Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas COLUNA HIT

Trinta chefs destinaram 2 mil pratos a moradores carentes de BH

Ação fez parte do projeto Fartura du Brasil, que pela primeira vez será realizado simultaneamente em seis capitais, incluindo Belo Horizonte


27/11/2020 04:00 - atualizado 27/11/2020 07:38

Chefs do Fartura Brasil reunidos no Senac, onde prepararam pratos para distribuir à população carente de BH(foto: Nereu Jr./ Divulgação)
Chefs do Fartura Brasil reunidos no Senac, onde prepararam pratos para distribuir à população carente de BH (foto: Nereu Jr./ Divulgação)

 Festival Fartura Gastronomia du Brasil se ajustou a estes tempos de pandemia. A próxima edição, de 11 a 13 de dezembro, ocorrerá simultaneamente em São Paulo, Brasília, Fortaleza, Belém, Porto Alegre e Belo Horizonte. Em cada uma das cidades, o público poderá solicitar o prato criado a quatro mãos por um chef local e um convidado.

• • •

As duplas ficaram divididas assim: Rodrigo Oliveira (SP) e Thiago Castanho (PA); Janaína Rueda (SP) e Flávio Trombino (MG); Morena Leite (SP) e Vico Crocco (RS); Saulo Jennings (PA) e Caio Soter (MG); Matheus Paratella (MG) e Ronny Peterson (DF); Caetano Sobrinho (MG) e Eduardo Campelo (CE); Marise Rache (MG) e Marcelo Gonçalves (RS); Paulo Anijar (PA) e Thiago Paraíso (DF); Eliana Ferreira (PA) e Ivan Prado (CE); Daniela Martins (PA) e Marcelo Schambeck (RS); Diego Badra (DF) e Marco Gil (CE); Rosario Tessier (DF) e Natalia Tussi (RS); Marcelo Petrarca (DF) e Mara Salles (SP); Felipe Viana (CE) e Carlos Kristensen (RS); Van Régia (CE) e Manuelle Ferraz (SP).

• • •

As 15 duplas se reuniram no Senac, em Belo Horizonte, para gravar as receitas que estarão disponíveis na internet. Os protocolos de saúde foram rigorosos. Todos os chefs testaram negativo no exame feito antes do embarque para a capital mineira e de eles ingressarem nas instalações do Senac. Apenas um não chegou a decolar para Belo Horizonte. Trabalho concluído, o grupo se reuniu para preparar duas mil refeições para distribuição à população carente em BH. Todo mundo de máscara.

BESTA FERA
ON-LINE NO INHOTIM

A chuva ameaçou, mas não atrapalhou a gravação do show de Jards Macalé, no início do mês, no Instituto Inhotim. Respeitando todos os protocolos de segurança, a apresentação teve como cenário Magic Square #5, obra de Hélio Oiticica, e estará disponível sábado (28), no YouTube e Facebook do instituto. Macalé, sempre bem-humorado, alegrou o show várias vezes com piadas, reiterando a alegria de fazê-lo em Inhotim. Mais de 30 pessoas, entre técnicos de som e câmeras, foram acompanhados por alguns funcionários do instituto.

• • •

No repertório, canções do álbum Besta Fera e músicas em que Macalé homenageou Hélio Oiticica. O cantor e compositor chegou a Inhotim no final de semana anterior à gravação para aproveitar o museu recém-reaberto. Visitou a Galeria Claudia Andujar e o Sonic Pavilion, de Doug Aitken, entre outros espaços.


(foto: Carlos Leandro/Divulgação)
(foto: Carlos Leandro/Divulgação)

EU USO MÁSCARA
LUIZ ARTHUR

O ator Luiz Arthur segue à risca os protocolos para evitar a proliferação do novo coronavírus. A máscara já é parte do seu dia a dia. “Estou de máscara agora, tomando todos os cuidados e doido para voltar para casa”, disse ele, por telefone, do Rio de Janeiro, onde estava a trabalho. Coordenador e professor da Escola de Teatro da PUC Minas, Luiz coordena a fase final da montagem de peças on-line com os alunos, projeto que estreia em 2 de dezembro, no YouTube.

• • •

“A escola é pioneira no Brasil na apresentação de espetáculos on-line. Os alunos em casa, nós também. O espetáculo (Fim de partida, de Beckett) está pronto, com uma hora e dez minutos, tudo feito em casa”, reforça o ator, revelando preocupação com a contaminação crescente em Belo Horizonte. “Não voltaremos enquanto não houver segurança total. Por enquanto, cada um transforma sua casa em palco. Os alunos fizeram tudo de forma maravilhosa”, diz Luiz Arthur.

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade