SIGA O EM

Microsoft comprará LinkedIn por US$ 26,2 bilhões

Acordo foi anunciado nesta segunda-feira. LinkedIn vai manter sua "marca, cultura e independência", com Jeff Weiner como diretor executivo. diz comunicado

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[{'id_foto': 1045198, 'arquivo_grande': '', 'credito': 'AFP / MANDEL NGAN ', 'link': '', 'legenda': 'O diretor executivo da Microsoft, Satya Nadella', 'arquivo': 'ns62/app/noticia_127983242361/2016/06/13/772082/20160613102255995733o.jpeg', 'alinhamento': 'right', 'descricao': ''}]

postado em 13/06/2016 10:10 / atualizado em 13/06/2016 11:50

AFP /Agence France-Presse

A Microsoft anunciou nesta segunda-feira que assinou um acordo para adquirir a rede social profissional LinkedIn por US$ 26,2 bilhões. "A equipe da LinkedIn desenvolveu um negócio fantástico centrado em conectar os profissionais do mundo", afirmou o diretor executivo da Microsoft, Satya Nadella.

"Juntos, podemos acelerar o crescimento do LinkedIn, assim como o do Microsoft Office 365 e Dynamics com o objetivo de fortalecer cada pessoa e organização do planeta". De acordo com um comunicado conjunto, o LinkedIn vai manter sua "marca, cultura e independência", com Jeff Weiner como diretor executivo.

As duas empresas anunciaram que alcançaram um acordo "definitivo" que será concluído até o fim do ano, com o apoio do presidente e maior acionista do LinkedIn, Reid Hoffman. O LinkedIn, que permite a seus membros conectar-se e facilita a busca de empregos, tem 433 milhões de usuários no mundo.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600