Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas

Nestes tempos difíceis, um velho amigo nos envia mensagem de fé

Renato Costa trocou BH por Portugal, onde exerce a medicina e atende gratuitamente pacientes de câncer e COVID-19


15/01/2021 04:00

Conheço Renato Costa desde que ele voltou dos Estados Unidos, especializado em oncologia. Acompanhei sua carreira por aqui, sofri com ele quando perdeu sua linda filha Renatinha, atropelada em uma rua sem movimento, no Vila da Serra. Alegrei-me com ele quando se casou de novo com Nelva e Sofia nasceu – para felicidade de todos. Ele tem uma inquietação rara, decidiu se mudar definitivamente para Portugal, achei que não ficaria muito tempo por lá. Apagou sua passagem por BH, retirou todos os certificados profissionais e se mandou para Cascais, onde mora até hoje.
 
Quando chegou por lá, buscou trabalhar em hospital, além de ter seu consultório para pacientes particulares. A remuneração era tão irrisória que preferiu aplicar-se no atendimento gratuito. Ele e Nelva têm feito isso com dedicação e cristandade.

Esta semana, recebi dois e-mails, o primeiro de Nelva e logo em seguida o de Renato, lamentando o falecimento de minha irmã, do qual ele não tinha conhecimento. Depois das condolências de praxe, pois havia tratado dela em certa época com absoluto sucesso, ele manda notícias da família e uma poesia – porque ele sempre foi poeta, curiosamente escrevendo sempre em inglês. Vamos a seu e-mail, da última terça-feira:

“Nelva me deu boas notícias de que tanto você quanto os demais membros de sua família estão muito bem. Desejo-lhes um ano novo muito feliz e ricamente abençoado, bem distante desta pandemia misteriosa. (...) Portugal manteve quarentena parcial a partir de agosto de 2020, após longo período de quarentena total. A partir da próxima quarta-feira, teremos nova quarentena total, com duração mínima de 30 dias! Isso é um verdadeiro desastre para a economia do país, pois o comércio e a indústria que sobreviveram ao primeiro período correm agora o risco de progressiva falência.

Nesses últimos meses, quando foi atenuada a quarentena, presenciamos uma situação de verdadeira lástima ao ver tanta gente passando grandes dificuldades, o crescente número de pedintes, Cascais sem o seu atrativo principal, que é o turismo (…). O policiamento, tal como antes, será rigoroso, com graves penalidades para quem descumprir as ordens do governo. Mais um período de grande tristeza com sequelas físicas e psicológicas se anuncia com essa severa reclusão domiciliar!

Creio que Nelva a atualizou sobre nossas atividades em Cascais. Ela está muito dedicada aos serviços sociais da Riverside International Church, igreja de que somos membros, e eu, além dessas funções, tenho assistido muitos pacientes portadores de câncer e de outras doenças, como infecção pela COVID-19, mas apenas de forma voluntária, não remunerada. Sem querer me enaltecer pela dedicação à medicina, exerço-a como missão, e não profissão. Após duras análises e entrevistas por comitês de especialistas da Ordem dos Médicos de Portugal, obtive os títulos de especialista em hematologia e oncologia, o que me faculta exercer essas especialidades na Comunidade Europeia.

Nelva lhe enviou uma oração que escrevi ontem. Tenho escrito com alguma frequência, o que me traz particular felicidade. Fiz também um excelente curso de biologia molecular direcionado à oncologia (...) Essas têm sido minhas atividades rotineiras, que me preenchem boa parte do tempo e me trazem grande alegria por me sentir realmente útil e produtivo, profissional e intelectualmente.

Bem, Anna, peço-lhe desculpas por ter-lhe escrito este verdadeiro 'testamento', mas confesso-lhe que me empolguei em informá-la de tudo que se passou desde que nos mudamos para Cascais. Espero não ter-lhe sido enfadonho. Segue abaixo o poema-oração. Um grande e afetuoso abraço para você, querida amiga, extensivo a toda a sua família.”

A oração final
Querido Senhor. O velho que insiste em viver dentro de mim de quem optei por me livrar, tu agonizante, ainda tenta suas últimas tentativas de vingança, desprezo, ódio e ferir pessoas que porventura lhe tenham feito qualquer coisa que considere agressão, traição ou humilhação. No entanto, o novo homem que decidi ser resiste e luta bravamente para seguir a nova direção que tomou, mas precisa desesperadamente do seu apoio e garantias constantes. (O inimigo de nossas almas é obstinado, perseverante, astuto, enganador, cruel, pervertido, sempre atento e pronto para atacar, para nos fazer cair em desgraça e desonra, como bem sabes, querido Senhor!.) Portanto, Deus Todo-Poderoso, abençoe-me com a força necessária e a fé inabalável para lutar – não para me render, mas para ser vitorioso – nesta batalha selvagem e feroz, não para minha glória, mas para a sua, somente! Eu humildemente peço a você e oro em nome de seu amado filho, Jesus Cristo.”

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade