Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Oktoberfest mineira será realizada no entorno do Museu Abílio Barreto

Festa deste sábado terá cerveja, danças típicas e barracas com pratos típicos da Alemanha


postado em 05/10/2019 04:00

 (foto: Tobias Schwarz)
(foto: Tobias Schwarz)


CIDADE JARDIM
OKTOBERFEST À MINEIRA

No Sul do Brasil, pipocam festas cervejeiras Oktoberfest, inspiradas na tradição alemã. Por aqui, elas também não faltam, estimuladas pela indústria de cerveja artesanal. Hoje, das 12h às 20h, tem Oktoberfest no entorno do Museu Abílio Barreto, na Cidade Jardim. Com direito a bandas de música alemã, 12 barraquinhas de pratos típicos germânicos e danças folclóricas. Cervejarias mineiras estarão representadas em grandes proporções, inclusive nove microprodutoras estreantes.


O presidente Jair Bolsonaro com o deputado federal paulista Frederico D'Ávila e sua mulher, a mineira Raquel Amorim D'Ávila (foto: Presidência da República/divulgação)
O presidente Jair Bolsonaro com o deputado federal paulista Frederico D'Ávila e sua mulher, a mineira Raquel Amorim D'Ávila (foto: Presidência da República/divulgação)


PÃO DO FUTURO
QUEL PAIN MANGERONS-NOUS?

Na quinta-feira, o diretor-executivo da Associação Brasileira da Indústria de Panificação, Giovani Assis Mendonça, visitou a exposição Quel pain mangerons-nous demain? (Que pão comeremos no futuro?), na Aliança Francesa de BH. O acervo veio da França, fornecido pela Universidade de Paris. Em conversa com o diretor da instituição, professor Yves Mahé, sobre o destino do pão no planeta, ambos chegaram à conclusão (não oficializada) de que o produto a ser consumido no futuro será basicamente o mesmo apreciado pela humanidade há 12 mil anos, quando foi descoberta a agricultura.

***

A receita do pão um pouco melhor surgiu no Egito, há 6 mil anos. Os primeiros eram feitos de cevada ou outros grãos. Depois veio o de trigo. Portanto, quanto à receita do pão do futuro, não há o que discutir: será a mesma. Levedado ou fermentado, só variam os adendos acrescentados à massa. 
A propósito, no próximo dia 16 celebra-se o Dia Mundial do Pão.

NO VAIVÉM
PEC da BENGALA

A fim de satisfazer as pretensões de integrantes do Judiciário, a idade de aposentadoria compulsória de ministros do Supremo Tribunal Federal, de membros de tribunais superiores e do Tribunal de Contas da União foi elevada de 70 para 75 anos. Devido ao comportamento polêmico de ministros do Supremo e do Superior Tribunal de Justiça, surgiu na Câmara dos Deputados um movimento para voltar essa idade para 70 anos. A deputada Bia Kicis diz ter o número de assinaturas suficientes para revogar a chamada PEC da Bengala. O governo Jair Bolsonaro vai agradecer. Há muito quer dar uma mexida nos altos escalões do Judiciário. Principalmente no Supremo.

IGREJINHA DA PAMPULHA
PAINÉIS DO TETO

A direção da Construtora Tecnibras, responsável pelas obras de restauração da Igrejinha da Pampulha, que duraram 15 meses, comentou que uma das tarefas mais complicadas dos serviços de recuperação da obra de Oscar Niemeyer se concentrou na troca do antigo forro, todo feito de peças de madeira, que estavam danificadas por infiltrações. Cada painel tem o seu tamanho. Os novos tiveram de adotar a medida exata dos antigos, sendo necessário um desenho para cada peça. Inaugurada em 1943, a igrejinha de Niemeyer completou 76 anos como cartão-postal de BH. Aliás, se Niemeyer não tivesse existido, seriam pouquíssimos os cartões-postais de BH.

CEMIG
REFERENDO POPULAR

Como vem sendo anunciado, o governo de Minas Gerais, a fim de reduzir o déficit no orçamento do estado, pretende privatizar suas mais expressivas estatais – Cemig, Copasa, Gasmig e Codemig. No caso da Cemig, como está disposto em lei, será obrigatório fazer um referendo popular, o que o governo não deseja, pois pode ser contrariado pelo povo. Isso, sem falar que a privatização precisa ser aprovada pela Assembleia Legislativa.

***

O caso da Codemig também é complicado. A empresa – no caso, o estado – é dona das reservas de nióbio de Araxá, únicas no mundo, patrimônio valioso. Atingir esses objetivos não será fácil. Na bolsa de apostas da Praça Sete, o pessoal está considerando mais fácil o Atlético ser campeão do Brasileirão do que o governo mineiro atingir seu objetivo. E vocês, o que acham?

SKEMA
BRAIN STORM

Na quarta-feira, um grupo de 145 alunos estrangeiros e brasileiros que faz pós-graduação na Skema Business Scholl, instituição francesa situada na Lagoa dos Ingleses, terá encontro com executivos de 20 empresas nacionais e multinacionais. Trata-se do Talent & Career Day, a acontecer das 9h às 16h, no câmpus do Alphaville. Representantes do Deutsche Bank, SNEF, Vinci Energies, BDMG, Localiza e da CNI vão trocar ideias com estudantes sobre o futuro do mercado de trabalho, inovação, globalização e avanços digitais. É o chamado brain storm.

PORTUGAL
DUROU 767 ANOS

A data de hoje assinala o aniversário de 109 anos do fim da monarquia em Portugal. O Partido Republicano deu um golpe com o apoio dos militares, destronando dom Manuel II. E daí?, perguntarão vocês. O golpe marcou o fim de um regime que durou nada menos de 767 anos. Ficar quase oito séculos sob comando de um rei não é para qualquer um. No entanto, com diz o vulgo, tudo muda nesta vida. Um dia a casa cai.

PROFESSOR
DIA MUNDIAL

Hoje é Dia Mundial do Professor, figura essencial de uma das mais importantes funções da humanidade: a transmissão de conhecimentos. Sem professor não há disseminação da cultura. Particularizando a homenagem, a situação do professor primário brasileiro não é nada agradável. Eles enfrentam salários baixos, pouco reconhecimento, violência e a falta de respeito dos alunos. Problemas constantes e perturbadores. No entanto, como diria Euclides da Cunha, o professor é antes de tudo um forte.

PLANALTO
NOVO AVIÃO

A Força Aérea Brasileira (FAB) opera há algum tempo com um avião Boeing 767-300ER, bem maior do que o Aerolula, que foi alugado da Colt, mas o aluguel já está vencendo. A aeronave, inclusive, foi usada por Michel Temer. Comenta-se que o escritório da Comissão Brasileira de Aeronáutica em Washington está trabalhando no processo de aquisição de um Boeing 767-300ER para servir diretamente à FAB e indiretamente à Presidência da República. O Aerolula não funciona para voos internacionais de longa distância, todo mundo sabe. Dizem que o presidente Jair Bolsonaro aprova a aquisição.




Publicidade