SIGA O EM

Picciani mantém sessão para discutir projetos do ajuste fiscal na Alerj

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[]

postado em 16/11/2016 15:19

Agência Estado

Rio, 16 - O presidente da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro, Jorge Picciani (PMDB), disse que a sessão para discutir os primeiros dois projetos do pacote de ajuste fiscal enviado pelo governo estadual está mantida, apesar da manifestação de servidores. A sessão está marcada para as 15 horas. Picciani explicou aos servidores e lideranças sindicais que as medidas não serão votadas nesta quarta-feira, 16. Elas entram em discussão e só devem ser votadas em dezembro.

Em reunião da mesa diretora, ficou decidido que 280 servidores poderão ocupar as galerias para acompanhar os debates. Cada deputado terá direito a quatro convites. Picciani não sabe, no entanto, se haverá clima para a entrada dos servidores.

Do lado de fora da Alerj, ainda era possível ouvir sons de explosões de bombas de gás e de efeito moral. A entrada de funcionários da Alerj, que vinha ocorrendo por uma porta lateral, foi suspensa.

Grades

Todas as grades metálicas que cercavam a Alerj foram derrubadas pelos manifestantes, que protestam contra o pacote anticrise. Para evitar uma ocupação da Alerj, a polícia montou um cordão de isolamento com veículos e com a cavalaria.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600