Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas

Bolsonaro comemora aniversário

Epidemia de coronavírus impediu que presidente fizesse festa


postado em 22/03/2020 04:00

Bolsonaro com o ministro Mandetta: governo agora vai disponibilizar Forças Armadas no combate à COVID
Bolsonaro com o ministro Mandetta: governo agora vai disponibilizar Forças Armadas no combate à COVID


Parabéns familiar
e o apoio militar

O que teve ontem em Brasília? Parabéns a você em casa junto com os filhos no Palácio da Alvorada? Ou, quem sabe, uma série de medidas restritivas – fechamento de comércio e escolas, por exemplo – ou ainda a proibição de eventos públicos como missas e cultos. Nem rezar foi permitido?

Bem, no Palácio da Alvorada estiveram o senador Flávio Bolsonaro (sem partido-RJ) e o vereador de São Paulo, Carlos Bolsonaro (PSC). Correria foi certo que teve. Calma, não é manifestação da CUT, não. É o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PLS-SP), que fazia o seu cooper nas pistas da residência oficial dos presidentes da República.

Deixando de brincadeira, o fato é que ontem foi aniversário 
de Jair Bolsonaro. Ele completou 65 anos. E mesmo em uma data como esta, o coronavírus não permitiu que teve cantoria de parabéns a você. Por dever de ofício, na porta do palácio só os jornalistas de plantão. Ossos do ofício. Vai que o presidente toma umas e outras e resolve falar…

A única certeza foi que o Ministério da Defesa ativou o Centro de Operações Conjuntas para atuar na coordenação e planejamento do emprego das Forças Armadas no combate à COVID -19. Foram ativados também dez Comandos Conjuntos, que cobrem todo o território nacional.

Além do Comando Aeroespacial (Comae), de funcionamento permanente, os militares poderão ser empregados no apoio às ações federais, o que inclui o controle de passageiros e tripulantes nos aeroportos, portos e terminais marítimos. Como não poderia deixar de ser, também fica a cargo dos militares fazer o controle de acesso nas fronteiras.

É claro que terá de ser assim. Mas é necessário ressaltar que, em meio ao caos na saúde, a questão econômica também preocupa e não é pouco. Afinal, o próprio governo federal reduziu a estimativa de crescimento do país. A previsão do PIB caiu de 2,1% para 0,02%, quase zero.

Não é à toa. A própria Organização das Nações Unidas (ONU) fez projeção de aumento de 35% das pessoas que vivem abaixo da linha da pobreza na América Latina em função da crise. É claro, óbvio e ululante que inclui o Brasil. O PIB previsto fala por si.

Por fim, o resumo oficial do sabadão, terceirizado para a Agência Saúde do governo: “O presidente da República, Jair Bolsonaro, assinou medida Provisória e decreto que têm o objetivo garantir a aquisição de bens, serviços e insumos destinados ao enfrentamento da emergência de saúde pública de importância internacional decorrente do novo coronavírus.

Mais Bolsonaro

Tweet do presidente: Hospital Albert Einstein e a possível cura dos pacientes com a COVID -19. E postou vídeo relatando que pesquisadores do Hospital Albert Einstein, em São Paulo, iniciaram protocolo de testes com cloroquina para tratamento de pacientes diagnosticados com COVID-19, doença causada pelo novo coronavírus. O presidente acrescentou ainda que ordenou ao Laboratório Químico e Farmacêutico do Exército (LQFEX) que aumente a produção de cloroquina imediatamente.

Demorou...
(foto: MARCELO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL)
(foto: MARCELO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL)

Mas saiu. Na sexta-feira, o ministro do STF, Alexandre de Moraes (foto), decidiu que a Procuradoria–Geral da República (PGR) teria que negociar repasse de valores com outros órgãos envolvidos no acordo envolvendo a Petrobras – como a AGU e o Congresso. Ontem, a Advocacia-Geral da União (AGU) concordou com o pedido apresentado pela PGR para que recursos da Petrobras recuperados a partir da operação Lava-Jato sejam destinados ao combate ao novo coronavírus. A instituição é chefiada pelo Advogado-Geral da União, André Luiz Mendonça. Já o Congresso até as emendas parlamentares já tinha dado o dinheiro.

Melhor enforcar

A notícia é que a Fiat Chrysler Automóveis (FCA) vai paralisar na sexta-feira a sua produção em Betim e outros estados. Ela vai dar férias coletivas aos seus funcionários. O detalhe que interessa é a volta aos trabalhos. A data dela, 21 de abril. Aí não dá para resistir, será que os empregados vão enforcar a volta ao trabalho na data marcada? Resposta rápida: 21 de abril é feriado nacional para marcar o Dia de Tiradentes, isso mesmo, o Joaquim José da Silva Xavier, o mártir da Inconfidência Mineira morto na forca.

O plantonista

O juiz Murilo Silvio de Abreu, em plantão no Judiciário mineiro, determinou que o secretário de Saúde do Estado, Carlos Eduardo Amaral, e os presidentes dos Conselhos Regionais de Farmácia e Medicina tomem as providências necessárias, de forma imediata  – com a edição de medidas normativas e/ou ações práticas, cada um em sua área de atuação – para impedir a venda do medicamento hidroxicloroquina, em farmácias e drogarias de Minas Gerais, sem a retenção da receita médica.

''Julguei prudente divulgar o resultado para, caso tenham manifestado algum sintoma, vocês façam o exame para descartar qualquer possibilidade e diminuir o contágio pelo vírus”

. A frase é do presidente nacional do Avante, o deputado federal mineiro Luís Tibé, nascido em Belo Horizonte, ao anunciar no Facebook que o seu teste deu positivo para o coronavírus. Prudência pouca não é bobagem. Está cheio de razão o parlamentar de não esconder e sugerir que sigam o seu exemplo. Para registro, ele está na Câmara dos Deputados desde 2011.

pingafogo

. Em tempo, sobre a forca de Tiradentes: trazendo para os dias atuais, vale ressaltar que Joaquim Silvério dos Reis, crente que teria suas dívidas perdoadas pela Coroa Portuguesa, foi o responsável pela primeira delação premiada, hoje tão usada pelos políticos atuais. Basta trocar forca pela Lava-Jato.

. Mais saúde. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) registrou ontem pontos de bloqueio em várias saídas de rodovias federais no estado do Rio de Janeiro. Um deles foi feito pela Polícia Militar, cumprindo a determinação do decreto do governador Wilson Witzel (PSC).

. Com isso, as medidas estão previstas até nos acessos e saídas da ponte Rio-Niterói. O detalhe: a matéria da Agência Brasil, a do governo federal, foi atualizada às 16h40 para enfatizar que a PRF não é a responsável pelos bloqueios no estado feitos por Witzel.

. Com o grave momento da disseminação da COVID-19 no Brasil e da possível do Poder Judiciário ser acionado para a liberação do uso da hidroxicloroquina e da cloroquina, o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) divulga estudo técnico elaborado pelo Hospital Sírio-Libanês a respeito da substância.

. De acordo com o documento do CNJ, a eficácia e a segurança dos medicamentos em pacientes com COVID-19 é incerta e seu uso de rotina para esta situação não pode ser recomendado. Sendo assim, com certeza, o melhor é encerrar por hoje com a devida quarentena e tudo mais.





Compartilhe no Facebook
*Apenas para assinantes do Estado de Minas

Publicidade