SIGA O EM

Em BH, pesquisa mostra Kalil com 41% e João Leite com 35%

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[]

postado em 21/10/2016 07:31 / atualizado em 21/10/2016 08:02

Agência Estado

Belo Horizonte, 21 - A dez dias do segundo turno, pesquisa Ibope/TV Globo divulgada na quinta-feira, 20, mostra o empresário Alexandre Kalil (PHS) com 41% das intenções de votos, ante 35% do deputado estadual João Leite (PSDB). Na primeira etapa de votação, em 2 de outubro, o tucano ficou à frente do rival, com 33,40% dos votos, ante 26,56% do adversário.

O resultado aponta empate no limite da margem de erro, que é de três pontos porcentuais para mais ou para menos. Kalil, teria, portanto, entre 38% e 44%, ante mínima de 32% e máxima de 38% de João Leite.

O nível de confiança do levantamento é de 95%. Isso quer dizer que, com base na margem de erro, a possibilidade de os números corresponderem à realidade é de 95%.

Na pesquisa anterior do Ibope, divulgada em 10 de outubro, João Leite aparecia em vantagem, com 46% dos votos, contra 33% de Kalil.

Considerando apenas os votos válidos - quando são desconsiderados intenções de voto em branco, nulos e de indecisos -, o concorrente do PHS tem 54%, ante 46% de João Leite.

Votos brancos, nulos, ou eleitores que afirmaram que não votarão em nenhum dos candidatos somaram 18%, enquanto 6% disseram que não sabem quem escolherão ou preferiram não responder.

Ibope ouviu, entre os dias 17 e 20, de outubro, 1001 eleitores. O levantamento foi registrado no Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG) sob o número 02120/2016.

Aprovação


A pesquisa mostrou ainda que 61% dos eleitores não aprovam a administração de Marcio Lacerda (PSB), que está em seu segundo mandato como prefeito. Do total, 31% concordam com o seu modo de governar e 8% não responderam ao questionamento.

O deputado estadual Délio Malheiros (PSD), vice-prefeito da capital, foi o candidato de Marcio Lacerda na disputa pela sucessão na capital mineira. O parlamentar, no entanto, ficou em quinto lugar na briga pelo primeiro turno, com 5,45% dos votos. Além de João Leite e Kalil, também ficaram à sua frente Rodrigo Pacheco (PMDB) e Reginaldo Lopes (PT).
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600