Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas

Brasil tem só dois restaurantes entre os 10 melhores da América Latina

A Casa do Porco, do chef Jefferson Rueda, ficou em sexto lugar na edição 2019, e o DOM, de Alex Atala, caiu para a décima posição. Peruano Maido lidera


postado em 14/10/2019 04:00 / atualizado em 13/10/2019 18:26

A Casa do Porco, em São Paulo, é o restaurante mais bem posicionado na lista (foto: Mauro Holanda/Divulgação)
A Casa do Porco, em São Paulo, é o restaurante mais bem posicionado na lista (foto: Mauro Holanda/Divulgação)
Com presença de um batalhão de chefs latino-americanos, crítica gastronômica, empresários de alimentos e convidados, sexta-feira última foram anunciados em Buenos Aires, na Usina del Arte, os nomes dos 50 melhores restaurantes da América Latina – 50 Best, com o mesmo esquema das seis premiações anteriores. Restaurantes brasileiros não entram nos cinco primeiros lugares de jeito nenhum. O melhor colocado do Brasil foi o Casa do Porco, de São Paulo, que ficou em sexto lugar. O DOM desceu para o 10º posto. No total, foram nove os brasileiros no grupo dos 50, todos do eixo Rio-São Paulo, com exceção do Manu, que é de Curitiba. Os restaurantes de BH não foram considerados nem nas amostragens iniciais. E olhe que o pessoal daqui até que tem feito força.

Privatização
Haja imóvel!

A Secretaria de Coordenação e Governança do Patrimônio da União, do Ministério da Economia, anunciou que a União é dona de 750 mil imóveis no Brasil e que uma grande parte deles poderá ser privatizada. Como eles conseguiram fazer o levantamento de tanto imóvel é que não se sabe.Tudo bem. O empresário mineiro Salim Mattar, como secretário especial de Desestatização, é que estará no comando da privatização das joias da coroa desse enorme acervo. Fora as grandes estatais, vai ter de escolher a dedo os demais imóveis mais valiosos que poderão contribuir para trazer dinheiro para o Tesouro. Não é preciso dizer que tem muita gente esperando pelos leilões para ver se fatura preciosidades por preços de ocasião. Em Minas Gerais há centenas de bens da União à espera.

Aéreas
Chegam as low cost

No grupo de nove empresas aéreas low cost estrangeiras que já ganharam autorização da Anac para operar no Brasil, a argentina Flybondi deu início sexta-feira aos seus voos entre Buenos Aires e Rio de Janeiro. Nenhuma delas virá a BH. O preço da passagem da Flybondi é realmente uma pechincha: R$ 220. Só que não inclui despacho de bagagem, lanche a bordo, reserva de assentos e coisas do gênero. Mas, mesmo assim, o preço é atraente. Sem parcelamento.

Obesidade no Brasil
Dados esquisitos

As informações divulgadas no Dia Nacional de Prevenção à Obesidade sobre o número de pessoas gordas no país não são de se acreditar. Num país em que predomina a população de baixa renda, em que a metade está inadimplente, apertada com dívidas, e onde a desigualdade predomina, mais de 50% de seus habitantes estão com o peso acima do normal. A maioria dos brasileiros está mais gorda do que deveria estar, quando deveria ser exatamente o contrário. É claro que alguma coisa deve estar errada. Será que há muita mesa farta por aí e a gente não está sabendo?

Repeteco da África
Nobel da Paz

O médico congolês Denis Mukwege, que fez cirurgias reparadoras e atendeu a mais de 30 mil mulheres vítimas de estupro e de violência sexual na República Democrática do Congo, foi o vencedor do Prêmio Nobel da Paz de 2018. Já o vencedor deste ano, como se viu, foi o primeiro-ministro da Etiópia, Abiy Ahmed, que pôs fim à guerra de seu país com a Eritreia, que durava mais de 20 anos. Portanto, deu repeteco de africano, coisa difícil de acontecer. Quanto aos candidatos brasileiros, Lula e o cacique Raoni, acabaram nem sendo considerados. Aliás, com o maior respeito, até hoje foram poucas as candidaturas de brasileiros ao Prêmio Nobel levadas a sério pela Academia Sueca.

Uber
O silêncio é de ouro

Foi divulgado que o Uber deve lançar um novo serviço na sua área de táxi urbano, qual seja a do transporte de passageiros com motoristas de boca fechada, que não incomodam o passageiro com conversa fiada ou coisa semelhante. Estarão autorizados apenas a responder as perguntas feitas pelo cliente e nada mais. É que uma boa parte dos motoristas de táxi do Brasil tem a fama de exagerar nos seus bate-papos com os passageiros.

Nestlé
Lojas próprias

Lojas de marcas de chocolate, tipo Kopenhagen, Cacau Show, Amor & Chocolate, Lindt, etc é que não faltam por aí. Pois bem. Para aumentar mais ainda a concorrência, a poderosa multinacional Nestlé acaba de inaugurar em São Paulo, no Shopping Morumbi, sua primeira loja de chocolates no Brasil, a KitKat Chocolatory, que será a flagship no país. Trata-se de um projeto global da empresa. A inauguração foi dia 8 de outubro. Na continuação, brevemente BH poderá ganhar também uma KitKat Chocolatory. A conferir.

Amazônia
Devastação e soberania

O governo federal vem classificando de ameaça à soberania territorial do Brasil as constantes críticas de países europeus sobre o desmatamento da Amazônia e a devastação da floresta por incêndios criminosos, apontados como ações ameaçadoras ao clima mundial, ao equilíbrio ambiental, à vida de animais, etc. No entanto, quanto mais o tempo passa, mais as críticas acabam tendo razão de ser. Em setembro, o desmatamento da Amazônia foi 96% mais do que no mesmo mês de 2018. Este ano, a devastação da Amazônia já subiu 92,7 %, de janeiro a setembro, em comparação com o ano passado. E para piorar o governo fala que são dados falsos. Fazer o quê?

CNN
Início de transmissão

O canal brasileiro da rede CNN, que vai operar na TV por assinatura, até agora não tem data certa para o início de suas transmissões. Os dois controladores da emissora, como se sabe, são o empresário mineiro Rubens Menin e o paulista Douglas Tavolaro, que será o executivo do empreendimento. No momento, continuam sendo estruturados os setores administrativo, comercial e das operações de televisão propriamente ditas. A contratação do pessoal que vai aparecer na telinha ainda não parou. Funcionamento 24 horas por dia.

Brics
Ministros da Cultura

Reunião que passou meio batida no noticiário nacional foi a dos ministros da Cultura do Brics – Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul, realizada sexta-feira, em Curitiba, destinada a discutir a aproximação cultural entre os cinco países da organização. O Brasil como não tem ministério da Cultura, extinto por Bolsonaro, foi representado pelo ministro da Cidadania, Osmar Terra. Com representantes culturais de países de idiomas diferentes, todo mundo teve de utilizar o inglês para se comunicar. No mais, o que atrairá a atenção da mídia nacional e internacional será mesmo a reunião dos chefes de Estado do Brics, a ocorrer agora em novembro, em Brasília. Intérpretes não faltarão, já que o presidente Jair Bolsonaro não fala bem inglês.

Flávia Pieri e Camila Mattar em lançamento de moda em BH (foto: Giovanna Mendes/Divulgação)
Flávia Pieri e Camila Mattar em lançamento de moda em BH (foto: Giovanna Mendes/Divulgação)

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade