Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas ANNA AOS DOMINGOS

PERDA SEM adeus


postado em 10/05/2020 04:00

Shirley Garzon(foto: arquivo pessoal)
Shirley Garzon (foto: arquivo pessoal)


A sociedade mineira perdeu mais uma de suas figuras mais queridas. Shirley Garzon se foi sem poder ser acompanhada pelas irmãs e amigos. A promessa é de que as despedidas serão realizadas no fim da pandemia. Ela marcou época na cidade como pioneira do que não era comum acontecer em sua época: abriu um buffet para atender à imensa demanda de reuniões de luxo e boa comida que não era fácil encontrar na cidade. Shirley usou tudo que conhecia de bom e de bom gosto para atender à uma demanda crescente. Suas encomendas chegavam na casa dos clientes arrumadas em belas bandejas de prata, cada encontro era um luxo só. Durante muito tempo ficou atendendo dessa forma, até que instalou um pequeno ponto de venda, Bom Bom, onde continuou atendendo  amigos, com belos jantares de deliciosas sobremesas. Até que parou com tudo, sofria de problemas cardíacos, que a levaram definitivamente. A sociedade sente sua falta.


SEGURO
morreu de velho

O aumento da mortalidade na Inglaterra, que ultrapassou até a Itália no número de vítimas, foi previsto por muitos empresários. Tanto que Maria Clara, filha de Andréa Neves, está aqui em Minas morando com a mãe, desde que a pandemia começou. Foi “despachada” para casa, pelos superiores na empresa em que trabalha desde que se formou, com louvor, em universidade inglesa.


FRAUDE
empréstimo fantasma

A ajuda financeira que o governo federal liberou para a população enfrentar o coronavírus acabou gerando um surpreendente ‘efeito colateral’. O fato é que muitos que não puderam receber essa ajuda tiveram que recorrer aos empréstimos bancários – principalmente os idosos aposentados, que têm juros mais baixos na operação consignada. Porém, grande parte esbarrou no entrave provocado por uso indevido do seu nome para empréstimos criminosos, que eles nunca haviam feito. O fato está assustando o setor, por causa do gigantismo das fraudes com o CPF alheio. Todo cuidado é pouco.

MODA
ociosidade recorde

Como outros setores da economia, a cadeia fashion brasileira também sofre com a pandemia do coronavírus. Mas um relatório sobre o assunto, feito na semana passada, mostra que o tombo neste setor foi mais feio que em outros segmentos. Ou seja, as confecções estão trabalhando com apenas 20% de sua capacidade. Mesmo assim, com muitas delas apenas fabricando máscaras. Embora o otimismo dos paulistas para recomeçar o movimento de vendas de coleções em julho (com salões de negócios programados), muita gente acha cedo para qualquer otimismo.


MEIO AMBIENTE
raro exemplo

O celebrado fotógrafo Sebastião Salgado lançou manifesto pedindo ajuda para a Amazônia, que viu grandes áreas sendo degradadas. Para isso, convocou celebridades internacionais e outros tantos celebs nacionais. O artista é um dos poucos que bradam pela salvação ambiental dando exemplo em casa: sua fazenda em Aimorés (no Nordeste de Minas) está com a mata totalmente recuperada, após servir de pasto para gado. Consta que ele aplica ali grande parte do que ganha em suas muitas exposições de fotos mundo afora. No momento, ele está na quarentena do vírus, em Paris.
 
 
DIA DAS MÃES
solidário

Em associação com as instituições Gerando Falcões e Mães da Favela, a Arezzo decidiu dar um pouco de amor e carinho a todas as mães do Brasil, em função do momento em que estamos vivendo, no qual muitas mães estão passando por situações de instabilidade e se encontram fisicamente separadas de seus filhos. A marca se associou às duas instituições e doou 10 mil pares de calçados femininos, dos quais 5 mil foram para a Gerando Falcões, que realizará as doações no estado de São Paulo, e 5 mil para o projeto Mães da Favela, que vai dividir as doações entre os estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Bahia.


FOTOS
do momento

As imagens do Instagran estão mudando um pouco. Na semana passada, ele foi tomado por fotos de mães com seus filhos – claro; afinal, era o prelúdio para o dia de hoje, e por razões óbvias em todas as fotos mães e filhos estavam bem juntinhos e todas elas eram de arquivo. Porém, o que chamou mais a atenção foram as fotos de paisagem com o pôr do sol e a lua cheia que brilhou no céu da cidade. Muito bom perceber que as pessoas estão observando mais a natureza.


ABUSO
oportunista

Absurdo o que a marca Osklen fez. Ela que sempre levantou bandeira de sustentabilidade e já ganhou vários prêmios internacionais por conta disso, aproveitando a época de isolamento social, confeccionou máscaras de segurança com estampas icônicas da marca e colocou um kit de venda de duas por R$ 147. Alegando que é um esforço hercúleo das suas costureiras e que quem comprasse ajudaria na compra de cestas básicas para doação a famílias carentes, o tiro saiu pela culatra. Ninguém precisa aproveitar este momento tão difícil para todos para vender um item que custa R$ 5 por aquele valor. O lucro dessa empresa dispensaria qualquer ajuda do público para fazer seu ato de solidariedade. Foi tão desrespeitoso que causou total repúdio do público. Não deu outra, tiraram as máscaras de circulação, mas o pior foi a afirmação da empresa dizendo que lucrariam menos de 7% com o valor das vendas. É subestimar a inteligência do mundo.
 
POR AÍ...

Uma das marcas mais jovens do mercado mineiro é a Charth, cujas coleções são disputadas pelas lojistas de todo o país. Para o lançamento de verão, seus proprietários, Nastacia e Diego Faria, preparam coleção especial. Recentemente, lançaram também uma linha de lingerie. Em julho estarão no salão Novo Showroom, em São Paulo.

Lorena Lage Oliveira fez promoção beneficente na sua LORE, com toda a renda gerada pelo e-commerce no final de abril e início de maio usada para compra de cestas básicas. A distribuição da ajuda ficará por conta do movimento Espalhe Cestas.

Na cena fashion internacional, o zum-zum-zum é de que o próximo dominó a cair será da Victoria’s Secret. Com muitos problemas, foi vendida há meses. Agora, o comprador quer devolver porque ele viu que a recuperação (em tempos de crise) será impossível. 
 
NOVO
presidente

Luiz Barcelos, diretor da Luiza Barcelos, maior fábrica de calçados femininos de Minas Gerais, tomou posse como presidente do Sindicato da Indústria de Calçados de Minas Gerais (Sindicalçados-MG), substituindo Jânio Gomes. Ele já havia desempenhado a mesma função anteriormente. Já o estilista Celso Afonso, dono da marca homônima, foi empossado pela segunda vez como presidente do Sindicato da Indústria de Bolsas de Minas Gerais (Sindibolsas-MG), e dará sequência ao trabalho realizado no mandato anterior. Empresários experientes, a dupla enfrentará desafios históricos: além da pandemia, que projeta um futuro incerto para a economia em geral, vai lidar com problemas recorrentes do segmento, como a concorrência muitas vezes desleal, altas taxas tributárias e diminuição do mercado. Diante do momento atual, as posses ocorreram na maior discrição e os dois presidentes já arregaçaram as mangas para trabalhar ao lado das novas diretorias.
 
DIA DAS MÃES
encontros adiados

O Dia das Mães com o comércio fechado ou restrito significa um prejuízo danado para muita gente. Por isso mesmo, algumas entidades do varejo propuseram a realização de um Dia do Encontro (com as mamães, óbvio) a ser marcado para quando a pandemia do novo coronavírus abrandar, com bastante barulho e vendas. O interessante é que o próprio Dia das Mães foi criado nos Estados Unidos após a Guerra de Secessão e tomou corpo no limiar da Primeira Guerra, em maio de 1914. Agora, muda de nome (temporariamente) para enfrentar a guerra da Covid-19.


HOLLYWOOD
reescrevendo tabus

A série Hollywood, recém-lançada na Netflix, mostra um grande estúdio de cinema dos anos 1940 produzindo um filme polêmico. É o ponto de partida para colocar os tabus da época, porém, com olhar atual. No filme fictício, chamado Meg, fica resolvida a situação oprimida dos atores negros, o preconceito contra o poder feminino, as relações homo e inter-raciais, o sexo reprimido, a xenofobia – uma bela metáfora. Na época, isso tudo era controlado pelo Código Hays, que vigorou 38 anos por lá. A ironia é que a própria série se revela moralista, ao limitar suas cenas ‘quentes’ ao pudor americano típico. Mas o ponto alto da novela são os figurinos, ótimos. Só isso já vale uma espiada.


ANASTASIA
verbas para Minas

Com seu profundo conhecimento, experiência e dedicação habitual aos trabalhos que assume, o senador Antônio Anastasia brilhou, mais uma vez, na Câmara Alta. Agora, foi na condução do projeto que liberou recursos aos municípios e estados para enfrentar a queda na arrecadação em razão da crise do coronavírus. Só para Minas, foram aprovados R$ 13 bilhões, que evitarão atrasos no salário do funcionalismo, garantirão a manutenção de obras e muito mais. Para as cidades pequenas ou médias, será a salvação.


PRESENTE
especial

Neste Dia das Mães atípico, no qual estamos em isolamento social, muitas mães comemorarão a data sozinhas e com encontros virtuais. A celebração presencial será um benefício para mães que moram com seus filhos. As que já têm filhos casados provavelmente ficarão com o marido ou sozinhas, dependendo do caso. A boa notícia é que a Filarmônica de Minas Gerais preparou uma homenagem especial para esta data. Já que não poderá realizar o tradicional concerto gratuito ao ar livre, a Orquestra chegará à casa do público por meio de vídeo com participação do maestro Fabio Mechetti e de 60 músicos. Neste presente audiovisual às mães, após breve mensagem de Mechetti, a Filarmônica apresenta a Valsa da suíte Vila Rica (1957), do compositor brasileiro Camargo Guarnieri (1907-1993). O número de músicos que participou da gravação diz respeito ao efetivo pedido pela obra. Cada um deles gravou sua participação de casa, ao longo do mês de abril. No processo de edição, as imagens foram reunidas, conforme o andamento da obra. O vídeo será disponibilizado hoje, nas redes sociais da Orquestra (YouTube, Instagram e Facebook) e no site www.filarmonica.art.br.


ESCOLA
virtual

Neste momento de isolamento social, os colégios criaram ferramentas para dar aulas virtuais. Alguns estão cumprindo à risca o calendário, com aulas diárias. Outros, deram uma “embromada” e estão fazendo uma ou duas aulas por manhã, apenas umas três vezes por semana, e mandando conteúdo diariamente para os alunos. Porém, as mensalidades são cobradas em sua totalidade. Questionados do porquê não ter aula diariamente, a alegação dos professores é que as crianças não prestam atenção em aulas virtuais. Difícil de acreditar nisso, uma vez que esta geração vive em computador, iPads e celulares. A resposta a esta mentira veio com uma pesquisa realizada com estudantes de 11 a 14 anos que mostrou como eles estão se adaptando à rotina com aulas virtuais. Mais de 80% dos entrevistados declararam que se adaptaram à rotina de estudos pela internet, e para 49,4% o grau de dificuldade para absorver conteúdos nas plataformas on-line é igual e até mais fácil que o das aulas presenciais. O levantamento também investigou como as crianças estão aproveitando o tempo livre: 33,6% preferem assistir a séries e filmes; 25,3%, jogar videogame; 23,3%, falar com amigos na internet, mas um expressivo número ainda faz grupos de estudo com colegas e assiste às aulas complementares pelo YouTube. As escolas afirmam que manterão o valor das mensalidades, flexibilizam prazo de pagamento, e reforçam que se houver inadimplência o aluno ficará sem vaga no ano que vem.


SERTANEJO
para as mães

Depois de muitos pedidos dos fãs, a dupla sertaneja Zezé de Camargo e Luciano se rendeu e marcou para hoje, às 16h30, uma live apresentando o show da sua turnê, Românticos Demais, que percorre as estradas do Brasil inteiro comemorando seus 29 anos de carreira. Ótima pedida para as mães que curtem o gênero e a dupla. 

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade