Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas EM DIA COM A POLÍTICA

Bolsonaro deve estar bem. Queria até ver de perto o Palmeiras jogar

O porta-voz Otávio Rêgo Barros é que contou: 'Hoje, o doutor Macedo teve que dar um puxão de orelha porque o presidente queria ir ao jogo do Palmeiras'


postado em 15/09/2019 04:00 / atualizado em 14/09/2019 20:48

(foto: Nelson Almeida AFP)
(foto: Nelson Almeida AFP)

Se não é crise, mudou de nome. “A atividade relativa à Polícia Federal (PF) e à gestão dela é de responsabilidade do ministro Sérgio Moro. Naturalmente, o senhor presidente da República tem as suas percepções e acompanha...” Começou assim o porta-voz da Presidência, general Otávio Rêgo Barros, em coletiva de imprensa, ontem de manhã, no Hospital Vila Nova Star, em São Paulo. E acrescentou: “É parte da responsabilidade dos ministros a seleção dos seus quadros”.

O porta-voz estava falando sério, mas não resistiu de fazer uma brincadeira para melhorar o ambiente dos repórteres de plantão no hospital. “Hoje o doutor Macedo teve que dar um puxão de orelha porque o presidente queria ir ao jogo do Palmeiras.” Se não bastasse, Bolsonaro alegou “ter um segurança dele que é um bom porta-bandeira e poderia segurar o suporte de alimentação”. Se virou carnaval, o presidente deve estar bem.

Deixando a brincadeira de lado, melhor tratar de coisa séria. Que tal, então, fazer uma “reflexão sobre a importância de projetos sociais no combate à criminalidade”? Pois é esse o tema da sessão solene na Câmara dos Deputados no plenário que tem como nome oficial Ulysses Guimarães.

Será amanhã, às 10h, isso mesmo, 10 horas da manhã, para deixar claro e em plena segunda–feira. Melhor esperar para ver o tamanho do quórum. Ihh! Parece brincadeira de novo. Quem requereu foi a deputada Chris Tonietto (PSL-RJ), que é advogada. E é uma das parlamentares mais novas, tem apenas 28 anos. De curiosidade, a caçula mesmo é Luisa Canziani (PTB-PR), que nem completou ainda o ensino superior, mas já está no Congresso.

Já o que é novidade de fato é o jeito Bolsonaro de ser. Ele não aguenta. Desta vez, é para comemorar. Claro que foi no Twitter: “Risco-país cai para o menor nível desde 2013. Boas notícias não param de chegar”.

E acrescentou em seguida: “Aos poucos, com a ajuda de todos, podemos recuperar mais rapidamente nosso amado Brasil!”. A notícia merece o tuíte mesmo. Nos dois sentidos. Se voltou ao seu costume de postar, já deve estar se recuperando a olhos vistos. Embora os médicos continuem de olho nele.

Diante de tudo isso e com a BBC News continuando de olho na Amazônia, o melhor a fazer é encerrar por aqui. Afinal, quem sabe os próximos capítulos possam trazer melhores notícias. O jeito é torcer. Um bom domingo a todos. Torcendo ou rezando por boas notícias.

Articulador hábil

(foto: Gustavo Lima/Câmara dos Deputados - 8/10/15)
(foto: Gustavo Lima/Câmara dos Deputados - 8/10/15)
Em pouco tempo, o novo secretário de Governo, Bilac Pinto (foto), tem se destacado ao conduzir e destravar com habilidade as articulações políticas do governo Zema. Deputado federal desde 2007, Bilac assumiu o cargo em 27 de agosto e, desde então, conduz as negociações com a Assembleia Legislativa pela aprovação das propostas do Executivo, em especial a que estabelece a adesão de Minas ao programa de recuperação fiscal do governo federal.

PDT em cena

Quem promove um almoço quarta-feira agora em Brasília é o deputado Mário Heringer (PDT-MG). Ele vai reunir o presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, e o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ). No cardápio estarão em cena as eleições de prefeitos ano que vem e a presidencial em 2022. De acordo com o parlamentar mineiro, o objetivo é estar longe da direita, do presidente Jair Bolsonaro (PSL), e do petismo, já que o PT não deve deixar de lançar o seu próprio candidato. E tem o toque mineiro. Ciro estará amanhã em Belo Horizonte, na Faculdade Mineira de Direito da PUC Minas, onde dará a palestra “Direito, emprego e desenvolvimento”.

O dinamismo

Quem esteve, sexta-feira, em Montes Claros, foi o ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, que participou do Encontro Multimodal de Transportes do Norte de Minas. “São projetos importantes para a região e permitirão maior dinamismo para a economia local e melhorar a qualidade de vida da população.” Lembrou que eles estão previstos no Plano Regional de Desenvolvimento do Nordeste (PRDNE).

E o dinheiro?

Para que tudo se torne realidade, ressaltou o ministro Gustavo Canuto, “vamos buscar os recursos para implementá-los, sempre de olho no estímulo a diferentes fontes de investimentos, como concessões públicas e as parcerias público-privadas, além dos aportes que o governo federal e os governos estaduais farão”. Bem, se tem ainda aportes do governo, melhor esperar que haja dinheiro para que tudo se concretize.

Para que fique...

...claro: “The US and Brazil have agreed to promote private-sector development in the Amazon, during a meeting in Washington on Friday. They also pledged a US$100m (80m) biodiversity conservation fund for the Amazon led by the private sector”. Tradução simultânea: EUA e Brasil concordaram em promover o desenvolvimento do setor privado na Amazônia, durante uma reunião em Washington na sexta-feira. Eles também prometeram um fundo de conservação da biodiversidade de US$ 100 milhões para a Amazônia, liderado pelo setor privado.
 

Pinga-fogo 

O plenário da Câmara dos Deputados aprovou requerimento de urgência para o Projeto de Lei 4.915/19, do deputado Zé Silva (Solidariedade). A proposta exclui do cálculo da renda mensal indenizações recebidas por famílias afetadas pelo rompimento da barragem de Brumadinho.

Zé Silva justifica: “Os atingidos já perderam direito a esses benefícios sociais do governo”. A intenção é que essas famílias possam continuar recebendo programas de assistência do governo como o Bolsa-Família, o Benefício de Prestação Continuada (BPC) e o Renda Mensal Vitalícia.

A propósito do PDT, dona Carmelita Lopes Cavalcante Lupi, mãe de Carlos Lupi, faleceu na última quinta-feira. Nordestina de Alagoas, nascida em 1933, Carmelita tinha 86 anos e deixa três filhos – Carmen, Lupi e Célia –, além de netos e bisnetos. Também filiada ao PDT, era militante ativa.

“Começando o sábado com ótima notícia: Egito abre mercado para lácteos brasileiros. As autoridades egípcias aprovaram o Certificado Sanitário Internacional (CSI) que respalda as exportações brasileiras de leite e produtos lácteos.”

(foto: Michel Jesus/Câmara dos Deputados)
(foto: Michel Jesus/Câmara dos Deputados)

O tuíte acima é da ministra da Agricultura, Tereza Cristina (foto), aquela comandante da Frente Parlamentar da Agropecuária, leia-se Bancada Ruralista, no Congresso. Ah! O pedido de aprovação estava pendente desde 2016. Bom domingo a todos.
 


Publicidade