Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas

Como as lives vão virar dinheiro para artistas depois da pandemia

Marília Mendonça, Roberto Carlos e os sertanejos estão entre os nomes que aderiram à tendência


postado em 20/04/2020 07:58

(foto: Reprodução/ Youtube)
(foto: Reprodução/ Youtube)
As lives vão revolucionar a indústria do entretenimento. A cantora sertaneja Marília Mendonça (foto) reuniu 3,1 milhões de espectadores simultâneos. Os também sertanejos Jorge e Mateus, 3,1 milhões. Com o isolamento social, nomes como Elton John, Paul McCartney e outros astros internacionais se renderam aos eventos ao vivo transmitidos pela internet. Os artistas vão faturar com o modelo. Depois que a pandemia passar, nada os impedirá de alugar um teatro, fazer um show para mil pessoas e transmiti-lo pela internet para milhões de fãs %u2013 e com o apoio de patrocinadores. Nos Estados Unidos, produtores da Broadway planejam lives de peças de teatro. A recuperação do varejo não será homogênea. Bares, restaurantes, entretenimento e turismo devem ser os últimos setores a se recuperar, enquanto materiais de construção, reparos, pequenos itens para o lar e vestuário serão os primeiros a sair da crise. A análise é de Alexandre Pierantoni, diretor-executivo da Duff & Phelps no Brasil.

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade