Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas BRASIL CONTINUA DIVIDIDO ATé NA CRISE DO CORONAVíRUS

Brasil continua dividido até na crise do coronavírus

Para cada um dos assuntos polêmicos em discussão há uma legião de %u201Cespecialistas%u201D com convicções indestrutíveis


postado em 29/03/2020 23:29

O empresariado brasileiro está dividido entre duas grandes correntes. De um lado, os que defendem a volta imediata dos trabalhadores em quarentena. De outro, os que consideram arriscado expor a população ao coronavírus. É lamentável como o país não consegue se livrar do radicalismo dos extremos. As duas divisões antagônicas não apenas confundem a população como escancaram a profunda desunião do país. É assim em todos os setores da sociedade. A cloroquina funciona contra a COVID-19? A medicina não tem a resposta definitiva, mas os fanáticos do “sim” e do “não” sustentam seus pontos de vista como se realmente soubessem. O pacote econômico do governo para socorrer as empresas é suficiente? A crise vai durar 15 dias ou cinco meses? A bolsa vai se recuperar rapidamente? Para cada um dos questionamentos acima há uma legião de “especialistas” com convicções indestrutíveis. Se há uma lição que o coronavírus deixou, ela é a seguinte: por enquanto, ninguém pode ter 100% de certeza de nada.

Na Caoa Chery, teste drive em domicílio

Fábricas paralisadas, concessionárias fechadas, consumidores sumidos. A indústria automotiva vive uma crise sem precedentes, mas as empresas lutam para criar alternativas de negócios. Há alguns dias, a Caoa Chery lançou o atendimento em domicílio. Funciona assim: um vendedor leva o carro até a casa do cliente, que pode fazer o teste drive sem precisar ir à loja. Segundo a empresa, o veículo passa por higienização completa antes de ser testado pelo cliente.

Se o comércio reabrir, consumidores voltarão às compras?

A pressão dos varejistas para que as autoridades reabram o comércio sob a ameaça de demissões em massa levanta algumas dúvidas: os consumidores frequentarão shoppings, lojas e restaurantes se o coronavírus continuar avançando? Eles estarão dispostos a voltar à normalidade diante do temor legítimo da pandemia? Esse é um lado do debate que precisa ser considerado. Os varejistas precisam de uma solução imediata, mas é preciso olhar para todos os aspectos da questão.

Magazine Luiza é a empresa mais preparada

A consultoria Economática, especializada no mercado de capitais, listou as empresas mais preparadas para enfrentar a crise do coronavírus. O critério adotado foi a relação entre o caixa e as dívidas de curto prazo da companhia (aquelas que vencem em até 12 meses). Por essa métrica, o Magazine Luiza lidera o ranking com folga: seu caixa é 488 vezes maior que as dívidas de curto prazo. Depois aparecem a seguradora Wiz (uma relação de 432 vezes) e empresa de energia Cesp (151 vezes).

Compartilhe no Facebook
*Apenas para assinantes do Estado de Minas

Publicidade