SIGA O EM

OAB de Minas apoia abertura de processo de impeachment contra Michel Temer

Deliberação de mineiros será encaminhada para Conselho Federal da entidade, que discute o assunto neste sábado, em Brasília

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[{'id_foto': 1123612, 'arquivo_grande': '', 'credito': 'Divulga\xe7\xe3o/OAB-MG', 'link': '', 'legenda': '', 'arquivo': 'ns62/app/noticia_127983242361/2017/05/19/870347/20170519155928730642i.jpg', 'alinhamento': 'center', 'descricao': ''}]

postado em 19/05/2017 15:44 / atualizado em 19/05/2017 16:53

Isabella Souto /

Divulgação/OAB-MG

A seção mineira da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-MG) aprovou nesta sexta-feira uma moção de apoio à abertura de processo de impeachment do presidente Michel Temer (PMDB).

Os conselheiros também aprovaram apoio à PEC 227/16, em tramitação na Câmara dos Deputados, que prevê a realização de eleições diretas até seis meses antes do término do mandato do presidente.

Participaram da reunião 101 conselheiros e diretores, dos quais 55 votaram a favor, 41 apresentaram divergências, 4 se abstiveram e um declarou impedimento.

A deliberação dos mineiros será encaminhada ao Conselho Federal da OAB, que terá um encontro neste sábado, às 15h, para definir o posicionamento da entidade em relação a um possível processo de impedimento contra Temer.

O plenário da OAB nacional é a instância máxima de deliberação da entidade – a mesma que deliberou por apresentar pedido de impeachment de Dilma Rousseff (PT) no ano passado.

Participam da discussão 81 conselheiros federais, três de cada um dos 26 estados e do Distrito Federal. Os conselheiros são eleitos pelos advogados de todo o país.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600