Publicidade

Estado de Minas EM DIA COM A POLÍTICA

O banheiro do prefeito


postado em 19/07/2019 04:00


As ações da prefeitura devem ser sempre divulgadas, com transparência. O prefeito de Januária, Marcelo Félix (PSB), levou essa máxima ao pé da letra e surpreendeu a população local. Ele foi a público convidar os moradores da cidade do Norte de Minas a participar da “assinatura da ordem de serviços para reforma dos banheiros do terminal rodoviário de Januária”, marcada para hoje, às 15h. O fato ganhou repercussão nas redes sociais, mas negativa, com muitas pessoas fazendo ironias sobre o estranho convite.

Em cima do muro
Os três senadores mineiros preferiram ficar de fora da polêmica envolvendo a indicação de um dos filhos do presidente Jair Bolsonaro, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), para ocupar a vaga de embaixador nos Estados Unidos. Antonio Anastasia (PSDB), Rodrigo Pacheco (DEM) e Carlos Viana (PSD) afirmaram que vão esperar a oficialização do nome e a sabatina no Senado para se manifestar. Segundo a Constituição, cabe ao Senado aprovar ou rejeitar os nomes de chefes de missões diplomáticas. Os parlamentares se articulam para que o voto seja aberto.

Segunda suspensão
Pela segunda vez em quatro anos, o deputado mineiro Subtenente Gonzaga (foto), do PDT, é punido com suspensão pela direção do seu partido por não seguir uma orientação em votação na Câmara. Em 2016, ele foi a favor do impeachment de Dilma Rousseff (PT). Desta vez, ele foi a favor da reforma da Previdência. Mas, na prática, a punição pouco afeta a atividade do parlamentar. “Em 2016, foi uma suspensão de eventos do partido. Um ato mais simbólico, que não implicou qualquer restrição ao exercício do meu mandato”, avaliou Gonzaga. Além do mineiro, outros sete deputados do PDT foram suspensos. No PSB, 11 deputados também ignoraram a orientação do partido e podem ser punidos.

Sandubão do Zema
Após apresentar na Assembleia Legislativa a proposta de seu governo para conseguir o ressarcimento da Lei Kandir, o governador Romeu Zema passou em um shopping na região Centro-Sul da capital para um lanche/almoço. Ele postou em suas redes sociais fotos na praça de alimentação do shopping comendo um hambúrguer.

Pauta travada
Governadores prometem muita pressão política para forçar um desfecho em relação às compensações da União aos estados em relação às perdas de arrecadação derivadas da Lei Kandir. Embora desde 2016 estados tenham tido o direito à compensação reconhecido pelo STF, a matéria não avança na Câmara dos Deputados. Na avaliação de técnicos que acompanham o andamento deste conflito entre estados e União, a compensação de estados só não foi regulamentada porque até agora o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), não demonstrou interesse político em comprar a briga. Aos deputados, já declarou que teme o impacto da compensação sobre as finanças da União. Além disso, priorizou neste semestre a reforma da Previdenciária. Parlamentares sabem que, se pautado, o PLC 511/2018, que regulamentou os termos dessa compensação e foi aprovado em comissão especial do Congresso, será aprovado com ampla maioria.

Festas
Curioso processo de licitação foi aberto pela Prefeitura de Montes Claros, no Norte de Minas Gerais, para viabilizar festas que divulgam tradicionais manifestações culturais e o folclore no município em agosto, com seus desfiles de catopés, marujos e caboclinhos. O Executivo municipal seleciona empresas para fornecer o transporte dos grupos de dançarinos, com todo o seu rico vestuário, e de banda de música. Serão contratados os serviços de sete ônibus com capacidade mínima para 45 passageiros sentados cada um e que  terão de realizar 113 viagens por itinerários preestabelecidos. O valor que será disponibilizado não foi informado.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade