SIGA O EM

Apple confirma que ataque informático afetou famosas, mas nega falha

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 02/09/2014 22:00

Agência Estado

SAN FRANCISCO - A gigante da tecnologia Apple confirmou nesta terça-feira que algumas contas de celebridades sofreram um ataque cibernético no domingo, mas negou que a causa tenha sido uma falha em seu sistema.

"Nenhum dos casos que investigamos procede de uma falha em algum dos sistemas da Apple, incluindo o iCloud ou (o aplicativo de busca de telefones perdidos) 'Find my iPhone'", ressaltou a empresa americana em um comunicado.

A atriz americana Jennifer Lawrence, premiada com o Oscar de Melhor Atriz em 2013, e a modelo Kate Upton foram as primeiras a reconhecer que haviam sido vítimas do ataque, assim como a atriz Mary Elizabeth Winstead, que escreveu no Twitter que suas imagens tinham sido feitas "na privacidade" de sua casa.

A cantora Ariana Grande e a ex-estrela do canal Nickelodeon, Victoria Justice, negaram a veracidade das fotos atribuídas a ambas, enquanto outras famosas, como a cantora Rihanna e as atrizes Kaley Cuoco ("The Big Bang Thoery") e Hayden Panettiere ("Nashville") não se manifestaram.

O ataque afetou nomes de usuários, senhas e perguntas de segurança, em "uma prática que se tornou algo muito comum na Internet", considerou a Apple, depois de 40 horas de investigação após o vazamento.

"Quando tomamos conhecimento do roubo, ficamos indignados e imediatamente mobilizamos os engenheiros da Apple para descobrir a fonte" do vazamento, frisou a empresa.

Nuvem iCloud em xeque

A imprensa americana indicou que hackers conseguiram entrar na nuvem iCloud, um sistema de armazenamento de dados em grande escala que permite aos usuários ter acesso a documentos e imagens de forma remota a partir de qualquer lugar do mundo.

Mas a Apple afirmou que nenhum de seus sistemas tinha sido a causa do vazamento e indicou que está trabalhando junto com as autoridades "para ajudar a identificar os criminosos envolvidos".

O Departamento de Crimes Cibernéticos do FBI realiza uma investigação aberta depois de ter recebido diversas "acusações sobre violações de arquivos de informática e sobre a difusão ilegal de material privado individual".

"Muitas pessoas não sabem que as fotos tiradas com o iPhone são armazenadas automaticamente no iCloud", explicou à AFP o especialista em segurança informática Graham Cluley.

"Quando se consegue a senha de uma conta, todos os dados dessa conta no iCloud podem ser acessados por qualquer hacker", escreveu em seu blog Rob VandenBrink, da empresa SANS Internet Storm Center.

No caso das celebridades, o perigo é que "muitas informações pessoais já estão on-line", disse à AFP o especialista Rik Ferguson, da empresa de segurança Trend Micro. "Perguntas de segurança como o 'Nome de seu primeiro animal de estimação' podem ser muito menos secretas do que para pessoas anônimas".

As imagens íntimas de famosas começaram a circular na manhã de domingo, embora algumas já tivessem sido divulgadas em fóruns on-line.

"Esta é uma violação flagrante da privacidade. Entramos em contato com as autoridades e elas irão atrás de qualquer um que divulgar as fotos roubadas de Jennifer Lawrence", disse o agente da atriz.

Não é a primeira vez que imagens comprometedoras de famosas são divulgadas. Em 2012, um juiz de Los Angeles condenou Christopher Chaney a dez anos de prisão por ter roubado e publicado imagens da atriz americana Scarlett Johansson nua.

 

Tags:
Comentários O comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.