Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas HIT

Em sua segunda semana, Diário da quarentena traz relatos emocionantes

A jornalista e apresentadora Fernanda Ribeiro reconhece que agora é hora de nos reconectarmos com a família, os amigos e com quem amamos


postado em 25/03/2020 04:00 / atualizado em 24/03/2020 20:30


Engraçado como grandes eventos, tragédias e acontecimentos fazem a gente querer voltar ao passado. Eu, nestes tempos de coronavírus, dei para tirar fotos antigas das caixas. Talvez as lembranças de dias mais felizes me ajudem a confirmar que depois da tempestade sempre vem a bonança. Curioso pensar que cada foto ali traz um momento, mas todas elas me mostram que é um tempo de espera e que depois dessa espera os rituais da vida precisam ser resgatados. Uma refeição à mesa, um tempo pra ler, escrever, a convivência de verdade com os filhos, com o marido, com a mulher. Com os amigos. Com os pais. Reconectar-se!

A tecnologia está aí para nos ajudar nessa pausa forçada do tempo. Conversas via WhatsApp, vídeos, músicas e até festivais de arte acontecendo na web vão amenizando nossa solidão, mas nada, nada disso é suficiente se o período de recolhimento forçado não servir pra gente olhar pra dentro. Entender que pausas são necessárias. E respiração também.

Sei que vivemos num mundo frenético em que o dinheiro é o Deus Sol, mas será que é sobre isso? Só isso? Será que não é hora de parar de querer tanto, ou mais, ou o que não precisamos? Será que não é hora de olhar pro lado, pro outro, mesmo que virtualmente, e ver que homem nenhum é uma ilha?

Outro dia, li na página de uma amiga um trecho do texto tirado do livro A queda do céu – Palavras de um xamã yanomami, de Davi Kopenawa Yanomami, que saltou aos meus olhos como uma lição de vida: “Só existe um céu e é preciso cuidar dele!”

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade