SIGA O EM

Duolingo lança plataforma on-line para oferecer certificação de proficiência em inglês

App criado em 2011 para ensinar idiomas já tem mais de 38 milhões de usuários

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 31/07/2014 10:57 / atualizado em 31/07/2014 10:52

Silas Scalioni /Estado de Minas

Duolingo/Reprodução
Neste mundo globalizado, qualquer pessoa que pretenda se dar bem na vida precisa falar outros idiomas. E, mais ainda, se a pretensão é profissional e há a necessidade de formação em outros países. Empresas e universidades geralmente exigem domínio do idioma do lugar ou, pelo menos, do inglês. Um certificado de domínio da língua se torna, portanto, imprescindível. Obter esse certificado muitas vezes demanda tempo de estudos e de testes, como nos tradicionais programas TOEFL iBT e Cambridge. Além disso, não é barato (cobra-se em torno de US$ 250).

Para quem não quiser passar por isso e ainda poder pagar somente cerca de 10% desse valor, o serviço de idiomas Duolingo lançou, há poucos dias, plataforma que vai facilitar a vida de muitos, além de mostrar uma outra maneira de fazer os exames. Relembrando, o Duolingo é uma plataforma educativa grátis, que, com mais de 38 milhões de usuários, já se tornou a maneira mais popular de aprender idiomas on-line. Criada por Luis von Ahn e Severin Hacker, em 2011, o serviço já recebeu os títulos de aplicativo do ano, ou iPhone App of the year 2013, pela Apple, e de Best of the best for Android 2013, pela Google. Estudo independente, feito pela Universidade da Cidade de Nova York (CUNY), demonstrou que 34 horas de Duolingo são equivalentes a um semestre completo de curso de idiomas em uma universidade americana.

Famoso pelos seus trabalhos com o Captcha (e o reCaptcha) – aquele dispositivo de segurança que identifica se o usuário é uma pessoa ou um computador –, Luis Von Ahn destaca que a meta do serviço é prover acesso universal à educação. “Ensinamos línguas de graça, mas certificar também é importante”, afirma ele, ao falar sobre o Duolingo Test Center, ferramenta que passa a permitir ao usuário comprovar sua proficiência no idioma e a se submeter a uma avaliação no computador e por dispositivos móveis em qualquer lugar do mundo.

Rápido e seguro

A plataforma já foi completamente localizada para o português, visando os usuários brasileiros. O app Duolingo Test Center, por enquanto, permite a certificação em inglês a partir de um dispositivo móvel, e por apenas US$ 20. “Até mesmo comprar um smartphone e fazer o teste pode sair mais barato do que fazer uma prova tradicional”, diz o criador da plataforma. Purnima Kochikar, diretora Global da Google Play Apps & Games, ressalta que a gigante das buscas está bastante animada em ver o Duolingo transformar exames tradicionais, por meio de tecnologia móvel, e ajudar milhões de usuários de Android pelo mundo a ganhar acesso a melhores oportunidades.

O teste, que se adapta com base no desempenho do candidato, leva somente 20 minutos (em vez das duas horas dos demais exames) e as perguntas raramente se repetem. O resultado sai em até 24 horas. Um fiscal remoto monitora a realização do exame por meio da câmera do aparelho em uso durante a sua realização, para assegurar que ninguém receba ajuda não autorizada. E, pelo microfone do aparelho, é possível verificar a pronúncia e a fluência do candidato.

Parcerias

A segurança do Duolingo Proficiency Exam é outro fator positivo, sendo que todas as notas são geradas por computador, eliminando-se, assim, o risco de fraudes. Um estudo independente conduzido pela Universidade de Pittsburgh (Estados Unidos) comprovou que os resultados das provas são estáveis, confiáveis e substancialmente correlacionados aos do TOEFL (que é o exame padrão exigido pelas universidades).

A equipe do Duolingo desenvolveu o teste no ano passado, baseando-se em dados coletados junto aos seus 38 milhões de usuários. Apenas o inglês integra o trabalho nesse lançamento, mas o app pretende expandir a certificação para todas as línguas já incluídas no serviço. A empresa já mantém conversas com universidades americanas para usar o Duolingo Proficiency Exam no lugar de provas tradicionais, como do próprio TOEFL. A universidade norte-americana Carnegie Mellon (CMU) será a primeira parceira acadêmica do serviço, enquanto a empresa internacional oDesk (site que oferece uma plataforma bastante interessante, pela qual freelancers e empregadores podem trocar contatos e fechar negócios) será sua primeira parceira institucional, já aceitando a prova desde seu lançamento.

O app Duolingo Test Center está sendo lançando primeiramente para Android (mas o acesso pode ser feito também via web). De acordo com a empresa, o aplicativo para iOS estará disponível em breve. Você pode visitar o serviço on-line pelo endereço http://testcenter.duolingo.com ou baixá-lo no Google Play em https://play.google.com/store/apps/details?id=com.duolingo.testcenter.

 

Tags: