Publicidade

Estado de Minas MÁRIO FONTANA

Declaração Universal dos Direitos do Homem e do Cidadão faz 230 anos


postado em 26/08/2019 04:00 / atualizado em 25/08/2019 19:47

Em encontro no Hotel Fasano, os advogados Ricardo Maneira, presidente da Comissão de Direito Tributário da OAB, Rosara Oliveira Maneira e Marcus Vinicius Furtado Coelho, ex-presidente da OAB nacional(foto: R. Guerra/Divulgação)
Em encontro no Hotel Fasano, os advogados Ricardo Maneira, presidente da Comissão de Direito Tributário da OAB, Rosara Oliveira Maneira e Marcus Vinicius Furtado Coelho, ex-presidente da OAB nacional (foto: R. Guerra/Divulgação)

 
 
DIREITOS HUMANOS
DECLARAÇÃO UNIVERSAL

Completam-se hoje os 230 anos da aprovação, pela Assembleia Nacional da França, da Declaração Universal dos Direitos do Homem e do Cidadão, o primeiro documento democrático do mundo, em que são proclamados os direitos fundamentais do ser humano no que toca à política, economia, liberdade de ir e vir, segurança e propriedade. O primeiro dos 17 artigos diz: “Os homens nascem e são livres e iguais em direitos. As distinções sociais só podem ter fundamento na utilidade comum.”

***

O documento francês serviu de base para a formulação da Declaração Universal dos Direitos Humanos, promulgada pelas Nações Unidas em 10 de dezembro de 1948, com prazo de validade ad perpetuam. Teoricamente, os 17 artigos da Declaração dos Direitos do Homem são perfeitos. O diabo é que jamais foram respeitados por governantes e grandes nações durante seus 230 anos de vigência. E, ao que tudo indica, vai ser assim até o fim dos tempos.

TEMPO QUENTE
FESTIVAL DE DECLARAÇÕES

Pois é. O calor dos incêndios devastadores registrados na Amazônia, que preocupam o mundo, esquenta o temperamento não só dos políticos brasileiros, como também dos estrangeiros, ligeiramente exaltados com o fogaréu e a fumaça. O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, ao comentar a futura proclamação da Amazônia como patrimônio mundial da humanidade pela Unesco, foi direto e reto: “Esse negócio de patrimônio da humanidade é uma bobagem”. O deputado federal Eduardo Bolsonaro compartilhou vídeo de um youtuber que chamou de “idiota” o presidente da França, Emmanuel Macron. Na contraofensiva, o mandatário francês disse que o presidente Bolsonaro mentiu para ele ao declarar que respeitaria o Tratado de Paris no que toca ao meio ambiente.

***

Por outro lado, o governador de Rondônia, Antonio Denarium, apesar dos milhares de focos de incêndio provocando uma fumaça dos diabos em seu estado, disse que “está tudo sob controle”. E completou: “Esse negócio de incêndio é próprio da região”.
 
 
CORAL LÍRICO
QUATRO DÉCADAS

O Coral Lírico de Minas Gerais, criado em 1979, será homenageado hoje pela Câmara Municipal de Belo Horizonte por seus 40 anos de atuação, tanto em récitas operísticas no Palácio das Artes quanto em concertos no estado e no país. Receberá diploma de honra ao mérito. Em agradecimento, vai cantar no plenário da casa. No repertório, o famoso coro Va pensiero sull'alli dorate, da ópera Nabuco, de Verdi. Com 58 integrantes, é o maior corpo coral do estado.
 
 
EXPOMINAS
SUPERMINAS 2019

De 15 a 17 de outubro, o Expominas receberá o 33º Superminas, o maior congresso de supermercados do estado, que abrange também a área de panificação. O evento, que cresce em tamanho a cada ano que passa, contará com mais de 500 expositores e programação variada. Haverá apresentação das últimas novidades do setor. Promoção da Associação Mineira de Supermercados, presidida por Alexandre Poni, do Verdemar. Entre os palestrantes, o nadador César Cielo e Alexandre Garcia.
 
 
SERTÕES 2019
E VAMOS EM FRENTE

Com a presença de pilotos mineiros, teve início no sábado, em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, o 27º Rally dos Sertões, a maior competição do gênero do Brasil e a segunda do mundo. Termina em 1º de setembro. Os 300 denodados pilotos estão cumprindo hoje o terceiro dia do percurso. Já passaram por focos de incêndio em Goiás, Tocantins, Piauí e Ceará. O negócio é dureza: fumaça, poeira, calor e velocidade. Salve o Sertões 2019!
 
 
MINISTRA JEITOSA
APRENDIZADO MINEIRO

Setores políticos, agrícolas e da imprensa afirmam que o jeito especial da ministra da Agricultura, Tereza Cristina, de aparar arestas, conduzir assuntos espinhosos e acertar opiniões divergentes entre a classe ruralista e o governo Bolsonaro deve-se ao fato de ela ter aprendido o jeito mineiro de fazer política quando estudou agronomia na Universidade Federal de Viçosa. A se destacar que Tereza Cristina integrou o grupo que aconselhou o presidente da República a tomar providências urgentes em relação à onda de incêndios na floresta amazônica. Fez sugestões “dentro do maior respeito”, para ajudar a diminuir a pressão.

MULTINACIONAL
ATUAÇÃO EM MINAS


O Grupo McCain, multinacional canadense de alimentos, é famoso no setor de batatas fritas. Atuante também no Brasil, escolheu Minas Gerais como sua base principal de operação, tendo o município de Araxá como sede. O primeiro passo foi a aquisição do controle da empresa de alimentos Sérya, que funciona naquela cidade. Em seguida, anunciou a construção de sua primeira fábrica de batatas pré-congeladas no Brasil, investimento de US$ 100 milhões, que será inaugurada em 2021. Para demonstrar mais ainda seu amor pelo estado, a McCain adquiriu, recentemente, 49% da Forno de Minas, a nossa famosa produtora de pão de queijo.

CIDADÃO HONORÁRIO
CARLOS GUIMARÃES LEÃO

O cirurgião plástico capixaba Carlos Eduardo Guimarães Leão, integrante do corpo clínico do Hospital Mater Dei, foi homenageado pela Assembleia Legislativa com o título de cidadão honorário de Minas Gerais, entregue sexta-feira, durante prestigiada solenidade. Entre os motivos para a concessão da honraria está o fato de Guimarães Leão ser perito em cirurgia reparadora, com destaque para sua atuação no tratamento de vítimas de queimaduras. O autor da proposta foi o deputado João Vitor Xavier.

PAISAGISMO
JARDINS VERTICAIS

Em 12 de setembro, a empresa sueca Husqvarna, especializada em equipamentos para paisagismo, vai promover curso sobre jardins verticais e telhados verdes, ainda pouco conhecidos em BH. Esses jardins filtram a poluição. O palestrante será o engenheiro Marcelo Kozmhinsky. A Husqvarna é a inventora do famoso robô que corta grama 24 horas por dia. 


Publicidade