Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Publicidade

Estado de Minas

Brasília se prepara para receber chefes de Estado do Brics

Serviços de segurança do governo já traçam estratégias para receber comandantes da Rússia, Índia, China e África do Sul em 13 de novembro


postado em 29/10/2019 04:00

(foto: Sergei CHIRIKOV/AFP)
(foto: Sergei CHIRIKOV/AFP)

Brasília
Segurança antes de tudo

Todos os serviços de segurança do governo sediados em Brasília começaram há bastante tempo a traçar todas as coordenadas para proteção dos chefes de Estado do Brics – Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul, que em 13 e 14 de novembro participarão da 11ª Reunião do Brics, a ter lugar pela segunda vez no Brasil. O dirigente da China, Xi Jinping; Vladimir Putin, da Rússia; o primeiro-ministro da Índia, Narendra Modi; e o presidente da África do Sul, Ciryl Rampahosa, já confirmaram presença. Medidas para proteger este pessoal não são de brincadeira. Antes pelo contrário.


O embaixador do México no Brasil, José Ignácio Rojas; o presidente da Fiemg, Flávio Roscoe; o presidente do Instituto Estrada Real, Felipe Mota; e o cônsul-geral do México, Vicente Flores Meléndez, no Expominas (foto: Luciana Mayer/Divulgação)
O embaixador do México no Brasil, José Ignácio Rojas; o presidente da Fiemg, Flávio Roscoe; o presidente do Instituto Estrada Real, Felipe Mota; e o cônsul-geral do México, Vicente Flores Meléndez, no Expominas (foto: Luciana Mayer/Divulgação)



19ª Noite de Prêmios
Agito no Buffet Catharina

Será hoje, às 20h, no Buffet Catharina, a 19ª Noite de Prêmios da Jornada Solidária Estado de Minas. O sorteio de brindes é a maior atração da festa e o que não falta são bons presentes. Além dos já divulgados, novos brindes foram acrescentados: Jogê, Glass, Bazzar, Belatrix, La Vita, Sumô Lounge, Cia Marítima, Zak, Skazi, Padronagem, Mary Caetano, Maracujá, Fedra, Madre Pérola, Luiza Barcellos, Loonds Joias, Julia Salles, J'Adore Luxe Semijoias, Happy Day, Graça Ottoni, Kits do Atlético, DTA, Clô. Entre os prêmios das cartelas estão os de joias de Rosália Nazareth, Manoel Bernardes, Talento, Savine, Patrícia Dias, Recoder, Cibele Andrade, Angela Alvim, David Faria, Júnia Giannetti, Tianelli e Loxus.

***

E ainda tapetes da Arte Persa e Marie Camile, adega da Suggar com vinhos da Tutto Itália, uma scooter da Auto Japan e uma Smart TV de 65 polegadas. O coquetel é assinado por Bouquet Garni, Célia Soutto Mayor, Pichita Lanna, Club do Chef, Rullus, Meu Buffet, Mariangela Buffet, Momo Confeitaria, Avellan, Mariana Laender, Das Gêmeas, Fofíssimo, Magrela Gourmet Food Bike, Dolce Tassia Senna, Água na Boca. O café da Casa Nicolau com o Café Beloto. A Forno de Minas fornecerá a lasanha para o prato quente a ser servido na festa, além de pão de queijo e cookies. O patrocínio é do Supernosso, com apoio da Central Press, Why Video, Company Events, LF Loja das Festas. Manobristas à disposição com pagamento à parte de R$ 20.

Fato inédito
O óleo no Nordeste

A direção do Ibama, após análise retroativa dos acidentes marítimos com grande vazamento de petróleo em todo o mundo, chegou à conclusão de que o grave desastre ambiental que se registra desde o final de agosto no litoral do Nordeste (se continuar, vai atingir as praias do Sudeste) é inteiramente inédito, não tendo semelhança com nenhum outro fato registrado no planeta desde o início da exploração do petróleo. Cinco fatores fazem com esse desastre seja único: 1) O fato de a causa inicial ser até agora completamente desconhecida; 2) A grande extensão alcançada pelo vazamento de óleo no oceano; 3) O fato de não ter sido detectado por satélites que fazem a vigilância marítima; 4) A recorrência constante do óleo pelas praias, atingindo mangues e desemboques de rios; e 5) A intermitência do vazamento, que parece não ter fim. Medidas começaram a ser tomadas pelo governo, como o envio de soldados do Exército para ajudar a limpar as praias, mas muita coisa ainda precisa ser feita. O principal será saber de onde vem o óleo para cercar o ninho da serpente.

Vaticano
Sínodo da Amazônia

Por enquanto, ainda não há nenhum comentário do presidente Jair Bolsonaro sobre os resultados do chamado Sínodo da Amazônia, mas qualquer coisa deve ser dita, já que a reunião deu grande ênfase à proteção das populações indígenas brasileiras. Aliás, os jornais televisivos europeus focalizaram sem cessar a presença de índios na Basílica de São Pedro com seus cocares e tatuagens coloridas. Detalhe interessante do sínodo é que ele acabou se desviando para a discussão de problemas vitais da Igreja Católica: falta de padres, maior participação das mulheres nas ações de evangelização, adoção de diáconos casados nas funções de sacerdote, criação do pecado ecológico e outros. Exclamação do papa Francisco no final do encontro: “Saque e violência continuam machucando a maior floresta tropical do mundo”.

Medalha do Mérito
Agraciados

A entrega da Medalha do Mérito Consular 2019, condecoração concedida anualmente pelo Corpo Consular de Minas Gerais a apenas cinco personalidades, está marcada para 11 de novembro, como sempre na sede da Federação das Indústrias de Minas Gerais. Entre os agraciados estarão a embaixadora da República Tcheca no Brasil, Sandra Lang Kinkensederová, a primeira diplomata mulher a representar o seu país em Brasília, e o governador Romeu Zema. O governador, que parece que não gosta muito de condecoração, teria aceitado de bom grado a indicação de seu nome.

Associação Mineira de Municípios
Cidades Históricas e Turísticas

A direção da Associação Mineira de Municípios vai promover sexta-feira, 1º de novembro, em sua sede em BH, encontro de prefeitos de cidades históricas, turísticas e classificadas como patrimônio mundial da Unesco ainda inédito no calendário de sua pauta de eventos. Será o primeiro encontro do grupo, que terá como tema “Governança para o turismo e atração de investimentos”. Apoio da Associação das Organizações das Cidades Brasileiras Patrimônio Mundial. Em pauta, assuntos envolvendo investimentos públicos e privados nas cidades mineiras de apelo turístico e histórico. “Cobra que não se mexe não engole sapo.”

AVC
Perigo à vista

Entre outros, a coluna recebeu e-mail da Unimed-BH sobre assunto recorrente, mas eternamente importante: como evitar a ocorrência do AVC, o temido acidente vascular cerebral, apontado como a segunda causa de mortes tanto no Brasil quanto no mundo. O motivo é que hoje é o Dia Mundial de Combate ao AVC, instituído pela Organização Mundial de Saúde. A World Stroke Organization – WSO lançou nova campanha de prevenção do AVC, que assinala que métodos preventivos para evitar o derrame cerebral são condição sine qua non para que os afetados por males cardíacos enfrentem sua ameaça. Fica aqui a colaboração da coluna para o dia do combate ao AVC. 

Academia Mineira
Narrativa policial

A Academia Mineira de Letras promove quinta-feira em sua sede o lançamento do livro O olhar enigmático de Moacir Scliar, organizado por Lyslei Nascimento e Maria Zilda Cury. Haverá também palestra sobre o tema “A narrativa policial e as cidades do crime” pelos escritores Vera Carvalho Assumpção e Marcus Vinicius de Freitas. Às 19h30. A propósito, a leitora Maria Rita Andrade sugere que a Academia deveria fazer também evento sobre a poesia e crônicas de Carlos Drummond de Andrade, aproveitando que quinta-feira, 31 de outubro, é data do nascimento do grande poeta itabirano. Acha que nunca é demais comentar a obra de Drummond. O colunista também acha.

Longevidade
Mina de Morro Velho

“Os 185 anos da Mina de Morro Velho: a indústria de maior longevidade do Brasil” é o tema da palestra que o diretor da mineradora AngloGold Ashant, Camilo de Lelis Farace, fará em 5 de novembro no almoço-palestra mensal da Associação de Dirigentes Cristãos de Empresas de Minas Gerais, a se realizar na sede da Fiemg. Às 12h. Tema interessante. O que tem de história para se contar sobre a mina de ouro de Morro Velho não é brincadeira. Os ingleses não são desse mundo.



Publicidade