SIGA O EM

Melhor forma de ensinar um bebê é surpreendê-lo

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 19/04/2015 18:00 / atualizado em 19/04/2015 18:00

TORU YAMANAKA

Mesmo antes de começar a falar, os bebês já sabem muito sobre o mundo. Mas, como deixam claro seus olhinhos curiosos, eles vivem atrás de novas informações. Como fazer com que uma criança aprenda melhor e explore o mundo, tornando-se ainda mais sabida? Surpeendendo-a, afirmam duas psicólogas americanas em um estudo publicado na revista Science.

Para chegar a essa conclusão, Aimee E. Stahl e Lisa Feigenson realizaram uma série de experimentos com bebês de 11 meses. Algumas das crianças viam objetos se comportarem da forma como elas esperavam. Por exemplo, um carrinho que era empurrado de cima de uma plataforma caía no chão, e uma bola que descia uma rampa parava quando encontrava um obstáculo. Outros pequenos, no entanto, eram surpreendidos ao ver o carrinho continuar a andar no ar e a bola atravessar a parede, como se fosse mágica.

Evidentemente, não havia mágica nenhuma. A parede tinha um vão que a criança não podia ver e que permitia a passagem da bola, e o carrinho só não caía porque havia um suporte invisível para o bebê que o mantinha suspenso. Aos olhos infantis, no entanto, o que ocorrera era muito estranho e desafiava sua visão sobre o mundo.

Depois de realizar o pequeno show, as pesquisadoras ensinavam algumas informações sobre os objetos. Os bebês que tinham assistido aos brinquedos se comportarem de forma inesperada guardavam melhor os novos dados que aqueles que tinham visto o carrinho cair no chão e a bola parar no obstáculo. Além disso, assim que tinham a chance, as crianças do primeiro grupo logo pegavam os objetos para analisá-los. Elas soltavam o carrinho do alto para ver se ele caía ou batiam a bola contra a mesa para ver se ela ia atravessá-la.

“Nossa pesquisa sugere que bebês usam o que eles já sabem sobre o mundo para fazer predições. Quando essas predições se mostram erradas, eles usam isso como uma oportunidade especial para aprender”, disse, em comunicado, Lisa Feigenson, professora de ciências psicológicas e do cérebro na Universidade Johns Hopkins, nos EUA. “Bebês são equipados com um conhecimento sobre aspectos fundamentais do mundo e o aproveitam para incrementar o aprendizado”, completou Aimee E. Stahl.

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600