SIGA O EM

João Leite diz que Kalil é empreiteiro, quebrou empresa e deve Previdência

O candidato do PSDB disse ainda que nunca quis saber como se administra uma lanchonete, pois seu trabalho é na gestão pública

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[{'id_foto': 1080617, 'arquivo_grande': '', 'credito': 'Jair Amaral / EM / D.A. Press', 'link': '', 'legenda': 'Jo\xe3o Leite recebeu propostas para a cidade de ambientalistas e urbanistas', 'arquivo': 'ns62/app/noticia_127983242361/2016/10/19/815693/20161019132424637364i.jpeg', 'alinhamento': 'center', 'descricao': ''}]

postado em 19/10/2016 13:05 / atualizado em 19/10/2016 13:32

Juliana Cipriani /

Jair Amaral / EM / D.A. Press

O candidato do PSDB à Prefeitura de Belo Horizonte, deputado estadual João Leite, afirmou, na manhã desta quarta-feira, que seu adversário nas urnas, o ex-presidente do Atlético Alexandre Kalil, não merece respeito por ter quebrado a empresa de sua família e dever imposto previdenciário de seus funcionários. A fala foi em resposta às críticas feitas por Kalil em entrevistas exclusivas ao Portal Uai e Estado de Minas transmitida ao vivo, nesta terça-feira.

“No campo dele, que não é o meu, ele conseguiu quebrar a empresa da família dele, conseguiu quebrar uma empresa de muitos anos”, afirmou João Leite.

Na entrevista ao EM, Kalil havia dito que uma dona de lanchonete tem mais experiência que o tucano em gestão. João Leite respondeu que nunca seria gestor de uma lanchonete porque escolheu dedicar sua vida às pessoas. “Meu campo é a gestão pública e todas as vezes que geri a coisa pública foi com muita competência, os números estão aí”, afirmou.

O candidato do PSDB disse que nunca quis ser um competidor de pessoas e que “gestão pública não é ser empreiteiro”. João Leite disse que, como servidor público, quer fazer uma crítica ao adversário. “Alguém que recolhe dinheiro para a aposentadoria de um trabalhador e enfia no bolso não merece respeito”, afirmou.

"Fora empreiteiros"


Segundo João Leite, esse é o fato mais grave sobre Kalil. “Chega, fora todos os empreiteiros, chega disso aí de gente que quebrou a Previdência brasileira. Hoje temos um drama na aposentadoria do trabalhador e da trabalhadora por causa de pessoas como esse candidato, que cobrou o dinheiro da aposentadoria do trabalhador e enfiou no seu bolso”, afirmou.

Questionado sobre uma propaganda do rival que diz que o PSDB comandou as pastas da saúde, transporte e segurança na PBH e não fez nada, João Leite rebateu: “Nesses últimos anos ele também não fez nada”. João Leite disse ainda ter orgulho do seu trabalho na Assembleia Legislativa.

O candidato do PSDB se reuniu com ambientalistas e urbanistas no Parque Municipal e prometeu incorporar propostas feitas por eles. Entre as medidas, o candidato disse que pretende ampliar a medição do ar em BH para 100% e preservar os espaços ambientais que existem no interior da cidade.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600
 
Luiz
Luiz - 21 de Outubro às 14:56
Quem protege criminoso e vagabundo, também o É.
 
Luiz
Luiz - 21 de Outubro às 14:55
Esse João Leite é um pilantra. O Kalil pode até dever IPTU, mas a divida desse candidato aí (joão Leite) é muito maior com a sociedade, na medida em que protege vagabundos e criminosos.
 
alvaro
alvaro - 20 de Outubro às 10:36
KALIU nele, este Jonhn Milke, já foi pro saco
 
Marcos
Marcos - 20 de Outubro às 09:11
Sem ter procuração do Kalil, não sei se é o caso dele, mas alguém pode avisar ao João Leite que, normalmente quem quebra as empresas é a corrupção e os corruptos do governo. Salvo aquelas empresas que corrompem. Alías eles quebram uma nação. E isso aqui no Brasil já faz mais de 500 anos!
 
Aline
Aline - 20 de Outubro às 08:37
João leite? Tô fora! Fico com o Kalil! 31!
 
ulisses
ulisses - 20 de Outubro às 01:35
A mesma dignidade quando ele visitava estrupadores, latrocidas,molestadores etcc.Pergunta para as vitimas se ele foi dar apoio a elas.Orgulho do trabalho que ele fez pelo que eu me lembro só via ele em presidios,nunca vi ele em favelas. Não tenho candidato ainda mas duvido qu ele vai cumpir o que ele diz,onde ele estava antes das eleições????Pelo menos o Kallil não inventa nada
 
Brandom
Brandom - 19 de Outubro às 17:38
Votarei em um candidato sério, honrado, sobre o qual não paira dúvidas com relação à sua dignidade: João Leite, mesmo não gostando de seu partido. Votar no Kalil é votar em uma pessoa desequilibrada, temperamental, emocionalmente instável. Como se pode votar para prefeito em uma pessoa que deve IPTU, que quebrou sua empresa, que colocou seu clube na situação de o segundo maior devedor do país e sobre quem pesam várias acusações? Me espanta muito que tenha chegado ao segundo turno!
 
rodrigo
rodrigo - 20 de Outubro às 07:27
A falta de informação, e a preguiça de pesquisar e se informar, faz pessoas como você falar determinadas bobagens! Um candidato sério e honrado? Defender bandidos é honra? Receber propinas e desvios de verbas é ser sério? Ficar mamando nas tetas do sistema 16 anos é honra? Candidato eleito pela igreja batista e nada mais! 150 mil de furnas! 450 valereoduto! Leia! Pesquise! Informe-se! Kallil assumiu o atlético com 113 chegues sem fundo na praça, 280 ações trabalhistas, e uma divida que já era gigante, perdia apenas para o Flamengo! Zerou as ações trabalhistas, pagou todos os chegues sem fundo