Publicidade

Estado de Minas

Mário Fontana


postado em 27/07/2019 04:00



Três figuras icônicas do Grupo Corpo: Rodrigo Pederneiras, Freuza Zechmeister e Paulo Pederneiras (foto: Leandro Couri/EM/D.A Press)
Três figuras icônicas do Grupo Corpo: Rodrigo Pederneiras, Freuza Zechmeister e Paulo Pederneiras (foto: Leandro Couri/EM/D.A Press)

GRUPO CORPO
Homenagem a Gil

Como já é tradição, o Grupo Corpo, a conhecida companhia de dança mineira, faz a estreia de seu novo balé em São Paulo, onde tem início a turnê nacional. Este ano, a estreia está marcada para 7 de agosto, no Teatro Alfa. Gil homenageia o cantor e compositor Gilberto Gil, autor da trilha sonora do espetáculo. Esta semana, o baiano informou que ele será dividido em três partes, baseadas em seus sucessos Aquele abraço, Tempo rei e Sítio do Picapau Amarelo. A coreografia, como de praxe, ficou a cargo de Rodrigo Pederneiras, fundador e diretor artístico da companhia. De 27 de agosto a 1º de setembro, o grupo se apresentará no Palácio das Artes, em BH.

PREVENÇÃO
Acidentes do Trabalho

Hoje é o Dia da Prevenção do Acidente do Trabalho, data das mais importantes no que diz respeito a uma das maiores tragédias que ocorrem no país, que, ironicamente parece não preocupar muito a sociedade brasileira. O acidente do trabalho é uma das maiores causas do chamado “morticínio evitável” no Brasil. Segundo o Observatório Digital de Saúde e Segurança do Trabalho, a cada 3h38min, um trabalhador morre vítima de acidente do trabalho no país. A cada 48 segundos, um deles sofre acidente.

***

De 2012 a 2018, o Brasil registrou 4,7 milhões de acidentes de trabalho, que provocaram cerca de 15 mil mortes. Teriam custado à Previdência e serviços assistenciais a soma de R$ 82 bilhões. Foram perdidos 357 milhões de dias de trabalho com afastamentos para tratamento de saúde. Para piorar, de sete acidentes que ocorrem no ambiente de trabalho, apenas um seria registrado oficialmente. Aí vocês já viram...

FIM DE FÉRIAS
Adeus, trânsito leve

Neste mês de julho, o trânsito em BH não ficou tão tranquilo quanto nos anos anteriores, mas está pegando mais leve, pois estamos no período das férias. Por outro lado, ficou evidente que o aumento do número de carros nas ruas é tão constante que em breve não haverá mais diferença entre os meses de férias e de trabalho. O jeito é aproveitar os quatro dias restantes de julho, pois os idos de agosto, mês do desgosto, começam na semana que entra.

REPERCUSSÃO
Guimarães Rosa em foco

Repercutiu no Rio de Janeiro, São Paulo e outras praças a notícia sobre a ameaça de demolição da casa onde morou o escritor Guimarães Rosa em Belo Horizonte, na esquina das ruas Congonhas e Leopoldina, no Bairro Santo Antônio, onde funcionou o saudoso Bar do Lulu. O imóvel integra o conjunto de 12 casas tombadas pelo serviço do patrimônio da prefeitura da capital. Ato seguinte, veio a reconfirmação da notícia de que a Construtora Canopus, responsável pelo edifício de 27 andares que será erguido no local, vai preservar a antiga residência do grande escritor mineiro.

DISNEY WORLD
Mineirada na Flórida

Julho é mês de viagem da garotada à Disney World, passeio que, geralmente, nunca passa por crise. A maior parte das excursões organizadas pela Tia Eliane Tours, agência fundada por Eliane Boechat Cunha, saiu lotada. As que incluíam Nova York e outros roteiros tiveram lugares esgotados antes do prazo, mesmo com o dólar quase sempre em alta. As demais agências também não se queixaram.

VARIG
Ação bilionária

O juiz João Carlos Mayer, da 17ª Vara da Justiça Federal de Brasília, que atuou na Justiça Federal em Belo Horizonte (era frequentador habitual dos almoços da confraria Quella Tavola, no Automóvel Clube), esteve esta semana no noticiário jurídico. Ele é autor da liminar que suspendeu o pagamento de R$ 6 bilhões à massa falida da Varig, que alega ter direito a esse total pelas perdas causadas pela política de congelamento das tarifas aéreas implantada pelo governo entre 1985 e 1992. Mayer aceitou o argumento da Advocacia-Geral da União de que a Varig acumula R$ 10 bilhões em dívidas tributárias com a União. Portanto, o governo federal é credor da Varig, e não devedor.

LIVRO
Lançamento na Leitura

A professora e pedagoga Valderez Valle, pioneira em Minas Gerais do movimento de alfabetização de adultos, continua ativa aos 80 anos. Na direção do Instituto Brasileiro Edouard Claparède, implantou novos métodos de inclusão de “crianças diferentes” na grade dos alunos comuns. Como também é escritora, lança em 1º de agosto, na Leitura do Pátio Savassi, o livro autobiográfico Sá Dona Avó, em que relata seus embates no campo educacional. Autógrafos às 19h.

AUTOMÓVEIS
Mercado “ilógico”

Segundo relatório da Federação Nacional de Distribuidores de Veículos Automotores, a venda de automóveis no primeiro semestre registrou aumento de 11,2% em relação ao mesmo período do ano passado. Tudo bem. Só que o relatório apresenta detalhes diferentes dos usuais. Em primeiro lugar, houve queda na venda de carros mais baratos e aumento de emplacamento dos mais caros. Sinal de que a crise afeta mais quem já não tem dinheiro. Houve política tão grande de descontos dos preços que isso provocou a redução de impostos devidos ao governo. Proporcionalmente, a venda de carros para empresas foi muito maior do que para pessoas físicas. Para completar, o “preço real” está caindo, fora os descontos. Se vai ter quebradeira pela frente, não se sabe.

CELULAR
Fechar e dobrar

Depois de três adiamentos, ficou marcada para setembro a estreia mundial do novo celular da Sansumg. A grande novidade é a tela dobrável, o que provavelmente reduzirá seu tamanho. Primeiro, o proprietário desdobra o celular, usa o dito-cujo, volta a dobrá-lo e o coloca no bolso ou na bolsa. Quando o produto virá para o Brasil, não se sabe. O preço é bem salgado.

COOPERATIVISMO
Frente de apoio

Ronaldo Scucato, presidente do Sistema Ocemg (Organização das Cooperativas de Minas Gerais), foi homenageado na Câmara Municipal de Belo Horizonte por sua atuação à frente do órgão. Na sessão, foi criada a Frente Parlamentar de Apoio ao Cooperativismo, que será presidida pelo vereador Maninho Félix.



*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade