Publicidade

Estado de Minas

Sábado recheado de caciques partidários

Rodrigo Maia (DEM-RJ) assumiu de fato e tem trabalhado, mesmo no fim de semana, na articulação pela aprovação da reforma da Previdência


postado em 07/07/2019 04:00

A Imobiliária Política esteve aberta ontem, em pleno sábado, mesmo em Brasília. E o movimento por lá foi intenso e pluripartidário. O primeiro a chegar para fazer a avaliação na residência oficial acordou bem cedo. Foi um dos interlocutores do Centrão, o deputado paraibano Arthur Lira, líder do PP, reconhecidamente um dos principais articuladores do grupo. Não foi difícil encontrar um fiador, pois logo depois quem compareceu à residência oficial da presidência da Câmara dos Deputados foi o ministro Luiz Eduardo Gomes, o novo comandante da Secretaria de Governo, atual encarregado de cuidar das articulações políticas do governo Jair Bolsonaro (PSL). E trabalhou em pleno sábado, dois dias depois de ser empossado. O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), assumiu de fato e tem trabalhado, mesmo no fim de semana, na articulação pela aprovação da reforma da Previdência. Não é tarefa fácil. Além do assunto, idas e vindas e por aí vai, são necessários três quintos dos parlamentares, leia-se 308 dos 513 deputados, em duas votações, por se tratar de proposta de emenda à Constituição (PEC). Vale repetir, para deixar claro o motivo de uma convocação e colocar os caciques partidários da Câmara dos Deputados se movimentando em pleno sabadão e presentes em Brasília. O próprio Rodrigo Maia deixou claro: %u201CTtemos que ter a tese de que o importante é ganhar%u201D. Óbvio, né? Só que ele não deixou de acrescentar: %u201CFicar falando em número não é bom. Temos a nossa conta, a nossa projeção, a própria imprensa está fazendo a sua%u201D. Ressaltou, no entanto, que %u201Chá outras projeções%u201D. E definiu a data: terça-feira agora em primeiro turno. Ou no máximo na quarta. É, pode ser, mas a oposição, entre idas e vindas, agora promete atrapalhar, atrasar o máximo possível. Melhor esperar para ver e crer a eventual obstrução. Faz um comercial aqui e acolá e permite despistadamente que Maia coloque em votação. Já que o presidente da Câmara dos Deputados foi o personagem do fim de semana, vale um bem televisivo. %u201CMesmo estando fora da política, mas em um esforço para ser um cidadão cada vez mais ativo, um voto de confiança de alguém que está fazendo tanto pelo país em momento tão delicado da nossa história, tem enorme valor. Obrigado, Rodrigo Maia%u201D. A frase é do apresentador de TV Luciano Huck, citado por Maia ao lado do governador de São Paulo, João Doria (PSDB), como eventuais candidatos à Presidência da República em 2022. Isso mesmo, daqui a mais de três anos. Então, melhor esperar sentado e encerrar por hoje. Fora dos trilhos Presidente da Comissão Extraordinária Pró-Ferrovias Mineiras da Assembleia Legislativa (ALMG), o deputado João Leite (PSDB) vai hoje a Teixeiras comprovar denúncia de destruição do patrimônio público ferroviário. Teixeiras faz parte da antiga Estrada de Ferro Leopoldina e o trecho a ser visitado fica entre Ponte Nova e Viçosa. Sem nem sequer uma audiência pública, alerta o tucano, a Mineradora ZMM se instalou por lá e, com o aval da prefeitura, usou máquinas para abrir estrada vicinal que leva à comunidade de São Pedro, retirando cercas de propriedades, derrubando árvores e, sem autorização, retirou linhas, dormentes e britas que ali existiam. Tudo para abrir uma estrada. E até dos voos O deputado João Leite (foto) acionou o alto comando da Polícia Militar que enviou, por helicóptero, uma equipe de policiais para verificar in loco o que estava ocorrendo. Ao chegar, os responsáveis da empresa responsabilizaram a prefeitura pela abertura da estrada. Só que lá ninguém foi encontrado. O deputado, então, acionou a Polícia Civil de Viçosa, que registrou Boletim de Ocorrência. De fato é%u2026 %u2026mesmo um tema importante. A proposta foi apresentada pelo deputado Giovani Cherini (PL-RS) e trata do uso de Terapia Assistida por Animais (TAA). A deputada Flávia Morais (PDT-GO), relatora do projeto, destaca que, embora seja uma intervenção que usa animais, ela traz forte apelo à humanização, ajuda a descontrair o clima pesado do ambiente hospitalar, melhora as relações interpessoais e facilita a comunicação, permitindo diminuir o tempo de internação. Para que fique claro: os registros vão de crianças autistas à pediatria oncológica no tratamento do câncer infantil. Bumba meu boi O presidente Jair Bolsonaro (PSL) sancionou a Lei 13.851, que entrou ontem em vigor depois de um mês, cumprindo o prazo de sua publicação conforme o Diário Oficial da União. A partir de agora, São Luís, no Maranhão, pode ser devidamente tratada como a Capital Nacional do Bumba Meu Boi. O autor do projeto foi o deputado Hildo Rocha (MDB-MA) e, depois de passar pela Comissão de Educação, Cultura e Esporte, foi enviado ao plenário em regime de urgência, onde foi aprovado rapidamente na Câmara dos Deputados e pouco tempo depois no Senado. %u201CO astronauta%u201D O pato vinha cantando alegremente, mas se você disser que eu desafino, saiba que em mim provoca imensa dor. Aos pés da Santa Cruz você se ajoelhou. Vou te contar que os olhos já não podem ver e não apenas as coisas que só o coração pode entender. Em nome de Jesus, um grande amor você jurou%u2026 Brasil! Meu Brasil Brasileiro reverencia João Gilberto Prado Pereira de Oliveira hoje e sempre como o verdadeiro Pai da Bossa Nova. pingafogo n O sub do sub. Secretário especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, Rogério Marinho, vale deixar claro, foi quem representou o governo federal no encontro promovido pelo presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia. n Para que fique mais claro, é ainda sobre a ausência dos principais executivos da área econômica. O ministro Paulo Guedes (foto) e o secretário-executivo do ministério da Economia, Marcelo Pacheco dos Guaranys, que é o vice-ministro, não se deram ao trabalho de aparecer. Fim de semana, né? Ou nem aí? n Os brasileiros são sábios. Nada menos que 63% dos entrevistados souberam sobre o caso dos diálogos divulgados pelo site The Intercept em relação ao ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro. Foi o que registrou pesquisa Datafolha feita na quinta e sexta-feira. n Enfim, hoje é domingo e tomara que seja lindo o jogo do Brasil na final entre o Brasil e o Peru, no Maracanã. Futebol e política não se misturam e nem precisa de pesquisa. Diante disso, um bom dia e bom jogo.


Publicidade