SIGA O EM

Candidato do PRB mantém vantagem no Rio

Crivella tem 46%, contra 29% de Marcelo Freixo (PSOL), mesmos índices do levantamento realizado na semana passada.

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[]

postado em 28/10/2016 07:31 / atualizado em 28/10/2016 09:01

Agência Estado

O candidato do PRB à prefeitura do Rio, Marcelo Crivella, mantém-se em primeiro lugar nas intenções de voto na disputa do próximo domingo, segundo nova pesquisa divulgada ontem pelo Ibope. Crivella tem 46%, contra 29% de Marcelo Freixo (PSOL), mesmos índices do levantamento realizado na semana passada.

Segundo a sondagem, 22% dos entrevistados declararam que irão votar em branco ou nulo, e outros 3% se disseram indecisos ou não quiseram opinar.

Se forem considerados apenas os votos válidos, quando são excluídos os que indicaram votar em branco, nulo ou se declaram indecisos, Crivella tem 61%, contra 39% de Freixo. A pesquisa foi encomendada pela Rede Globo e exibida no noticiário RJTV - Segunda Edição, na noite desta quinta-feira, 27.

Este é o terceiro levantamento realizado pelo Ibope para o segundo turno na capital fluminense. Marcelo Crivella em nenhum momento perdeu a liderança das intenções de voto. O candidato teve variação negativa de 5 pontos porcentuais do primeiro para o segundo - tinha 51% na pesquisa divulgada no dia 10 e de 46% na do dia 20. Agora, manteve-se estável em relação à última pesquisa.

Marcelo Freixo, por sua vez, havia crescido 4 pontos nos dois primeiros levantamentos, de 25% para 29%. Desta vez, porém, manteve o mesmo índice da semana passada.



O resultado apontado pelo Ibope se assemelha à pesquisa do Instituto Datafolha, que na terça-feira passada apontou variação de dois pontos porcentuais para cada um dos candidatos, se comparada ao levantamento anterior. Para o Datafolha, Crivella oscilou de 48% para 46%, enquanto Freixo foi de 25% para 27% -, dentro, portanto, da margem de erro de três pontos porcentuais para mais ou para menos.

Assim, a quatro dias da votação para o segundo turno, o panorama da eleição se manteve inalterado, mesmo após o aumento dos ataques entre os candidatos.

Depois de um início ameno no segundo turno, Freixo, com a ajuda de ex-assessores das campanhas do PMDB e do PSDB, mudou sua estratégia e passou a atacar o oponente, acusando-o de preconceituoso contra homossexuais, católicos e adeptos de religiões afro-brasileiras. Para isso, a campanha do candidato do PSOL tem utilizado, principalmente, declarações passadas do adversário, que é bispo licenciado da Igreja Universal do Reino de Deus.

Crivella tem contra-atacado acusando o adversário de querer implantar nas escolas a chamada ideologia de gênero. Também tem acusado a revista Veja e os veículos de comunicação das Organizações Globo de tentarem interferir na disputa eleitoral com mentiras que o prejudicam.

O nível de confiança da pesquisa divulgada ontem pelo Ibope é de 95%. Segundo o instituto, isso significa que, considerando a margem de erro, de três pontos porcentuais para mais ou para menos, a chance de o resultado retratar a realidade é de 95%.

A pesquisa ouviu 1.204 eleitores nos dias 26 e 27 e foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) sob o protocolo RJ-03731/2016.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600