Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Publicidade

Estado de Minas

O novo ano chegou e com ele as curiosidades da língua

Dois pares formam 20-20. São duas dezenas no começo e duas no fim. A língua também tem seus casaizinhos. Trata-se das duplinhas de...a e da...à. Um a tem crase. O outro vem soltinho e feliz como pinto no lixo


postado em 08/01/2020 04:00 / atualizado em 07/01/2020 15:53

(foto: DANIEL RAMALHO/AFP )
(foto: DANIEL RAMALHO/AFP )

Recado

“Dizem só ser possível filosofar em alemão, cantar rock em inglês e samba em português.”

Francis Scott Key Fitzgerald
 
Curiosidades de 2020 e da língua
Dois pares formam 20-20. São duas dezenas no começo e duas no fim. A língua também tem seus casaizinhos. Fiéis, eles acreditam que, uma vez unidos, sempre unidos. Dois deles são pra lá de conhecidos. Trata-se das duplinhas de...a e da...à. Um a tem crase. O outro vem soltinho e feliz como pinto no lixo. Por quê?
A razão é uma só: mania de imitação. A língua copia a vida. Lá e cá existem os casais. O que acontece com um acontece com o outro. Desrespeitar o paralelismo é traição. Uma vez cometida, não dá outra. Entra em cena o verbo perder. Lá se vão amores, prestígio, promoções. Valha-nos, Deus!

O primeiro
*De segunda a sexta.
De é preposição pura. A só pode ser preposição pura. Em ambas o artigo não tem vez: Trabalho de quarta a sexta. A farmácia faz entregas de segunda a sábado. Vejo tevê de domingo a domingo.
.
O segundo
*Andei da rodoviária à quadra comercial.
Da é combinação da preposição de com o artigo a. O à vai atrás. O acento funciona como aliança no anular esquerdo. Indica o casamento da preposição a com o artigo a.
Veja exemplos: Trabalho da manhã à noite. Li da página 8 à página 12. O expediente é de segunda a sexta das 8h às 18h30. Estudamos das 14h às 18h.

Sexo
Atenção, gente fina. Às vezes, a preposição de vem casadinha com o artigo o. O sexo não muda a regra. O segundo par mantém a fidelidade: Viajei do Paraguai à França. Fui de carro do Rio à Paraíba. Corri do aeroporto à rodoviária.

Olho vivo
Há ocasiões em que um dos nomes dispensa o artigo. Aí, não dá outra. O casamento fica comprometido: Viajei da França a Portugal. Fui de Cuba à Alemanha.

Superdica
Como saber se o nome pede ou esnoba o artigo? Basta iniciar uma frase com ele. Veja:
Cuba é uma ilha da América do Sul. (Não: a Cuba)
Portugal vive período de grande prosperidade. (Não: o Portugal)
A Alemanha vai retirar as tropas do Iraque.
A França enfrenta manifestações dos coletes amarelos.

Traição
Misturar o par de um com o de outro gera deformações. São os cruzamentos. É como casar girafa com elefante. Já imaginou o pobre do filhote? Veja um exemplo do monstrinho:
Horário do expediente: de segunda a sábado, de 7h30 às 20h.
Reparou? O primeiro casalzinho (de...a) merece nota mil. O segundo cometeu traição. Juntou o parceiro de um par com o parceiro de outro. Xô! A forma bem-amada pela língua é esta:
Horário do expediente: de segunda a sábado, das 7h30 às 20h.
Por falar em horário...
Atenção, marinheiros de poucas viagens. Horas sempre se usam com artigo. Trata-se de casamento indissolúvel, daqueles que Deus uniu e ninguém se atreve a desunir: Trabalha entre as 14h e as 20h. Está aqui desde as 8h. O voo chega depois das 8h. O jogo começou às 16h.

Leitor pergunta
Como se chama quem nasce nos Países Baixos?

n Paulo Gilberto Santos, lugar incerto

Ao se falar em Países Baixos, fala-se na Holanda, cujo nome completo é Reino dos Países Baixos. Quem nasce lá é holandês.

***

Haja visto ou haja vista?

n Luciana Caldas, Rio

Haja vista = veja-se: Ocorreram incidentes no enterro do general iraniano, haja vista o número de mortos. Estudou muito, haja vista o notão que tirou na prova. Ele tem bom apetite, haja vista a variedade de alimentos que põe no prato.

Haja visto = forma do verbo ver: É importante que eu haja lido o livro para comentá-lo. É importante que tu hajas lido o livro e que ele também haja lido o livro. Talvez ele haja visto o filme premiado no Globo de Ouro. É possível que Paulo haja visto as manifestações do Chile. 


Publicidade