Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas

Dois mineiros entre os destaques do Congresso em 2019

O deputado federal Paulo Abi-Ackel e o senador Antonio Anastasia estão entre os 110 parlamentares que fazem parte da lista dos melhores do ano da Arko Advice


postado em 27/10/2019 04:00 / atualizado em 25/10/2019 19:54


 
O senador Antonio Anastasia, primeiro-vice-presidente do Senado, e o deputado federal Paulo Abi-Ackel, presidente do PSDB-MG, são os únicos mineiros na lista de 110 parlamentares apontados como destaques do Congresso Nacional em 2019 pela Arko Advice, empresa de análise política. A lista é formada por 36 senadores e 74 deputados federais classificados nas categorias lideranças formais e lideranças informais. Anastasia entrou na categoria das formais, pelo posto que exerce no Senado, e Abi-Ackel na de informais, como articulador. Ainda bem que a relação teve dois mineiros. Minas poderia passar em branco.

GRANDE BH
EXCESSO INSUPORTÁVEL
De acordo com o Mapa de Motorização Individual do Observatório das Metrópoles, que pesquisou o trânsito urbano no Brasil em 2018, a Região Metropolitana de Belo Horizonte apresentou o maior índice de aumento de veículos por habitante de todas as áreas metropolitanas. Glória inesperada (de leve), coloca a Grande BH à frente da Grande São Paulo, que todo mundo esperava que fosse a campeã. Superou com boa vantagem o Rio de Janeiro. O número de veículos passou de 2,7 milhões, em 2017, para 2,897 milhões, em 2018 – aumento de 7,3%. O percentual é quase o dobro do registrado no país, que registrou a elevação de 3,7% da frota. Sinal de que a média em BH é de um veículo para cada dois habitantes, coisa de Primeiro Mundo. Sem falar no aumento contínuo de veículos este ano, que pode ser de 200 mil. Aí, o total sobe para mais de 3 milhões.

******
Em BH, o transporte por ônibus é precário e o serviço de metrô deficiente. Falta transporte urbano. Enfim, esses fatos não são novidade para os belo-horizontinos, alegres sofredores que presenciam  ruas cada vez mais congestionadas, sem esperança de ver as coisas se modificarem a curto ou médio prazo. Fica a pergunta angustiante: o que é preciso fazer para resolver o problema, já que as soluções encontradas pelo poder público são apenas paliativas e milhares de veículos continuam a ser despejados nas ruas de BH? Cartas à redação.
 
 
 
LUIZ INÁCIO
VELINHAS EM CURITIBA
Para ficar de acordo com a tradição, o bolo de aniversário a ser oferecido hoje ao prisioneiro Luiz Inácio Lula da Silva, em sua cela-escritório em Curitiba, vai ter só uma velinha, embora devesse ter 74, correspondentes à idade que o ex-presidente atinge neste 27 de outubro. Lula, um homem realizado, eleito e reeleito presidente, já tem seu nome garantido na história do Brasil ao lado de dom Pedro I, dom Pedro II, Prudente de Moraes, Afonso Pena, JK, etc. No entanto, parece insaciável. Quer mais.

CATÁSTROFES
COMO EVITAR
O médico mineiro Marcelo Lopes Ribeiro, diretor assistencial da Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig), além de atuar no João 23, o pronto-socorro mais movimentado da cidade, especializou-se em estudar métodos preventivos e soluções para catástrofes em hospitais, hotéis, escolas e outros locais públicos. Para transmitir seus conhecimentos e alertas, fará uma série de palestras na cidade com o título “Como evitar catástrofes”. A primeira será em 5 de novembro, no Hotel Max Savassi.


CONTRASTES
NA MESMA
Levantamento global feito pelo Credit Suisse revela que a taxa de crescimento de milionários do Brasil está entre as maiores do mundo. O número desses felizardos cresceu de 217 mil para 259 mil, alta de 19,4%. O patrimônio geral acusou total de ativos de US$ 3,5 trilhões, que não dá nem para acreditar. Resultado: a desigualdade também subiu como nunca. Outro detalhe curioso: mais de um quarto do aumento da riqueza da América Latina se concentrou no Brasil. De lavada. Mesmo com 50 milhões de pessoas na informalidade, sem carteira assinada, e 12 milhões de desempregados.

 
MÔNICA MENDES
FAVELAS DE BH
A belo-horizontina Mônica Mendes, que reside há mais de 30 anos em Miami, de vez em quando retorna à cidade natal. Em uma de suas passagens pela capital, resolveu fazer registros fotográficos de favelas. Uma delas foi o Morro do Papagaio. Clicou becos, escadarias, barracos, cenas do cotidiano e rodas de samba. Vai daí que levou as fotos a um estúdio e as transportou para telas. Em
7 de novembro, de novo em BH, Mônica inaugura exposição na Galeria de Arte Gilda Queiroz, no Bairro São Pedro. Às 19h.

AQUAPONIA
FAZENDA URBANA
O Boulevard está festejando este mês seu nono aniversário. Pour cause, informa que é o primeiro shopping da América Latina que instalou em seu espaço uma fazenda urbana, produzindo legumes e verduras sem agrotóxicos. Tudo na base da aquaponia, método de cultivo de plantas baseado em água com nutrientes, sem uso do solo, ao qual a coluna fez referência outro dia. Tem uma grande estufa. Informa também que inaugurou no espaço BeGreen um painel de 500 metros quadrados, de autoria de Thiago Mazza, intitulado Pássaros tropicais. 
É bonito. Parabéns


GUERRA NUCLEAR
SALVOS PELO GONGO
Nota a título de curiosidade. Fato de extrema gravidade ocorrido em 1962, na chamada Crise dos Mísseis entre Estados Unidos, Cuba e União Soviética, revelado 40 anos depois por Thomas Blanton, funcionário do Arquivo Nacional de Segurança de Washington, mostrou que o mundo esteve mesmo prestes a mergulhar numa guerra nuclear travada por russos e americanos, o que provocaria a destruição do planeta. Em 27 de outubro de 1962, o capitão do submarino russo B-59 Vasili Alexandrovich Arkhipov recusou-se a obedecer a ordem superior de disparar torpedos nucleares contra navios dos EUA que cercavam a frota soviética que se dirigia para Cuba. Os motivos da recusa não foram elucidados. A providência divina pode ter interferido no gesto de Vasili Arkhipov, oficial superdisciplinado. Morreu em 1988, com a consciência tranquila.

RIO DE JANEIRO
NOVIDADE NO PORTO
Rodas-gigantes não são atração turística muito difundida no Brasil, mas estão por aí. A primeira de grande porte a surgir no país neste momento será inaugurada em novembro, na zona portuária carioca, inspirada na famosa roda-gigante de Londres. Batizada de Rio Star, será a maior da América Latina. Com 88 metros de altura, terá 54 cabines com ar-condicionado com capacidade para oito pessoas. No total, transportará 432 usuários. É mais uma atração para a mineirada que se aventura pela Cidade Maravilhosa.

PORTUGAL
FESTIVAL FARTURA
O projeto gastronômico Fartura, criado e dirigido pelo mineiro Rodrigo Ferraz, desembarca em Lisboa. Em 14 de novembro, no Espaço Espelho D'Água, será aberto o
3º Festival Fartura Portugal, que vai até 
7 de novembro com movimentada programação. Haverá participação de vários chefs brasileiros, que atuarão junto dos colegas lusitanos. Na abertura, Flávio Trombino, de BH, Marina Araújo e João Lima vão discutir com Luiza Fecarotta e Patricia Tavares os elos entre as cozinhas brasileira e portuguesa, a mãe de todas. .

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade