adaptam ao novo perfil do comprador, apostando em saúde e sustentabilidade. Segundo o estudo Estilos de Vida 2019 da Nielsen, a população brasileira está mais prática (55% dos entrevistados vai direto à loja para efetuar a compra), mais conectada (64% tem um smartphone), mais saudável (57% reduziu o consumo de gordura e 56% diminuiu a ingestão de sal) e mais sustentável (42% está mudando seus hábitos de consumo para reduzir o impacto no meio ambiente).

Agenda

» Estão abertas as inscrições para o Vallourec Open Brasil 2019, programa que seleciona startups aptas a desenvolver projetos em conjunto com as empresas Vallourec no Brasil. São três desafios, nas áreas jurídica, de extração (madeira) e de mapeamento de ruídos. Saiba mais em vallourecopenbrasil.com.br.

» O Raja Valley promove, de 22 a 25 de julho, curso de 12 horas sobre Internet das Coisas, o “IoT Essentials: da Teoria à Prática”. Mais informações em rajavalley.com.br/iot-essentials/.

» Sebrae e Petrobras firmaram parceria para financiamento e apoio tecnológico e de gestão a pequenas empresas inovadoras. O objetivo é estimular o desenvolvimento de soluções disruptivas para atender às necessidades de negócio de petróleo, gás e energia. Detalhes em sebrae.com.br/editalpetrobrassebrae/2019.


Publicidade