SIGA O EM

João Leite diz que Kalil é ''político daqueles bem antigos''

Segundo o candidato tucano, o adversário já foi filiado ao PSDB por 12 anos e chegou a se candidatar a deputado, mas depois desistiu

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[{'id_foto': 1077696, 'arquivo_grande': '', 'credito': 'Jair Amaral / EM / D.A. Press', 'link': '', 'legenda': 'Jo\xe3o Leite se reuniu com trabalhadores do transporte', 'arquivo': 'ns62/app/noticia_127983242361/2016/10/07/811847/20161007081506561601a.JPG', 'alinhamento': 'center', 'descricao': ''}]

postado em 07/10/2016 06:00 / atualizado em 07/10/2016 08:17

Alessandra Mello

Jair Amaral / EM / D.A. Press

O candidato do PSDB à Prefeitura de Belo Horizonte, deputado estadual João Leite, disse nesta quinta-feira que seu oponente neste segundo turno, o ex-presidente do Atlético Mineiro Alexandre Kalil (PHS), é “político daqueles bem antigos” e que ninguém acredita nas declarações que ele vem dando de que não quer apoio de candidatos e partidos nesta etapa da disputa. Kalil vem dizendo que não pretende fazer alianças com partidos e candidatos, mas afirma que se “boas figuras” quiserem ajudar sua campanha serão aceitas.

“Alguém que foi 12 anos do PSDB, foi do PSB, chegou a lançar candidatura. Ninguém acredita nisso. Belo Horizonte é uma cidade totalmente esclarecida, uma cidade com grandes escolas, a nossa educação é uma educação avançada e a população sabe das coisas. Seu Kalil é político, daqueles bem antigos e conhecido e, é claro, que ele está tratando o apoio do PT e está tratando com outros partidos”, afirmou João Leite, que tem usado como uma das estratégias de campanha ligar o ex-cartola ao PT, partido que mais perdeu votos e prefeituras nessas eleições. Nas eleições de 2014, Kalil chegou a lançar seu nome para disputar uma vaga na Câmara dos Deputados, mas desistiu.

Em encontro nesta quinta-feira de manhã na Federação dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários, João leite garantiu que, se eleito, não vai permitir a retirada dos cobradores dos ônibus de transporte coletivo e, acompanhado de seu vice, vereador Ronaldo Gontijo (PPS), rebateu acusações que surgiram nas redes sociais de que seria favorável ao corte dessa função. A federação declarou apoio ao candidato.

A extinção da função de cobrador foi usada no primeiro turno das eleições contra João Leite em postagens que circularam anonimamente nas redes sociais. Gontijo foi acusado de votar a favor da proposta na Câmara, o que foi desmentido por ele durante o encontro. O candidato a vice disse que a votação da proposta no primeiro e no segundo turno foi simbólica (sem marcação dos votos no painel) e que ele sempre foi contrário a ela, tanto que votou a favor do veto. “Vim aqui desmascarar essa tentativa de desgaste, mentirosa e covarde da oposição”, afirmou Gontijo.

Cobradores de ônibus


Este ano, um projeto de lei propondo a substituição dos cobradores por sistema eletrônico de cobrança de passagem, chegou a ser aprovado pela Câmara Municipal de Belo Horizonte. A proposta, no entanto, foi vetada pela prefeitura depois que o Ministério Público do Trabalho recomendou a rejeição da proposta por não contemplar alternativa para o fim dos cobradores.

“No último ano, 68 mil pessoas ficaram desempregadas em BH. Não há o que se falar de perda de postos de trabalho. Eu, como prefeito, impedirei a perda de empregos pelos cobradores. Trata-se também de uma insegurança nos deslocamentos, já que os motoristas, além de dirigir, tem de receber tíquetes, receber dinheiro, dar troco”, afirmou João Leite.

Atual presidente da Câmara Municipal e também presidente do PTN, o vereador reeleito Wellington Magalhães declarou o apoio do partido a João Leite. No primeiro turno, ele apoiou Rodrigo Pacheco (PMDB), que também anunciou aliança com o tucano. “João Leite é o mais preparado para administrar a cidade. Ele é um parlamentar, um homem de diálogo e transparência”, afirmou Magalhães, pontuando que o atual deputado estadual terá melhor condição de dialogar com os vereadores. Segundo o presidente da Câmara, todos os integrantes do PTN estão com João Leite. “Vamos pra rua trabalhar e pedir voto”, disse.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600
 
Aloisio
Aloisio - 08 de Outubro às 16:08
Não sou eleitor em BH e se fosse não votaria em nenhum dos dois.Entretanto ao dizer que o Kalil é politico antigo me parece ter sido um elogio pois os politicos antigos tinha mais vergonha e carater
 
SCHUPAH
SCHUPAH - 07 de Outubro às 17:17
Duas latas de lixo.
 
Eduardo
Eduardo - 07 de Outubro às 12:16
Kalil é um ótimo exemplo de cidadão. Não paga iptu, fgts e os funcionários. Aí se for eleito todos vão se achar no direito de não pagar também! Olha que legal!
 
Marcelo
Marcelo - 07 de Outubro às 11:17
João Leite, jamais! PSDB, jamais! Vai perder, se Deus quiser. Vamos tentar coisa nova... precisamos renovar.
 
rodrigo
rodrigo - 07 de Outubro às 11:14
KKKK É de rir, Wellington Magalhães apoiar João Leite! O deputado das favelas da zona norte Wellington Magalhães, apoiador dos movimentos das favelas do Sumaré, santa cruz, nova cachoeirinha etc apoia o defensor dos direitos dos manos João Leite kkkkk É de rir não é não? Vai lá ver o patrimônio desse Wellington Magalhães se condiz com seus ganhos! Va se informar sobre o churrascão que ele fez no nova cachoeirinha pra festejar sua reeleição. Vai ver a casinha dele na orla da lagoa, com segurança 24h, motorista, empregados. Veja se é compatível com seu salário!
 
Full
Full - 07 de Outubro às 11:12
Fora Kalil, e leve João Leite, Temer e todos os golpistas com vc!
 
Cristina
Cristina - 07 de Outubro às 11:01
Kalil JAMAIS !!! VICE DELE É PT !!! To fora !!!
 
Juliano
Juliano - 07 de Outubro às 10:57
Que medo destas Bestas feras, que poderão assumir o poder!!! João Leite: Continuísmo, perpetuação, mantenabilidade da PBH ATIVOS S/A, PPP prá tudo. O que mais se ouve e vê em BH: PPP (Parcerias com empresas suspeitas), lixo de norte a sul equipamentos úteis abandonados, direito dos manos a torto e a direito em todas as praças e favelas. KAIU é uma piada ambulante.
 
rodrigo
rodrigo - 07 de Outubro às 10:54
BH PRECISA MUDAR! PRECISAMOS DEIXAR DE SER ESSA ROCA GRANDE! ESSA FAZENDA ILUMINADA! CHEGA DE POLITICAGEM FAJUTA! POLÍTICOS A 16 ANOS MAMANDO NA TETA DE BH E DEFENDENDO BANDIDO! CHEGA! CHEGA! CHEGA! KALIL NELES!!! KALIL PRA BH PARAR DE FAZER JOGO POLÍTICO! VAMOS REORGANIZAR! VAMOS PESQUISAR! AFINAL DE CONTAS KALIL NÃO ESTA NA LISTA DO MENSALÃO MINEIRO, DE FURNAS, DO VALEREODUTO E NEM TEVE SEU NOME NA LAVA JATO! C.H.E.G.A KELIL PREFEITO!
 
Alysson
Alysson - 07 de Outubro às 10:45
Isso tudo é medo de perder a eleição pra 1 politico de 1ª viagem?
 
Elias
Elias - 07 de Outubro às 10:39
Muito bom João Leite, e seu trabalho na ALMG, quem ta fazendo, abriu mão do salário? em 23 anos na ALMG o vc fez? NADA. ENTÃO VC OU KALIU, qual a diferença.
 
Cristina
Cristina - 07 de Outubro às 10:59
Quem trabalha nao tem que sbrir mao do salario nao!! Vc abriu do seu ?? Pior Kali que ROUBOU de quem trabalhou pra ele não repassando o INSS recolhido ... Fica atento rapaz ! Kalil vai acabar com nossa cidade ! Vote em branco mas no Kalil nao
 
domicio
domicio - 07 de Outubro às 10:36
Meu voto e do Kahil,fora joao leite.
 
