SIGA O EM

Governo de Minas define semana que vem pagamento do 13º

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[]

postado em 01/12/2016 06:00 / atualizado em 01/12/2016 07:31

Juliana Cipriani /Estado de Minas

O governo de Minas Gerais vai anunciar na semana que vem para o funcionalismo, em uma reunião com os sindicatos representantes das diversas categorias, qual a data e a forma de pagamento do 13º salário. Ainda fazendo as contas para saber como quitará o benefício, o estado marcou nova data para o encontro, previsto inicialmente para ontem. De acordo com uma fonte do alto escalão do Executivo, já estariam garantidos 80% dos recursos necessários.


Como parte da estratégia para pagar o 13º, o governo conta com a venda da folha de pagamento dos servidores ao Banco do Brasil. Embora a Secretaria da Fazenda não confirme, fontes do governo informam que o negócio foi concluído e será anunciado nos próximos dias. O estado também aguarda com recursos gerados com tributos pela repatriação do dinheiro de brasileiros no exterior.

Na reunião com os sindicatos, que será coordenada pelos secretários da Fazenda, José Afonso Bicalho, e de Planejamento e Gestão, Helvécio Magalhães, os funcionários também serão informados sobre as datas dos pagamentos dos salários de janeiro, fevereiro e março. Pelos problemas de caixa, a expectativa é de que o escalonamento dos pagamentos continue. Desde fevereiro o governo de Minas implantou o escalonamento dos salários dos funcionários. A medida, inicialmente, duraria até abril, mas se estendeu até o fim do ano.

De acordo com a Seplag, a remarcação do anúncio do 13º se deve ao fato de o governo ainda estar fazendo as contas para definir como poderá pagar o benefício. Além da data, será decidido se os valores serão parcelados ou creditados de forma integral. Na segunda-feira, o governador Fernando Pimentel (PT) reúne todo o secretariado para tratar dos projetos estratégicos do estado.

 

 

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600