Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas

Cachoeiras, rios e lagos: veja como se divertir à beira d'água com segurança

O grande volume de chuva que atingiu Minas Gerais no mês de janeiro impõe cautela a quem deseja curtir um descanso nas águas do estado


postado em 04/02/2020 04:00 / atualizado em 11/02/2020 08:32


A intensa chuva que atingiu nosso estado ao longo do mês de janeiro impôs maior cautela aos turistas que desejam se banhar nas diversas cachoeiras, rios, lagos.  No mês passado (2/1), cinco pessoas morreram e mais de 50 ficaram ilhadas após uma cabeça d'água atingir uma das cachoeiras do complexo do Parque Ecológico do Paredão, em Guapé, no Sul de Minas. A região foi atingida por uma ‘cabeça d’água’, aumento repentino do nível de um rio, devido a chuvas nas cabeceiras ou em trechos mais altos de seu percurso.
 
Pensando na sua segurança, fornecemos algumas dicas para que todos os turistas possam aproveitar as águas naturais sem risco.
 
  • Cuidado com o nível dos rios. O aumento do volume de água em uma velocidade muito rápida é comum em períodos de fortes chuvas, como os que estamos passando neste início de 2020.

  • Cuidado com as pedras escorregadias, principalmente as pretas, pois, quando molhadas, quase não é possível notar o deslizamento.

  • Evite usar tênis. Opte por andar descalço, para sentir melhor o apoio dos pés nas rochas. Botas especiais são uma boa alternativa.

  • Ande como os “macacos”, com as mãos e os pés apoiados no chão. Isto evitará tombos maiores. Para atravessar rios com corredeiras, use uma corda como apoio.
  • Nunca mergulhe sem antes verificar a profundidade do poço.
  • Se for pular de alguma pedra em poços naturais, procure falar com quem já pulou, de preferência um morador local. 
  • Não mergulhe em águas desconhecidas.
  • Evite entrar na água, para nadar, depois de lanches e refeições.
  • Tenha sempre na mochila toalha e roupa de banho extra. Depois de um banho gelado é preciso se enxugar e colocar roupa seca. Caminhar com roupa molhada provoca assaduras.
  • Se for acampar, visite antes o local e verifique as condições da área de camping.
  • Não ingira bebida alcoólica antes de entrar na água.
  • Não deixe crianças sozinhas ao redor de lagos, represas, rios e cachoeiras.
  • Não entre em locais onde há avisos de perigo de morte ou em águas poluídas.
  • Aproveite a sombra das árvores para descansar.
  • Em caso de problemas, ligue imediatamente para o Corpo de Bombeiros: 193. 

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade