Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas MERCADO S/A

Bolsa: queda da bolsa surpreende investidores inexperientes

Ensinam os gestores, o melhor é não fazer nada e apenas esperar a onda negativa passar


postado em 28/01/2020 04:00 / atualizado em 28/01/2020 07:39

(foto: Luiz Prado/Divulgação)
(foto: Luiz Prado/Divulgação)

O crescimento vertiginoso do número de investidores na bolsa de valores tem preocupado os gestores mais experientes. A tendência é ótima, mas muitos dos novos entrantes não conhecem os caprichos do mercado. Ontem, as redes sociais foram tomadas por pessoas desesperadas com a queda do Ibovespa. “E agora, vou perder todo meu dinheiro?”, questionou um. “É hora de vender tudo?”, perguntou outro. Nesses momentos, ensinam os gestores, o melhor é não fazer nada e apenas esperar a onda negativa passar.


JP Morgan diz que crise representa oportunidade de compra


O banco americano JP Morgan considera que a queda de bolsas do mundo inteiro, motivada pelo avanço do coronavírus, representa uma oportunidade de compra de ações, especialmente em países emergentes como o Brasil. “Temores sobre saúde, semelhantes às campanhas de guerra localizadas, bem como incidentes terroristas foram historicamente oportunidades de compra, e não razões para vendas sustentadas”, disseram em relatório os especialistas da instituição.
 

Os planos dos executivos para depois da aposentadoria


Em empresas de grande porte e com bom nível de governança corporativa, os executivos são convidados a se aposentar a partir dos 62 anos de idade. O que pretendem fazer com o tempo livre? Uma pesquisa realizada pela Talenses Executive, especializada em recrutamento e seleção, revela que 76% deles planejam participar de atividades relacionadas a projetos sociais quando finalizarem suas atividades corporativas. As áreas preferidas são educação, sustentabilidade e esporte.
 
1,2 milhão de brasileiros investiram no Tesouro Direto em 2019, segundo dados do governo. Apenas no ano passado, o Tesouro ganhou 414 mil novos investidores, avanço de 53% ante 2018
 
(foto: Joe Klamar/AFP)
(foto: Joe Klamar/AFP)
Você tem que encontrar uma maneira de se tornar, a cada dia, uma pessoa melhor. É isso o que deve ser o seu grande inspirador a cada manhã” -  Kobe Bryant, a lenda da NBA, que morreu nodomingo (26), em acidente de helicóptero 
 

RAPIDINHAS

 
Estudo realizado pela consultoria Roland Berger concluiu que o Brasil deverá ganhar 457 mil milionários até 2022. Juntos, eles terão patrimônio de R$ 1,7 trilhão, o que significará crescimento real de 5,3% ao ano. Fatores como crescimento econômico, oportunidades de negócios e perspectivas positivas no mercado financeiro explicam o fenômeno.

O Banco do Brasil irá promover uma série de iniciativas para competir com instituições rivais. Entre elas, mudanças nas regras de emprego para facilitar a contratação e demissão de funcionários e a realização de parcerias com fintechs para aprimorar seus processos digitais. As ações já foram aprovadas pelo conselho de administração.

O coronavírus já provoca estragos em empresas de diversos setores. Uma das maiores distribuidoras de cinema do mundo, a canadense Imax fechou 7 mil salas de cinema na China por tempo indeterminado, o que deverá provocar prejuízos de pelo  menos US$ 60 milhões na arrecadação com bilheteria.

A Starbucks, maior rede de cafeteria do mundo, também está perdendo dinheiro com o coronavírus. A empresa, que possui 4,1 mil lojas na China, disse que está fechando algumas unidades, mas não informou o número exato. Empresas como McDonald’s e Domino’s Pizza também estão diminuindo temporariamente suas operações. 
 

Os fatores que podem estimular o PIB em 2020


Relatório elaborado pela consultoria Pezco para a KPMG indicou os fatores que podem estimular o crescimento do PIB brasileiro em 2020. Confira: Reforma da Previdência – contribui para o compromisso do governo de zerar o rombo das contas públicas até 2022; Lei de Liberdade Econômica – reduz a burocracia e estimula o setor produtivo; Programa de privatizações e concessões – ajuda a destravar obras na área de infraestrutura

A Pezco destaca que o cenário positivo aumenta a probabilidade de o Brasil receber upgrade do rating soberano em 2020. O estudo também vê o primeiro semestre como uma janela de oportunidades para a aprovação da reforma tributária, já que os últimos seis meses do ano serão marcados pelas eleições municipais. No cenário externo, o acordo comercial parcial entre Estados Unidos e China reduz o risco de recessão do PIB global. Além disso, o alinhamento entre Jair Bolsonaro e Donald Trump abre caminho para a entrada do Brasil na Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE). 

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade