SIGA O EM

Primeira pesquisa da disputa pela PBH tem João Leite na frente, Kalil é o segundo

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[]

postado em 22/08/2016 20:52 / atualizado em 27/08/2016 15:07

Marcelo da Fonseca

Primeira pesquisa eleitoral Ibope divulgada após o registro das candidaturas mostra o candidato do PSDB, deputado estadual João Leite, na frente da disputa pela PBH, com 21% das intenções de voto, seguido pelo ex-presidente do Galo, Alexandre Kalil (PHS), com 11%. Em terceiro lugar aparece o deputado federal Luis Tibé (PTdoB), com 6%.

Empatados em quarto lugar, com 5% cada, estão Vanessa Portugal (PSTU) e Eros Biondini (PROS). Também empatados na sequência estão Délio Malheiros (PSD), Maria da Consolação (PSOL), Reginaldo Lopes (PT) e Sargento Rodrigues, com 3% cada. Rodrigo Pacheco (PMDB) e Marcelo Álvaro Antonio (PR) aparecem com 2% cada.

Os nulos e brancos são 20% e os indecisos 16%. O levantamento foi feito pelo Ibope para a Rede Globo entre os dias 18 e 21 de agosto. A margem de erro é de 3%. Foram ouvidos 805 eleitores e o nível de confiança do levantamento é de 95%.

 

Repercussão 

O candidato João Leite (PSDB) comemorou o resultado da primeira pesquisa, mas avaliou que a campanha está apenas começando. “É com alegria, mas também com serenidade e responsabilidade, que recebo o resultado da pesquisa. Estamos ouvindo a população e construindo juntos uma Belo Horizonte melhor para as pessoas. Coloco à serviço da população minha trajetória de mais de 25 anos de vida pública traduzida em transparência, experiência e conhecimento da realidade e dos desafios de Beagá”, afirmou o tucano.

Por meio de nota, a coligação “BH Pra Funcionar”, do candidato Alexandre Kalil, comemorou a segunda posição na pesquisa. “Demonstrando a aprovação do eleitoral diante da proposta de um novo jeito de fazer política, Kalil tem desempenho que o colocaria na disputa pelo segundo turno”, diz a nota.

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600