Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Publicidade

Estado de Minas

Vinte anos do Monobloco serão comemorados no carnaval de Belo Horizonte

Desfilando pela terceira vez na capital mineira, a agremiação fará concentração, em 25 de fevereiro, na Esplanada do Mineirão


postado em 14/01/2020 04:00

(foto: Dynelle Coelho/Divulgação)
(foto: Dynelle Coelho/Divulgação)
No ano em que comemora 20 anos de sua fundação, o Monobloco vai desfilar pelo terceiro ano consecutivo em BH, em 25 de fevereiro. Formado a partir de uma oficina de percussão, o bloco, comandado por Pedro Luís e cia, vem formando a bateria de instrumentistas de Minas há 3 anos: são eles que comandam a marcação do desfile, que acontece no entorno do Mineirão. Para celebrar 20 carnavais, o Monobloco 2.0 fez nova identidade visual e uma camiseta exclusiva para BH, ambas assinadas pela agência carioca 6D.


Para Celson Alvim, diretor das baterias do Monobloco, que desfilam também em São Paulo e no Rio de Janeiro, a força motriz do bloco, que fez chegar até aqui, 20 anos depois, são os batuqueiros. “Gente que se aproxima da música, do carnaval, da rua e descobre o prazer de tocar bem. São eles que nos moverão rumo aos próximos 20 anos." A concentração está marcada para as 10h30, e a saída do bloco, às 12h30, em frente à Esplanada do Mineirão.

PASTEL DE ANGU
O MELHO DO BRASIL

Reza a lenda que o pastel de angu mais perfeito do Brasil é encontrado em Conceição do Mato Dentro, graças ao talento de Lélia Maria Generoso Evangelista, a tia Lélia, como é carinhosamente chamada. Ela aprendeu a receita com a mãe e hoje seus pastéis são considerados patrimônios na cidade. Tia Lélia é uma das quitandeiras confirmadas na segunda edição do Festival Cultura e Gastronomia Conceição do Mato Dentro, que integra o calendário do Fartura – Comidas do Brasil, realizado entre 18 e 20 de janeiro na cidade que vem chamando a atenção pelo seu potencial turístico e tradições gastronômicas.

INHOTIM FECHADO
UM ANO DEPOIS

Sábado (25), dia que completa um ano do rompimento da barragem em Córrego do Feijão, em Brumadinho, o Instituto Inhotim estará fechado em homenagem e respeito às vítimas da tragédia. No dia seguinte, com casa aberta, está previsto o Concerto de Mantras, às 15h30. O encontro, aos pés da centenária Tamboril, vai reunir os cantores Renato Motha e Patricia Lobato, liderando grupo de músicos que fundirão música brasileira contemporânea com os mantras da Índia.

GESSINGER
HISTÓRIAS DE UM MÚSICO

Os fãs de Humberto Gessinger, que atrai multidões em suas apresentações, não têm o que reclamar. O músico, ex-Engenheiros do Hawai, disponibilizou um documentário com detalhes da produção do disco mais recente, Não vejo a hora. Em 12 minutos, Gessinger conta como foram as gravações, as ideias para composições e outras curiosidades em torno do disco. Enquanto isso, ele continua com a turnê que segue para o interior do Rio de Janeiro, São Paulo e Santa Catarina.

TIRADENTES
MUITO MAIS QUE CINEMA

Para promover o diálogo entre o cinema e as outras artes, a programação artística da 23ª Mostra de Tiradentes oferece gratuitamente atrações culturais para quem visitar a cidade histórica entre 24 de janeiro e 1º de fevereiro. Abrindo o calendário de shows e performances, o Grupo Galpão se apresentará no sábado (25), com o espetáculo De tempo somos – Um sarau do Grupo Galpão. A apresentação está prevista para as 0h30, no Sesc Cine-Lounge.


Publicidade