Publicidade

Estado de Minas

Pela primeira vez na história, China supera EUA no registro de patentes

Em 2019, os chineses fizeram 58.990 pedidos de patentes, contra 57.840 dos americanos, que estavam no topo do ranking desde a sua criação, em 1978


postado em 08/04/2020 04:00 / atualizado em 08/04/2020 08:36

(foto: Nicolas Asfouri/AFP)
(foto: Nicolas Asfouri/AFP)
A China alcançou no ano passado um feito notável: pela primeira vez na história, se tornou o país que mais registra patentes. O anúncio foi feito pela Organização Mundial da Propriedade Intelectual (Ompi), agência ligada à ONU. Em 2019, os chineses fizeram 58.990 pedidos de patentes, contra 57.840 dos americanos, que estavam no topo do ranking desde a sua criação, em 1978. O estudo indica que os chineses já lideram a inovação no mundo corporativo, o que reforça o absurdo da radical posição do governo Bolsonaro em procurar encrencas com o país da Muralha. Entre as empresas, o grupo chinês de telecomunicações Huawei aparece na dianteira, com 4.411 pedidos depositados, à frente da japonesa Mitsubishi e da sul-coreana Samsung. A inovação se tornou uma política de Estado na China. Para estimular o empreendedorismo na área de ciências, o governo lançou um programa de subsídios à pesquisa que concede prêmios em dinheiro a empresas que mais depositam patentes.

Fintech brasileira entre as empresas que mais crescem nas Américas 

A fintech paulista Valemobi, que oferece soluções para o mercado financeiro, figura ao lado de Tesla, Netflix, Uber e PayPal no ranking das empresas que mais crescem nas Américas 2020, elaborado pelo jornal inglês Financial Times. A publicação classificou a empresa brasileira como a 11ª de melhor performance. A Valemobi é dona do TradeMap, aplicativo que permite enviar ordens de compra e venda de ações no Brasil e Estados Unidos. Em março, o app cresceu 21%, chegando a 1,3 milhão de usuários.

Aula de medicina para profissionais que combatem o coronavírus 

A Afya Educacional, maior grupo de faculdades de medicina do Brasil em número de vagas, oferece desde ontem um curso gratuito de condutas para emergências relacionadas à COVID-19 para profissionais da saúde que estão na linha de frente do combate à pandemia. O foco será ventilação mecânica, emergências respiratórias e diagnóstico por imagem. Segundo a Afya, as aulas serão ministradas por dois pneumologistas e um cardiologista de seu corpo de médicos docentes, além de especialistas convidados.

Empresários pressionam Ministério da Saúde

(foto: Sérgio Lima/AFP)
(foto: Sérgio Lima/AFP)

A equipe do Ministério da Saúde que lidera as ações de combate ao coronavírus tem se irritado com o assédio de empresários que pressionam pelo fim do isolamento social. Alguns deles enviam mensagens por WhatsApp com relatos das dificuldades que enfrentam, como se isso fosse culpa dos profissionais da saúde. Outros tentam agendar reuniões e ainda há os que fazem ameaças, alegando que o ministério será responsável por demissões em massa. É em meio a esse tiroteio que os técnicos trabalham.


1,2% foi quanto cresceram as vendas no varejo em fevereiro na comparação com janeiro. Trata-se do melhor resultado para o mês desde 2014. Como não retratam o efeito perverso do coronavíruns, os dados parecem fazer parte de um passado distante.


(foto: Amy Sussman/AFP)
(foto: Amy Sussman/AFP)

"O bom da ciência é que ela é verdadeira, independentemente se você acredita nela ou não"

Neil de Grasse Tyson, astrofísico e escritor americano



RAPIDINHAS

Treze entidades da indústria da comunicação assinaram um documento que pede o adiamento da Lei Geral de Proteção de Dados, prevista para entrar em vigor em agosto. Segundo o relatório, os impactos da pandemia da COVID-19 nos negócios e nas rotinas profissionais inviabilizam a adaptação das empresas para o cumprimento da nova legislação.
>>>
Com o distanciamento social, os brasileiros têm adotado alternativas digitais para resolver pendências e realizar operações bancárias. Em março, o app do Itaú Unibanco alcançou quase 13 milhões de usuários, um aumento de 12% em relação ao mesmo período no ano anterior. O depósito de cheques via app cresceu 70%.
>>>
Um alento para os investidores que perderam dinheiro com a pandemia do coronavírus: segundo gestores do fundo Verde, criado pelo lendário Luis Stuhlberger, a retomada do preço dos ativos na bolsa será mais rápida do que se imagina. Eles acham que a enorme injeção de recursos por parte dos governos para estimular a economia dará fôlego extra.
>>>
A Petrobras descobriu petróleo em um poço da Bacia de Campos, a 130 quilômetros de Macaé, no Rio de Janeiro. Segundo a empresa, futuras análises vão detectar o potencial exploratório. Na semana passada, já havia anunciado a descoberta do óleo em um poço situado no pré-sal da Bacia de Santos.

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade