Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas

Maestro Marco Antônio Drumond se despede da música erudita

Após 33 anos à frente da Orquestra de Câmara Sesiminas, regente anuncia sua aposentadoria. Concerto de despedida será em 13 de novembro


postado em 07/11/2019 04:00

 
(foto: Sebastião Jacinto Júnior/Divulgação )
(foto: Sebastião Jacinto Júnior/Divulgação )
Despedidas
Maestro Marco Antônio

Após 33 anos à frente da Orquestra de Câmara Sesiminas, o maestro Marco Antônio Drumond, fechando (de leve) uma longa e brilhante trajetória na história da música erudita em Minas Gerais, resolveu se aposentar. Por esse motivo, fará sua despedida da batuta de maestro regendo um concerto a se realizar em 13 de novembro, quarta-feira, no Teatro Sesiminas, quando oficialmente formalizará seu pedido de prendre congé. A carreira do maestro Drumond é das mais fulgurantes e agitadas, tendo dirigido mais de 1.200 concertos, se apresentado com virtuoses de prestígio mundial e atuado também com astros da música popular. Ele está no batente desde 1986, quando começou a dirigir a orquestra Sesiminas.

Municípios
Retorno ao ninho antigo

Sem intenção de chover no molhado, uma das medidas acertadas da administração Bolsonaro, divulgada na terça-feira, que já deveria ter sido tomada por governos anteriores da República, foi a que acaba com a emancipação das pequenas cidades, antes distritos e vilas que foram promovidos à condição de municípios por meros interesses eleitorais. São agrupamentos urbanos de 4 mil, 3 mil e até 2 mil habitantes, sem a menor condição de manter seu status de município. Com arrecadação mínima, essas cidades têm de pagar salários de prefeito, vice-prefeito, secretários e funcionários municipais, vereadores e funcionários das câmaras municipais e manter toda a parafernália administrativa e física que integra a estrutura de uma entidade municipal. A decisão afeta principalmente Minas Gerais, que ostenta o maior número de municípios entre todos os estados do Brasil. Dos 853 municípios mineiros, mais de 200 têm menos de 5 mil habitantes. A maioria se sustenta com verbas do Fundo de Auxílio dos Municípios, do governo federal. Se a lei for aprovada pelo Congresso, vão ter de se tornar novamente distritos de municípios dos quais se emanciparam. Ou então qualquer coisa nesse sentido.

Delfim Moreira
Mineiro na presidência

O dia de hoje marca a data do aniversário de 151 anos de nascimento do político Delfim Moreira, o primeiro mineiro a ocupar a Presidência da República depois da queda do Império. Nasceu em Cristina, em 7 de novembro de 1868. Vice-presidente do paulista Rodrigues Alves, que faleceu vítima da gripe espanhola, exerceu a Presidência de novembro de 1918 a julho de 1919. Em seguida, foi eleito vice-presidente na chapa de Epitácio Pessoa. Antes, tinha sido governador de Minas Gerais,  em 1914. O curioso é que, apesar de ter exercido a Presidência e o governo de Minas, ele não é lembrado nem por uma coisa nem por outra em seu estado. Antes pelo contrário. Em Belo Horizonte, existe apenas uma rua sem importância com seu nome, situada no Bairro Boa Vista. Praticamente tornou-se uma figura política desconhecida no cenário político mineiro.

MASP
Com rainha e tudo

Completam-se hoje 51 anos da inauguração da nova sede do Museu de Arte de São Paulo, o Masp, promovida pelo embaixador Assis Chateaubriand, em 7 de novembro de 1968, que deu à capital paulista um de seus mais icônicos edifícios, projetado pela arquiteta Gina Bo Bardi. O museu, criado em 1947 por Chateaubriand, cresceu tanto que o fundador dos Diários Associados resolveu lhe dar uma sede condizente. O projeto de Bo Bardi, edificado na Avenida Paulista, tem um dos maiores vãos livre do país, com 74 metros. Detalhe a ser ressaltado é que a pessoa que presidiu a inauguração foi a rainha Elizabeth II, então em sua única visita ao Brasil. Chateaubriand não era deste mundo.

Preguiça
Dia internacional

Hoje é o Dia Mundial da Preguiça, que tem como objetivo lembrar que o descanso é um elemento essencial para a saúde e o bem-estar das pessoas. Muitas vezes é melhor não fazer nada do que se entregar a tarefas desgastantes. Neste dia tão significativo, a coluna quer prestar sua homenagem ao poeta nordestino Ascenço Ferreira citando uma sua poesia em louvor ao lazer, chamada Obrigações do homem: “Hora de comer, comer/Hora de beber, beber/ Hora de dormir/dormir/Hora de divertir, divertir/Hora de trabalhar, pernas pro ar que ninguém é de ferro”.

Pisco
Atração peruana

O promotor oficial do pisco no Brasil, a bebida típica do Peru, Miguel Angel Murillo, esteve em visita a BH para estimular entre proprietários de bares e restaurantes a oferta da aguardente de uva produzida na base dos Andes. Foi ciceroneado na praça pelo cônsul peruano em Minas, David Guzman, com o qual fez uma visita ao curso de gastronomia do Centro Universitário Una, dirigido pelo chef Edson Puiati. Teve a oportunidade de informar a Puiati que o pisco pode ser a base para mais de 50 coquetéis, a começar pelo pisco sour.

Arte na Lava-Jato
Almeida & Dale

A galeria de arte paulista Almeida & Dale, segundo denúncias da Polícia Federal divulgadas esta semana, teve participação muito maior do que o esperado em operações de lavagem de dinheiro envolvendo figurões de Lava-Jato e outros políticos. Só o ex-senador Luiz Estevão teria feito lavagem de dinheiro no valor de R$ 65 milhões, comprando obras superfaturadas de Di Cavalcanti, Tarsila do Amaral, Volpi e outros do mesmo naipe. O negócio é que cotações de obras artísticas podem ser manipuladas com tranquilidade. Como ninguém sabe as verdadeiras cotações de quadros de pintores famosos, a turma manda brasa.

Quarenta e Uns Entre Amigos
Aniversário na Pampulha

Para comemorar o aniversário do casal Jotape e Carolina, e também dos amigos Roberta Serravite e Rodrigo Índio, a festa Quarenta e Uns Entre Amigos acontece no próximo sábado (9), no Clube Quinze Veranistas, na Região da Pampulha. O evento conta com tradicionais atrações da música mineira, como a banda Baianeiros, a dupla sertaneja Talles e Rangel e o projeto Beat in Concert, que une instrumentos clássicos, como saxofone e violino, à animação de um DJ. 

BH Shopping
Árvore de Natal gigante

Tendo como motivo continuar comemorando seus 40 anos de existência, o BH Shopping dobrou os gastos com a sua decoração natalina deste ano. O shopping vai ostentar a maior decoração de sua história. No total, perfaz mil metros quadrados. A árvore de Natal tem 40 metros de altura, iluminada com 300 mil lâmpadas. Trono de Papai Noel cintilante. A inauguração será no dia 15 próximo, com a chegada do Papai Noel. Concentração no piso Mariana.

Em comemoração ao Dia Nacional da Espeleologia, registrado este mês, o Museu das Minas e do Metal promove dia 21 em sua sede um encontro sobre grutas e cavernas do estado, a ser comandado pelo grupo Guano Speleo. No encontro, deve ser abordada a situação das famosas grutas mineiras de Maquiné, da Lapinha e outras em que houve grande queda no número de visitantes.
 
FLASH 
George Teixeira, Eduardo Cembranelli, Ana Maria Coimbra Cembranelli e Letícia Rosado Cembranelli na 19ª Noite de Prêmios, no Buffet Catharina (foto: Fotos: Marcos Vieira/EM/D.A Press )
George Teixeira, Eduardo Cembranelli, Ana Maria Coimbra Cembranelli e Letícia Rosado Cembranelli na 19ª Noite de Prêmios, no Buffet Catharina (foto: Fotos: Marcos Vieira/EM/D.A Press )
Tânia Lima, Nelma Clementino e Fábio Clementino na 19ª Noite de Prêmios da Jornada Solidária Estado de Minas
Tânia Lima, Nelma Clementino e Fábio Clementino na 19ª Noite de Prêmios da Jornada Solidária Estado de Minas

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade