SIGA O EM

Candidatos a vereador são alvo de campanha apócrifa em Belo Horizonte

Gilson Reis (PCdoB), Arnaldo Godoy (PT) e Pedro Patrus (PT), candidatos a reeleição, são acusados de serem contra as crianças e a família

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[{'id_foto': 1074971, 'arquivo_grande': '', 'credito': 'Divulga\xe7\xe3o/Facebook', 'link': '', 'legenda': 'Vereador Gilson Reis \xe9 um dos candidatos alvo de campanha ap\xf3crifa na capital mineira', 'arquivo': 'ns62/app/noticia_127983242361/2016/09/26/807646/20160925193620229043e.jpg', 'alinhamento': 'center', 'descricao': ''}]

postado em 26/09/2016 07:00 / atualizado em 26/09/2016 08:37

Alessandra Mello

Divulgação/Facebook
 

Os vereadores Gilson Reis (PCdoB), Arnaldo Godoy (PT) e Pedro Patrus (PT), candidatos a reeleição, estão sendo alvos de uma campanha apócrifa nas ruas de Belo Horizonte. No caso de Gilson Reis, a fachada de seu escritório político no bairro Padre Eustáquio, zona noroeste da cidade, amanheceu na quarta-feira passada colada com cartazes contra ele. Os postes do bairro também.

Ontem, os mesmos cartazes começaram a ser vistos na zona sul de Belo Horizonte e panfletos com o mesmo teor foram deixados nas caixas de correio de casas e apartamentos no bairro Padre Eustáquio. Imagens de segurança das câmaras do escritório do vereador mostram um grupo de cinco jovens colando o material durante a madrugada. O vídeo (confira logo abaixo)  já está com a Polícia Federal, responsável por investigar crimes eleitorais.

 O texto de um dos cartazes alega que eles votaram a favor da implantação de banheiros unissex e também de “ensino deturpado da sexualidade para as crianças”. “Não vote em que é contra a inocência da criança”, anuncia o panfleto anônimo, que traz a foto dos três vereadores. Outro panfleto acusa Gilson Reis de ser contra a família e de querer que as “crianças aprendam na escola que meninos não nascem meninos e que meninas não nascem meninas (ideologia de gênero)”.

Cita ainda que ele tentou inclusão da ideologia de gênero na votação do Plano Municipal de Educação, em dezembro passado, aprovado pela Câmara Municipal sem nenhuma referência à essa questão. Gilson Reis disse que já sabe quem são os autores dos cartazes, mas preferiu não citar nomes antes da conclusão das investigações pela Polícia Federal.

“Eu não sou contra a família. Pelo contrário, sou a favor. Existem muitos tipos de família hoje no Brasil e todas devem ser seus direitos preservados e garantidos”, defendeu o vereador. Segundo ele, a proposta que a bancada do PT e do PCdoB tentou incluir no Plano Municipal de Educação tinha a intenção de “incluir os estudantes homoafetivos nas escolas”. “Existe uma grande evasão escolar dessas pessoas por falta de apoio nas escolas”.

O advogado do candidato, Thiago Camargos, disse que já foi entregue uma denúncia à Justiça Eleitoral e ao Ministério Público, que já investiga o caso. “Esse tipo de coisa não contribuiu em nada para a democracia e só deseduca a população”. Segundo ele, os autores podem ser condenados a prisão já que divulgar informações falsas contra candidatos é sujeita a punição de até três anos de detenção.

 

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600
 
Cristiano
Cristiano - 27 de Setembro às 00:08
Nem precisa de campanha difamatória... basta dizer "É do PT!" - já é a maior das difamações! E ninguém votar nessa sub raça de ladrões.
 
CARLOS
CARLOS - 27 de Setembro às 10:23
concordo !!! e não votar na sua mãe, no lulinha, aecim do pó, jõao do leite, sargento garcia e zorro, dilminha, gilmar mendes, renan pau de galinheiro calheiros...
 
CARLOS
CARLOS - 27 de Setembro às 10:23
concordo !!! e não votar na sua mãe, no lulinha, aecim do pó, jõao do leite, sargento garcia e zorro, dilminha, gilmar mendes, renan pau de galinheiro calheiros...
 
Ramon
Ramon - 26 de Setembro às 13:15
O Pior não fazem nada, só engordam suas contas bancárias e o mais triste o pobre é sempre convencido de que eles são o tal !
 
mauro
mauro - 26 de Setembro às 12:14
nestes eu nao voto, falta de respeito com a familia brasileira, vai tentar eleição na venezuela ou cuba.
 
Alexandre
Alexandre - 26 de Setembro às 11:49
Discordo diametralmente do advogado, esse tipo de iniciativa só esclarece o eleitor incauto, que muitas vezes não entende o que quer dizer termos abstratos como "ideologia de gênero"..
 
Edmilso
Edmilso - 26 de Setembro às 10:38
Acho que quem está fazendo essas campanhas apócrifas contra alguns candidatos é muito burro. Estão na verdade contribuindo com as candidaturas atacadas. Dando publicidade a elas.
 
PonchoSampedro
PonchoSampedro - 26 de Setembro às 09:38
Os coxinhas sempre intolerantes e promovendo baixarias. Não sabem conviver com ideias divergentes das suas.
 
Filipe
Filipe - 26 de Setembro às 09:22
O material pode ser apócrifo, mas só diz a VERDADE! Quem é a favor do aborto, da ideologia de gênero, da educação sexual deturpada nas escolas, a favor das drogas, a favor do bandidos e contra as polícias é o quê?
 
Marcos
Marcos - 26 de Setembro às 13:21
Concordo. Além do mais o partido deles e eles próprios já estão na hora de fechar a conta. Será que ainda acreditam em eleição sendo do PT e assemelhados? Esse Arnaldo Godoy já está ficando bolorento igual aquele do chapéu que mamou na CMBH, sem nunca ter tido capacidade de galgar outras posições na política, ou seja, um incompetente. Vereadores profissionais. Isto não pode continuar. É preciso renovar! |MP|
 
Cássio
Cássio - 26 de Setembro às 12:27
Bem conservadora a sua posição. Por você, estaríamos habitando cavernas ainda.
 
Edmilso
Edmilso - 26 de Setembro às 10:36
São honesto e contra a demagogia. Educação deturpada nas escolhas? deturpada para quem? Tem gente que esquece que o STF legalizou a união civil homoafetiva. A favor de bandidos? Vamos estudar minha gente?
 
Carlos
Carlos - 26 de Setembro às 09:04
Fernando Borja, candidato a vereador, é o SUGISMUNDO da Floresta [Carlos Felipe Guimarães].