Publicidade

Estado de Minas

Cruzeirenses usam vídeo antigo de Kalil para fazer campanha contra o candidato

As mensagens que circulam nas redes sociais convocam os torcedores do Cruzeiro a não votar no atleticano e nem nos candidatos a vereador do PHS


postado em 26/08/2016 13:25 / atualizado em 28/08/2016 11:54

Kalil é alvo de uma campanha de torcedores do Cruzeiro(foto: Gladyston Rodrigues / EM / D.A. Press)
Kalil é alvo de uma campanha de torcedores do Cruzeiro (foto: Gladyston Rodrigues / EM / D.A. Press)

O ex-presidente do Atlético, Alexandre Kalil, está sendo alvo de uma campanha nas redes sociais para que os cruzeirenses não votem nele para prefeito de Belo Horizonte. Desde o início da semana, circula um texto dizendo que ele, quando dirigente do time de futebol, disse que iria destruir o Cruzeiro.

Por esse motivo, “a torcida do cruzeiro resolve não votar em nenhum candidato listado ou em qualquer outro do PHS”, conclui a mensagem difundida no whatsapp.

No vídeo anexado ao recado, Kalil fala sobre o time celeste: “O cruzeiro representa para mim aquele meu objetivo que é destruí-lo. Então, se eu puder destruir o cruzeiro e estiver o meu alcance, vou morrer completamente feliz”, disse na ocasião.

O texto cita ainda o fato de outros candidatos e dirigentes do PHS serem torcedores do Galo.

A mensagem diz que o Cruzeiro é “a instituição mais importante de Minas Gerais”.

A página da Máfia Azul no Facebook também mostra o vídeo de Kalil falando em destruir o time.

Em outros perfis de torcedores do time azul, como o Guerrilha Celeste, o vídeo de Kalil criticando o cruzeiro também foi reproduzido, além de matérias que falam sobre processos contra ele.

A assessoria do Cruzeiro Esporte Clube disse não saber a origem das mensagens. O time atribuiu o texto a torcedores de futebol e alegou que não comenta e nem se intromete em política.

Segundo as últimas pesquisas eleitorais, Kalil é o que tem a maior rejeição entre os candidatos, sendo que cerca de 24% dos eleitores não votariam nele.

Em entrevista recente ao Estado de Minas, Kalil disse querer ser prefeito dos cruzeirenses e atleticanos.

Questionado sobre os vídeos e mensagens que circulam na internet, Kalil disse que não teme perder votos e que, para ele, isso não é coisa de torcedor mas de partidos políticos adversários.

“Recebo com a maior tranquilidade, isso é futebol, foi em uma época de futebol que estava muito sofrido, hoje não está mais”, disse.

Kalil disse respeitar o direito dos torcedores de não quererem votar nele, mas lembrou que o Atlético agora é problema do Daniel Nepomuceno, novo presidente.

“Não altera em nada minha campanha, isso provavelmente nem vem de torcida, vem de partido”, afirmou. O candidato disse ainda que o voto tem de ser de qualidade e não porque alguém tem cara bonita ou prometeu algo. “No dia que fui pedir voto pela primeira vez na internet disse que vamos fazer o melhor para BH”, afirmou.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade