SIGA O EM

Temer diz que alta abstenção é recado aos políticos e recorre a valor da democracia

O presidente está em visita à Argentina e comentou as eleições desse domingo

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[{'id_foto': 1076821, 'arquivo_grande': None, 'credito': '/ AFP / Juan MABROMATA ', 'link': '', 'legenda': '', 'arquivo': 'ns62/app/noticia_127983242361/2016/10/03/810506/20161003161234667214u.jpg', 'alinhamento': 'center', 'descricao': ''}]

postado em 03/10/2016 16:04

Marcelo Ernesto

/ AFP / Juan MABROMATA

A quantidade elevada de eleitores que deixaram de votar nas eleições desse domingo chamou a atenção até o presidente Michel Temer (PMDB). Segundo ele, a mensagem repassada é explicita e cabe aos políticos prestarem atenção para evitar “costumes inadequados”. Temer está em visita a Argentina onde se encontra com o presidente daquele país, Maurício Macri.

“Há uma decepção, sem dúvida nenhuma, com a classe política em geral. Não se pode particularizar o partido A ou B. Temos 35 partidos no país. Quase todos eles com candidatos às prefeituras municipais. Mesmo assim, a abstenção foi realmente muito significativa”, disse Temer.

Ainda de acordo com o presidente que assumiu o cargo após o impeachment de Dilma Rousseff (PT), essa reformulação dos costumes tem que ser feita com urgência, sob pena de comprometer a imagem da classe política brasileira.

Apesar da reflexão, Temer recorreu ao valor da democracia que, segundo ele, foi percebida ontem nas urnas. "Acho que foi um recado dado pelas urnas em dois vetores. O primeiro é: cuidem-se aqueles que estão na classe política. Por outro lado, temos de festejar a democracia que se produziu ao longo do tempo e que foi exercitada nas eleições de ontem”, analisou.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600