Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas

Frank Gehry chega aos 90 famoso, polêmico e 'sincerão'

Um dos mais renomados arquitetos do mundo, alvo constante de críticas, diz que, atualmente, '98% de tudo que é projetado e construído é pura merda'


postado em 28/02/2020 04:00

O Walt Disney Concert Hall, projetado por Frank Gehry para a Orquestra Filarmônica de Los Angeles (foto: MARIO TAMA/AFP)
O Walt Disney Concert Hall, projetado por Frank Gehry para a Orquestra Filarmônica de Los Angeles (foto: MARIO TAMA/AFP)
90 anos
Frank Gehry

O arquiteto norte-americano/canadense Frank Gehry, um dos mais famosos e polêmicos arquitetos do mundo, cujas obras têm provocado contínuas discussões, completa 90 anos na data de hoje. Em boa forma. A nota aqui vai porque Gehry continua a ser criticado de todas as maneiras, a exemplo do nosso saudoso Oscar Niemeyer. Acusado de só construir para atender a projetos da classe alta e desperdiçar recursos estruturais, retrucou: “No mundo atual, 98% de tudo que é projetado e construído é pura merda (sic)”.

Almirante Viana Rocha
Amigo de BH

Fato que ainda não foi lembrado aqui em BH com a devida atenção é que o vice-almirante Flávio Augusto Viana Rocha, nomeado em 14 de fevereiro último para o cargo de secretário especial de Assuntos Estratégicos (SAE) da Presidência da República, fato que militarizou quase que por completo o Palácio do Planalto, é um militar que tem uma simpatia especial por Minas Gerais. Como comandante do 1º Distrito Naval, que tem jurisdição sobre Minas, visitou BH diversas vezes. Promoveu aqui vários eventos, entre os quais o baile da comemoração dos 154 anos da Batalha do Riachuelo, em 2019, evento máximo da Marinha brasileira, realizado nos salões do Automóvel Clube. Fez questão de trazer para a festa no A. C. todo o alto-comando da Marinha. Entre seus grandes amigos belo-horizontinos está o desembargador Marcos Henrique Caldeira Brant. A Secretaria Especial de Assuntos Estratégicos hoje tem grande importância no Planalto. Inclusive, assessora o presidente Bolsonaro em questões de política externa.

Álvares Cabral
E as faixas?

O trecho da Avenida Álvares Cabral que vai da Avenida Bias Fortes até a Avenida Olegário Maciel, há cerca de dois meses teve seu piso renovado por trabalho de recapeamento promovido pela Prefeitura de BH. Pois bem. Até agora, o piso das duas pistas recapeadas não recebeu as devidas faixas de segurança de pedestres e de tráfego de veículos. Ainda está virgem. Como o trecho é pequeno, o contribuinte fica pensando se o trabalho de pintura das indispensáveis faixas de tráfego anda em falta só nesse trecho ou se acontece em toda a Belo Horizonte. Aí o perigo aumenta.

Fumantes
Reação de apoio

Entidades de direitos civis dos Estados Unidos, face à massacrante campanha contra os fumantes no país, passaram ultimamente a tomar a defesa dos pobres viciados que são atacados de todos os lados, sem a menor chance de um leve contra-ataque. Fumantes que estão sendo demitidos de empresas ou que têm pedidos de emprego recusados estão sendo agora defendidos pelas entidades sob a alegação de que as empresas estão interferindo com os gostos pessoais desses cidadãos e restringindo de maneira violenta seus direitos civis. Algumas delas alegam que os fumantes têm os mesmos direitos das chamadas “minorias”, que contam a seu favor com inúmeros privilégios. A opinião é que o cidadão que fuma não pode ser marginalizado só porque gosta de apreciar um cigarrinho depois do café. É preconceito puro!

Carne Suína
Aquisição da Fricasa

A empresa mineira de alimentos Pif Paf, que em janeiro último concluiu a compra da Fricasa Alimentos, frigorífico catarinense de circulação nacional especialista em carne suína, na semana passada promoveu uma visita de autoridades de Santa Catarina ao Fricasa, em Canoinhas, para anunciar formalmente a aquisição. A comitiva catarinense estava encabeçada pelos secretários estaduais de Agricultura, Ricardo de Gouvêa, e de Meio Ambiente, Francine Nader. Com a aquisição, a Pif Paf, que já abate mais de meio milhão de suínos por ano, sobe no ranking dos grandes frigoríficos do país.

Casamento comunitário
Poucas vagas

A Defensoria Pública de Minas Gerais, a fim de atender aos casais que querem se unir formalmente dentro da lei, promove em 6 de março próximo, na sede da Cidade dos Meninos, em Ribeirão das Neves, o conjugo vobis de 60 casais que se inscreveram em tempo útil para se unir em matrimônio sem pagar as taxas cobradas pelos cartórios. A respeito, tem gente que diz que a Defensoria, já que promove essa cerimônia, deveria abrir um número maior de vagas. Tem muito mais gente com vontade de ganhar esse privilégio junto com a alegria do casório em conjunto espalhada por BH e adjacências. Outra medida sugerida: suprimir a taxa dos cartórios.

Telefonia fixa
Caminhando para o fim?

Até agora ainda não foi resolvida a aplicação in totum no sistema telefônico nacional das regras do novo marco legal de telecomunicações, baixado pelo governo em outubro do ano passado, o que deve demorar ainda alguns meses. No setor da telefonia fixa, apesar de a medida ter facilitado (de leve) as operações dos grupos que atuam nessa área no Brasil, como a Oi e a Telefônica (Vivo), as empresas continuam a se queixar a respeito do volume de investimentos que serão obrigadas a fazer para se adaptar às novas mudanças de modernização de suas operações. Inclusive, dirigentes dos grupos envolvidos chegaram a 
dizer que a telefonia fixa no Brasil caminha para seu desaparecimento, já que o setor só dá prejuízo. As atuais concessões de operações das empresas terminam em 2025. Enquanto isso, a área continua a provocar milhares de reclamações por parte dos usuários, principalmente a respeito dos valores das contas, muitas vezes considerados indevidos. Fora outras deficiências.

Direitos dos passageiros
Desistência sem multa

Já que um dos setores mais atingidos pelas restrições impostas pela disseminação do coronavírus é o de viagens, a coluna vai reproduzir aqui uma advertência do Procon enviada pela Assembleia, destinada a passageiros brasileiros que já adquiriram passagens para o exterior. “Os consumidores que compraram passagens ou pacotes de viagem para o exterior, notadamente países que estão registrando casos expressivos de infecção pelo coronavírus, podem optar pelo cancelamento ou remarcação da viagem sem ônus. Por tratar-se de uma situação emergencial e que representa riscos à saúde e à vida das pessoas, as agências de viagens, hotéis e companhias aéreas devem se abster de quaisquer multas em caso de cancelamento ou remarcação, caso sejam esses os desejos de seus clientes”. Realmente, ninguém pode correr o risco de viajar para o exterior e depois acabar sendo confinado em quarentena em um lugar qualquer, longe de casa, na maior angústia.

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade