Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Publicidade

Estado de Minas MERCADO S/A

Operação de guerra rende frutos à Via Varejo

Na sexta-feira, 29, data da Black Friday, a empresa vendeu R$ 1,1 bilhão, o que representou um recorde, considerando negócios realizados em um único dia


postado em 03/12/2019 04:00 / atualizado em 03/12/2019 07:50

Black Friday 1: 

Operação de guerra rende frutos à Via Varejo


A Via Varejo, dona das marcas Casas Bahia e Ponto Frio, montou uma operação de guerra para a Black Friday. Às vésperas do evento, a empresa aumentou em 30% a frota de veículos que atendem aos centros de distribuição, comprou 7 mil terminais de computadores e contratou 1 mil funcionários, principalmente do setor de logística, para agilizar as vendas de produtos. A iniciativa deu resultado: na sexta-feira, 29, data da Black Friday, a empresa vendeu R$ 1,1 bilhão, o que representou um recorde, considerando negócios realizados em um único dia. Neste ano, a Via Varejo finalmente anunciou a integração entre as lojas físicas e canais on-line, movimento já realizado por suas principais concorrentes, como Magazine Luiza e B2W. Depois de um longo período de dificuldades, a Via Varejo espera voltar ao jogo com o retorno da família Klein ao negócio, que reassumiu a empresa em julho passado.

(foto: Ikea/Divulgação )
(foto: Ikea/Divulgação )

Black Friday 2: 

Chinesa Xiaomi tem produtos apreendidos


Enquanto uns faturam, outros se dão mal. Uma megaoperação da Secretaria Estadual da Fazenda e Planejamento durante a Black Friday resultou na apreensão de mais de 30 mil produtos da fabricante chinesa Xiaomi, em São Paulo, incluindo smartphones, smartwatches e tablets. O valor estimado do material é de R$ 3 milhões. Segundo o governo paulista, dezenas de empresas de fachada vendiam essas mercadorias na internet, sem recolhimento de ICMS.

(foto: YouTube/Reprodução)
(foto: YouTube/Reprodução)

Com protestos no Chile, Brasil entra no radar da Ikea

A sueca Ikea, maior varejista de móveis do mundo, acompanha os sinais positivos da economia brasileira para avaliar a entrada no país. A empresa pretendia abrir duas unidades no Chile neste segundo semestre, mas os violentos protestos adiaram os planos para o ano que vem. A ironia é que os suecos sempre viram a instabilidade política brasileira como um impeditivo para investimentos. Agora, são os outros países da América do Sul que geram incertezas – e o Brasil pode ser a melhor opção.

Produção de petróleo do pré-sal avança em outubro

A produção de petróleo do pré-sal brasileiro atingiu, em outubro, 2,394 milhões de barris de óleo por dia, o que representa crescimento de 4,6%, na comparação com setembro, e de 30,1% em relação ao mesmo mês do ano passado. Segundo dados divulgados ontem pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), o pré-sal correspondeu, em outubro, a 63,1% do total do petróleo produzido no Brasil.

R$ 4,9 bilhões é a quanto poderá chegar a oferta pública subsequente de ações (conhecida como “follow-on”) que a operadora de planos de saúde Notre Dame Intermédica pretende fazer. O valor deverá ser usado principalmente em novos investimentos


 
 
 "O setor de saúde já sente a melhora da economia” - Sidney Klajner, 
presidente do Hospital Israelita Albert Einstein

RAPIDINHAS


» O criador de uma startup brasileira que está perto de ser avaliada em US$ 1 bilhão diz que está surpreso com a recente valorização dos profissionais da área de recursos humanos. “É um fenômeno impressionante e ninguém deu muita atenção para isso”, diz o empresário. “Tem sido difícil manter uma equipe coesa, porque as pessoas recebem o tempo todo propostas para sair.”


» Ele explica a situação. “O cara entra na empresa ganhando, digamos, R$ 8 mil, e, três meses depois, recebe uma proposta de R$ 12 mil. Aumento a vaga para R$ 10 mil e o sujeito é convidado para ganhar R$ 14 mil.” Ele tem uma teoria para explicar a maré positiva: “Falar em desenvolvimento pessoal é a nova onda do mundo corporativo”.


» A Olimpíada de Tóquio, que será realizada entre 24 de julho e 9 de agosto de 2020, se tornou um fenômeno de marketing. Há alguns dias, a unidade local da consultoria americana Boston Consulting Group (BCG) passou a ser a 66ª empresa doméstica a patrocinar o evento. Com isso, o evento captou US$ 3 bilhões em patrocínios internos.


» O resultado foi uma surpresa até para os organizadores da Olimpíada, que esperavam arrecadar US$ 2 bilhões. Para se ter uma ideia do tamanho do feito, os Jogos de Londres’2012, que detinham o recorde anterior de patrocínios domésticos, amealharam US$ 1,2 bilhão.


Publicidade