Conteúdo para Assinantes

Continue lendo ilimitado o conteúdo para assinantes do Estado de Minas Digital no seu computador e smartphone.

price

Estado de Minas Digital

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas digital por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Inverno xadrez


postado em 05/04/2019 05:09 / atualizado em 05/04/2019 11:41

Básica, saia com xadrez de paetê combinando com suéter(foto: Fotos: tufi duek/Divulgação)
Básica, saia com xadrez de paetê combinando com suéter (foto: Fotos: tufi duek/Divulgação)

Quem segue o movimento da moda nacional, conhece de sobra o estilista Tufi Duek, responsável em 1981 pela criação das grifes Forum, Tufi Duek e Triton, maiores marcas de jeans do país. A altura tantas da produção, venda e mercado, ele resolveu tirar o corpo fora da moda e vendeu tudo para o grupo catarinense AMC Têxtil. Que já era responsável pela Colcci, Sommer, Carmelitas e outras. Depois de trabalhar algumas coleções com a AMC Têxtil, ele se desentendeu com os donos das marcas, e saiu outra vez da luta. Tirou um período sabático e foi com a família para Nova York e é claro que não aguentou ficar sem trabalhar. Na volta, abriu uma marca própria e continua fazendo sucesso com seu estilo refinado e feminino.

Está de volta para o próximo inverno, aproveitando uma tendência que está forte na moda internacional, o xadrez que é a cara dos dias frios. E que tem uma significação especial no vestuário, que se quer informal, mas, principalmente, muito elegante. Duek está usando o xadrez em saias, calças, vestidos e jaquetas, numa releitura bem atual, criando uma bela diversidade no guarda-roupa feminino. Um dos tecidos escolhidos é o tweed, que continua sendo usado como um clássico atemporal, que agrada em todos os estilos. Na coleção lançada pelo estilista, o tecido ganha uma atualização importante e quase esportiva, usado em calças mais justas ao corpo, com elástico nas pernas.

Para as mais ousadas, peças trabalhadas em paetê preto e azul delimitados por miçangas criam a padronagem xadrez de maneira inesperada. As peças vão de calça a vestidos e o look é ideal para momentos noturnos.


Publicidade