Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas

A dois meses da folia, atrações estão confirmadas para festas indoor

Bhaskar, Bruno Martini, Tropkillaz, The Fish House, Diplo, Claptone, KSHMR e Timmy Trumpet estão no line up da segunda noite do Carnaval do Mirante


postado em 19/12/2019 04:00 / atualizado em 19/12/2019 15:24

(foto: e-Music Relations/Divulgacao)
(foto: e-Music Relations/Divulgacao)

Em sua sétima edição, o Carnaval do Mirante completou o line up da noite dedicada à música eletrônica. A segunda-feira gorda, 24 de fevereiro, vai reunir Bhaskar, Bruno Martini, Tropkillaz e The Fish House. A eles se juntarão Diplo, Claptone, KSHMR e Timmy Trumpet.

>>>

A moçada fã de eletrônica vai vibrar com Bhaskar, o gêmeo de Alok, e Bruno Martini, dono do hit Hear me now, uma das músicas mais ouvidas da década no Brasil.

EM NÚMEROS
ENCANTOS DE NATAL

Papai Noel fará a alegria da criançada de sexta a segunda-feira, no Mineirinho. O bom velhinho será o astro do espetáculo Encantos de Natal, mas é a grandiosidade da montagem que chama a atenção. Só para o transporte de todo o material da cidade gaúcha de Canela, sede da produtora D'arte Multiarte, a Belo Horizonte foram necessárias seis carretas. No estafe, há 150 profissionais, sendo 80 artistas, que utilizam 190 figurinos. O palco tem 1,4 mil metros quadrados e a expectativa é receber 10 mil pessoas em nove sessões do musical. O elenco é formado pela equipe fixa da D'arte Multiarte e artistas selecionados em audição na capital especialmente para a temporada mineira.

MEIO AMBIENTE
NA PONTA DOS PÉS

Com direção de Lucas Pierre e Glaydson Oliveira, Grito de Gaia terá única apresentação nesta quinta-feira, às 19h30, no Grande Teatro Sesc Palladium. Com temática ambiental, o projeto do Conservatório Mineiro de Dança foi pensado a partir das adversidades pelas quais o Brasil tem passado.

>>>

Um dos destaques da noite é Lucas Pierre, que tem a dança em sua vida desde muito jovem. Natural de Divinópolis, ele começou aos 8 anos. Aos 17, escolheu Belo Horizonte para morar e ingressou na Companhia de Dança do Sesiminas, na qual permaneceu por nove anos como primeiro bailarino. Também integrou as companhias de Deborah Colker, no Rio de Janeiro, e do Sesc Palladium, em BH.

Compartilhe no Facebook
*Apenas para assinantes do Estado de Minas

Publicidade