Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas

Batata-doce é comida boa, barata e amiga da saúde

Fonte de vitaminas e fibras, tubérculo ajuda a combater o câncer, auxilia o sistema imunológico, faz bem para a pele e facilita o emagrecimento


14/01/2021 04:00

As joias coloridas da nossa cozinha são ricas em vitaminas e fibras(foto: Maria Tereza Correia/EM/D.A Press)
As joias coloridas da nossa cozinha são ricas em vitaminas e fibras (foto: Maria Tereza Correia/EM/D.A Press)

Quem nunca brincou com aquela frase “qual é o doce mais doce que o doce de batata-doce?”. Toda criança conhece e o tubérculo é um dos melhores da cozinha nacional. Batata-doce é um vegetal nutritivo, delicioso e muito versátil. Pode ser preparada como purê, assada, cozida em pães e até em tortas.

Rica em vitaminas A, B5, riboflavina, niacina, tiamina e carotenoides, ela é encontrada em vários tamanhos e cores, incluindo laranja, branco e roxo.

Essas joias coloridas oferecem vários benefícios à saúde. É bom lembrar que suas qualidades não são poucas. Aqui, listamos algumas delas:

Melhora o sistema imunológico. A polpa alaranjada da batata-doce é uma das fontes naturais mais ricas de betacaroteno, composto que é convertido em vitamina A, fundamental para o sistema imunológico e para manter as membranas mucosas saudáveis, especialmente o revestimento do intestino. O intestino é onde o corpo é exposto a patógenos potencialmente causadores de doenças. 

Portanto, cuidar do intestino é importante para a imunidade. Estudos demonstraram que a deficiência de vitamina A aumenta a inflamação intestinal, reduzindo a capacidade imunológica de responder adequadamente a ameaças potenciais de patógenos.

É fonte de antioxidantes. As vitaminas A e C do tubérculo funcionam como antioxidantes que protegem as células contra o envelhecimento e várias doenças. Escolha a batata-doce roxa. O pigmento que lhe dá essa cor tem propriedades antioxidantes potentes.

Ajuda no controle de peso. A batata-doce contém fibras solúveis que aumentam a saciedade, oferecendo ao corpo um mecanismo natural e autossustentável para a regulação do peso. Estudos mostraram que uma das principais fibras dietéticas da raiz, a pectina, é eficaz na redução da ingestão de alimentos, redução do peso e aumento da atividade dos hormônios da saciedade.

Beleza da pele. A cor laranja da batata-doce vem do antioxidante betacaroteno, que é convertido na vitamina A, ajudando a restaurar a elasticidade da pele, promovendo a renovação das células mortas e contribuindo para uma pele macia e saudável. O tubérculo é rico em vitaminas C e E. A vitamina C ajuda a aumentar o colágeno, que fortalece os tecidos. O tubérculo também é fonte de antocianinas, que ajudam a prevenir manchas escuras, mantendo a atividade dos radicais livres sob controle.

Saúde ocular. A vitamina A ajuda a prevenir olhos secos, cegueira noturna e infecções oculares, além de auxiliar a formação de receptores detectores de luz dentro dos olhos. 

A deficiência severa de vitamina A pode levar ao tipo especial de cegueira conhecida como xeroftalmia. Comer alimentos ricos em betacaroteno, como a batata-doce, pode ajudar a prevenir essa condição.

Propriedades anti-inflamatórias. O tubérculo tem alta concentração de colina. Um dos principais benefícios da colina é a resposta anti-inflamatória.

Reduz o risco de câncer. Estudos sugerem que antioxidantes da casca da batata-doce roxa podem reduzir o processo de oxidação e o risco de câncer. Para obter o máximo de nutrição, não descasque, apenas esfregue e lave bem a batata antes de cozinhá-la.

Saúde intestinal. A batata-doce contém quantidades significativamente altas de fibras, essenciais para promover o bom funcionamento do trato digestório e prevenir a constipação.

Prevenção da deficiência de vitamina A. Essa deficiência, além de causar problemas oculares, pode suprimir a função imunológica e aumentar a mortalidade, especialmente entre crianças, grávidas e lactantes. A intensidade da cor laranja ou roxa da raiz está diretamente ligada ao teor de betacaroteno do tubérculo.

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade