Conteúdo para Assinantes

Continue lendo ilimitado o conteúdo para assinantes do Estado de Minas Digital no seu computador e smartphone.

price

Estado de Minas Digital

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas digital por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Lagoinha no foco


postado em 11/05/2019 10:59



O Bairro Lagoinha, Noroeste de Belo Horizonte, vem passando por um processo de degradação desde os anos 1970, quando as obras do complexo viário serviram como uma espécie de obstáculo entre o bairro e o seu vizinho Centro da cidade. Bares, antiquários e outros negócios que construíram a reputação do bairro quase desapareceram por completo. Hoje, entretanto, em razão de um conjunto de iniciativas locais, mais do que as promessas da iniciativa pública que se arrastam por diferentes gestões, o bairro tem uma chance de se tornar um polo de criatividade e inovação, ocupando espaços em um movimento semelhante ao que ocorreu em outros pontos da cidade, como na Rua Sapucaí, no Floresta, mas com suas peculiaridades, claro.

Cerca de setenta empresas, movimentos sociais, empreendedores e proprietários de imóveis da região se reuniram nesta semana para juntos conhecerem o Programa Horizonte Criativo, criado pela Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) com a finalidade de reunir oportunidades de financiamento para a economia criativa na cidade. O tradicional bairro foi definido como o primeiro território a receber ações, incluindo investimentos para a criação de um ambiente favorável à abertura e expansão de negócios nos locais estabelecidos.

O lançamento do Horizonte Criativo ocorreu no Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG), na capital mineira, que apresentou o Minas Criativa, linha de capital de giro para micro e pequenas empresas da economia criativa, com taxas a partir 1,16% ao mês. O banco também destacou o Fungetur, na forma de repasse de recursos do Ministério do Turismo, com taxas a partir de 5% ao ano, além da correção monetária pelo INPC.

Ali existe a oportunidade de se valorizar o passado e experimentar futuros. A base de formação da Lagoinha foram imigrantes italianos trazidos à época da construção da capital, no fim do século 19 e início do 20. Suas casas foram construídas em torno de uma pequena lagoa, onde hoje está erguido o Complexo Viário da Lagoinha. Entre as ações previstas pela prefeitura, está a conclusão do tombamento do conjunto de edificações da rua Itapecerica. Entre outros exemplos estão a expansão o Órbi - uma aceleradora de conexões fundada pela comunidade de startups (empresas de base tecnológica) San Pedro Valley, Banco Inter, MRV e Localiza – e o Viva a Lagoinha, uma iniciativa de moradores e empreendedores do bairro, que já está viabilizando diferentes projetos na região.

• • •


8.500


foi o número de contas bancárias digitais abertas por dia útil pelo Banco Inter no primeiro trimestre deste ano.


 

 

• • •


Samba Tech

Levantamento realizado pela consultoria norte-americana Frost & Sullivan revelou que mineira Samba Tech já possui 5,1% de participação do mercado global de Open Vídeos Platform (OVP) – serviço de armazenamento de vídeos. Ela fornece tecnologia para os clientes fazerem os seus vídeos chegarem a sua audiência. O ranking coloca a empresa como um dos principais players de mercado que tem o YouTube como expoente. Presente em 26 países, contabiliza 300 milhões de alunos e 100 mil funcionários estudando e sendo treinados, mensalmente, por meio da plataforma.

Clube do Malte

Minas Gerais é o quarto maior estado consumidor do e-commerce de cervejas especiais Clube do Malte. Em 2018, a região foi responsável por 9,8% dos pedidos, ficando atrás de São Paulo (34,7%), Rio de Janeiro (10,5%) e Paraná (15,6%). Os mineiros têm preferência por cervejas fortes, sendo o estilo IPA o mais comprado na região, seguido do pilsen, english pale ale, weizen e stout. As mulheres são responsáveis por 19% dos pedidos. Criada em 2010, a plataforma oferece hoje mais de 1 mil rótulos entre nacionais e importados e soma cerca de 70 mil compradores.


Agenda

» A Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) realiza o workshop Economia Digital. Será no dia 16/5, de 9h às 12h, no P7 Criativo (Av. Afonso Pena, 4.000, Cruzeiro). Detalhes: bit.ly/EconomiaDigitalMG.

» O Programa Nexos, que aproxima negócios inovadores para o desenvolvimento de tecnologias emergentes, prorrogou as inscrições para médias e grandes empresas até 30/5. Regulamento em sebrae.com.br/nexos.

» A Fundação São Francisco de Assis, entidade filantrópica que presta serviço a usuários do Sistema Único de Saúde (SUS), organiza o Meetup SUS 4.0. Acontece em 6/6, às 19h, no WeWork (Rua Sergipe, 1440, Savassi). Informações: bit.ly/MeetupSUS


Publicidade