SIGA O EM

Rodrigo Pacheco visita Hospital Hilton Rocha

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[]

postado em 22/08/2016 18:26 / atualizado em 22/08/2016 18:45

Alessandra Mello

O candidato do PMDB à Prefeitura de Belo Horizonte, Rodrigo Pacheco, garantiu hoje que o corte dos recursos da saúde previsto na Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que fixa limite para gastos públicos e reduz o percentual obrigatório de investimentos em saúde proposta pelo governo do presidente interino Michel Temer não vai afetar a capital mineira. O candidato afirma que, caso seja eleito prefeito, vai usar seu alinhamento com Temer - os dois são do mesmo partido - para evitar que a cidade seja prejudicada. Além disso, destacou que em seu plano de governo não está previsto de imediato a construção de novas unidades de saúde, mas sim fazer funcionar as que já existem.

“Considerando isso, acho que é plenamente possível que o presidente Michel Temer tenha essa sensibilidade e possa nos ajudar a fazer funcionar plenamente os centros de saúde, as unidades de atendimento , o programa saúda da família, o Hospital Odilon Behrens e o Hospital do Barreiro”. “Sou favorável as medidas que sejam responsáveis pelo crescimento do país e para ajustar as contas, mas sou contra a retirada de qualquer tipo de recursos da saúde”, disse o candidato que exerce seu primeiro mandato como deputado federal e deverá votar ainda este ano essa PEC do governo interino. A previsão é que ela seja votada em primeiro turno ainda este mês e que sua apreciação seja concluída pelo Congresso Nacional até outubro.

O candidato visitou ontem o Hospital dos Olhos Hilton Rocha, no bairro Mangabeiras, e afirmou que se eleito pretende intensificar a parceria da instituição com o município para garantir maior número de cirurgias e atendimentos oftamológicos, que estão na lista das maiores demandas da população por atendimento especializado.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600