Fábio
Fábio - 07 de Outubro às 10:35
Jamais votarei em quem defende vagabundos e criminosos. Direitos humanos só para os humanos direitos !
 
Miguel
Miguel - 07 de Outubro às 10:13
Quem dera que todos os políticos de hoje, fossem como os de antigamente. Temos JK, Ulisses Guimarães, Tancredo Neves como exemplo. Portanto, se o Kalil for político das antigas, está ótimo, João Leite!
 
Cristina
Cristina - 07 de Outubro às 10:10
No final vamos ter que escolher entre um dos dois. Eu escolho o mais sensato e equilibrado que é o João Leite. Chega de gente doida !! Kalil é doido ta mais que na cara !! Ta nas dividas dele com BH !! Kali to foraaaaaa
 
mauro
mauro - 07 de Outubro às 10:00
Infelizmente a maioria dos deputados é governista e vão blindar o governador ou seja é como se um ladrao entrasse na sua casa roubasse fosse apreendido mas ser solto e o pior expulsar voce da sua casa. INfelizmente votei neste governador joguei meu voto fora.
 
Carlos
Carlos - 07 de Outubro às 09:53
Minas Gerais já está arrasada, governada por um ladrão e corrupto, como é de conhecimento publico, Kalil está quebrado, todos sabem disso e está tentando se salvar através da prefeitura de BH. Vai destruir a cidade também caso vença a eleição.
 
Aline
Aline - 07 de Outubro às 09:52
Pesquisem aí o mensalão do PSDB, o João Leite estava envolvido. Ladrão que mora lá em Copacabana nas nossas costas.
 
Altarimo
Altarimo - 07 de Outubro às 11:59
Não seja estúpida Aline, você pode até querer ser iludida e votar em um aventureiro falido, que busca se reerguer pela política, agora inventar mentiras é piada de péssimo gosto. Não gosto do João Leite, vou votar nele para Alexandre Faliu não fazer com BH o que fez com suas empresas, mas todos sabem que um defeito que o João Leite não tem é ser desonesto!
 
Aline
Aline - 07 de Outubro às 09:51
Fora João Leite!
 
Marcos
Marcos - 07 de Outubro às 09:44
Realmente o que dá medo no Kalil é a provável aliança com o PT, a partir, inclusive do fato de que seu vice é petista. |MP|
 
Antônio
Antônio - 07 de Outubro às 09:42
Pode até ser um homem político. Qual homem não é político? Agora, JOÃO LEITE, o Kalil tem assessores de livre nomeação e exoneração pagos com nosso suados impostos? Pelo que saiba o Excelentíssimo Deputado tem trinta e seis assessores de livre nomeação e exoneração. É veradade? Quanto custa isso de impostos dos mineiros? Você e seus colegas deputados receberam, só pelo fato de terem sido eleito, 4,5 milhões dos suados impostos dos mineiros? É verdade? A que título? Quanto custa a despesa da Assembleia por ano para os mineiros? É por essas e outras deputado que não sobra dinheiro para saúde...
 
mauro
mauro - 07 de Outubro às 09:19
Conciencia povo de bh, governantes radicais destroem o pouco que já foi construido, olha o exemplo da donadilma destruiu o brasil, infelizmente precisamos dos politicos, mas infelizmente a população sempre vota mal.
 
Marcelo
Marcelo - 07 de Outubro às 08:56
Enquanto isso, aqui nas Gerais já não mais com tantas Minas, a Assembleia legislativa, parasita e subserviente ao governador, trabalha para manter um ladrão no palácio das mangabeiras... Sob os olhares complacentes da mídia petralha.
 
sandro
sandro - 07 de Outubro às 08:53
Realmente os politicos mais antigos tinham mais ética, pensavam mais nas pessoas e trabalhavam mais honrando o cargo público. Os políticos novos são viciados em políticagem, são detentores apenas do cargo que ocupam e somente visam o proprio bolso com propinas. Politicos antigos, como JK, Getúlio, sabiam ver o que o povo precisava. Os políticos novos apenas querem poder, dinheiro e cargo político. De político novo e que nao sai do poder eu estou cheio. Fora.!
 
Alysson
Alysson - 07 de Outubro às 10:46
O "cara dos direitos dos manos" está é com medo de perder!