Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas ARTES VISUAIS

''Trem das cores'' é a nova seção da coluna HIT, publicada às quartas

Um artista plástico e um ator, diretor ou escritor trabalharão o conceito de valorização das artes. Carol Silva e Lelena Lucas são as convidadas de hoje


10/11/2021 04:00 - atualizado 10/11/2021 02:37

ilustração de Lelena Lucas mostra formas coloridas em tons alegres de rosa, amarelo e vermelho
(foto: Lelena Lucas/divulgação)
 “Ser produtora audiovisual nos tempos atuais é um ato de resistência. Poder criar histórias, levar o espectador para imersão em outro universo é o que nos faz continuar. Filmes são capazes de abrir horizontes, subverter conceitos e gerar importantes reflexões. E é isso que fazemos aqui na Limonada. Criamos conteúdos com poder transformador. Que a arte e a cultura estejam cada vez mais presentes em nós, porque, através delas, conseguimos fazer deste mundo um lugar mais sensível e atento. Eles passarão, nós passarinho.”

Texto: Carol Silva, head de criação da Limonada Content House e diretora de Fotografia do curta “A primeira perda da minha vida” (coprodução com o Grupo Galpão).
Ilustração: Lelena Lucas, artista plástica, escritora, coreógrafa e coordenadora da Corpo Escola de Dança, vinculada ao Grupo Corpo.


FÁTIMA PENA
FLORES E ESQUINAS

Até 23 de janeiro, o público poderá visitar a exposição “Fátima Pena: flores inexatas, esquinas de sombra”, na galeria de arte do Minas Tênis Clube. A abertura teve visita mediada pelo curador Marconi Drummond com as presenças da diretora institucional do Instituto Unimed-BH, Mercês Fróes, de Rute Assis, gerente do Instituto Unimed-BH Minas, e de André Rubião, diretor de Cultura do Minas Tênis Clube.

***

O encontro foi marcado pela emoção. Fátima lembrou que sua primeira mostra foi realizada por Palhano Júnior, em 1976, no Salão Jovem do Minas Tênis Clube. “Passados 45 anos, tenho a alegria de estar aqui novamente, mostrando um pouco do que resultou nesse tempo”, disse a artista. Devido à COVID-19, a capacidade de visitantes é limitada a 30 pessoas. O uso de máscara é obrigatório.

DEVISE
OLHOS ABERTOS

Os fãs vibram com o anúncio do lançamento do disco da Devise, “Depois de abrir os olhos”, marcado para 26 de novembro. O terceiro álbum do grupo foi gravado em junho, no estúdio Pacific, sob produção musical de Cris Simões. Os convidados são a francesa YSEE, na faixa “Aurora”, e Lucas Guerra, em “De quanto em quanto tempo?”.

GIRAMUNDO
NA RAULZONA

O Giramundo, que está completando 50 anos, é um dos convidados da sexta edição do Circuito Urbano de Arte (Cura). Na Praça Raul Soares, será instalada intervenção do grupo de teatro de bonecos. A obra é inspirada no círculo do cosmograma bakongo, dividido em quatro quadrantes: musoni (concepção), kala (nascimento), tukula (crescimento e amadurecimento) e luvemba (envelhecimento) – representando os movimentos do Sol, as fases da vida e o grande ciclo do universo.










*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade