Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas COLUNA DE JAECI CARVALHO

Galo derrota o Inter e chega aos nove pontos

Nathan marcou o gol do Galo logo no primeiro minuto


16/06/2021 21:10

Nathan marcou o gol do Galo logo no primeiro minuto(foto: Pedro Souza/Atlético)
Nathan marcou o gol do Galo logo no primeiro minuto (foto: Pedro Souza/Atlético)
 
O Atlético foi a Porto Alegre e derrotou o Internacional por 1 a 0, gol de Nathan, mantendo-se entre os ponteiros do Brasileirão, com 9 pontos: 3 vitórias em 4 jogos. O time mineiro mandou em boa parte do primeiro tempo, e se beneficiou de ter marcado seu gol logo aos 2 minutos. Sem Nacho Fernández, gripado, o Galo encarava o Inter, que nem treinador tem, já que demitiu Miguel Ángel Ramírez, e tentava se encontrar, depois de péssimo começo. 


Taison, aquele que foi convocado para passear na Rússia, era a atração do time colorado. O time alvinegro confiava em Hulk, em boa fase. Ao contrário da Europa, onde temos público nos jogos da Eurocopa, o Beira-Rio estava vazio. Com 491 mil mortes pela Covid-19, é inadmissível pensar em torcida nos jogos. Apesar de muita insensibilidade das pessoas.

E o Galo começou furioso. Hulk dividiu com a zaga e tocou para Nathan. Ele fuzilou, sem chances para Daniel: 1 a 0, num começo excepcional.

É impressionante como o Inter se desmontou depois da saída de Abel Braga. De vice-campeão brasileiro para um amontoado em campo. 

Jair foi lançado na direita, livre. Poderia ter chutado, mas cruzou e perdeu grande chance. O Galo era absoluto, e o time gaúcho tinha dificuldades para chegar. 

A melhor jogada do Inter foi aos 20 minutos, em cruzamento de Moisés que Allan quase marcou contra. Nathan deu o troco ao chutar da entrada da área, por cima do gol. 

Thiago Galhardo deu de calcanhar, Edenílson entrou e chutou rente à trave. A melhor jogada do Inter. O time colorado melhorava no ataque, chegando mais. Eu diria que o Galo dominou boa parte dos primeiros 45 minutos. O Inter ficou com os 15 minutos finais.

Taison sentiu uma contusão muscular aos 4 minutos do segundo tempo. Sempre foi um jogador bem comum, e a informação é de que ganha uma fortuna no Beira-Rio. Repatriar ex-jogadores em atividade é uma prática entre os irresponsáveis dirigentes brasileiros, pagando salários de Europa. 

Réver deu um presente a Thiago Galhardo. Ele entrou na área, driblou Everson, mas Arana salvou. Galhardo perdeu um gol incrível, numa falha gritante de Réver. Nathan saiu para a entrada de Dodô. Arana passou a jogar pelo meio. Escanteio para o Inter. Everson falhou, e Réver salvou o Atlético. 

Faltava um jogador com qualidade, que fosse pra cima, driblando, abrindo as defesas. No futebol brasileiro, isso está cada vez mais raro. Bela jogada do Inter, Galhardo cruzou, e Maurício perdeu na cara de Everson. Hulk puxou o contra-ataque, tocou para Allan, que chutou forte. Daniel fez grande defesa. Keno entrou na vaga de Hyoran. 

O Inter pôs Lindoso e Caio Vidal. Dodô, que acabara de entrar, sentiu uma contusão muscular e pediu para sair. Cuca colocou Marrony. Borrero entrou na vaga de Jair.

Com tantas alterações, a partida caiu um pouco. O Galo esperava um contra-ataque para matar o jogo. O Inter forçava o empate, mas com pouca objetividade. Bolas alçadas na área, mas sem precisão. E assim o Galo volta para BH com mais 3 pontos, se mantendo entre os ponteiros da competição. O Galo descansa até segunda-feira, quando vai receber a Chapecoense, no Mineirão.

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade